ImprimirImprimir

Muito boa noite amados amigos e irmãos aqui em Estación Juárez, Chiapas, República Mexicana. É para mim uma grande bênção estar com vocês nesta noite para compartilhar uns momentos de companheirismo ao redor do Programa de Deus correspondente a este tempo final.

         E agora leiamos na Palavra de Deus. Em Apocalipse, capítulo 8, versículo 1 ao 5, e o Salmo 34, diz… O Salmo 34 diz assim:

“Louvarei ao SENHOR em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca.

A minha alma se gloriará no Senhor; os mansos o ouvirão e se alegrarão.

Engrandecei ao Senhor comigo; e juntos exaltemos o seu nome.

Busquei ao Senhor, e ele me respondeu; livrou-me de todos os meus temores.

Olharam para ele, e foram iluminados; e os seus rostos não ficaram confundidos.

Clamou este pobre, e o Senhor o ouviu, e o salvou de todas as suas angústias.

O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra.

Provai, e vede que o Senhor é bom; bem-aventurado o homem que nele confia.

Temei ao Senhor, vós, os seus santos, pois nada falta aos que o temem”.

         E Apocalipse, capítulo 8, versículo 1 ao 5, diz:

“E, havendo aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora.

E vi os sete anjos, que estavam diante de Deus, e foram-lhes dadas sete trombetas.

E veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono.

E a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos desde a mão do anjo até diante de Deus.

E o anjo tomou o incensário, e o encheu do fogo do altar, e o lançou sobre a terra; e houve depois vozes, e trovões, e relâmpagos e um terremoto”.

         Que Deus abençoe nossas almas com Sua Palavra e nos permita entendê-la.

         Nosso tema é: “AJUDADOS PELO SÉTIMO SELO”.

         Conforme as Escrituras, temos ao Anjo do Senhor, que acampa em redor dos que lhe temem e os defende.

         E agora, o Anjo do Senhor para o povo hebreu, vejam vocês, é o Verbo que era com Deus e que criou todas as coisas, o qual é o mesmo Deus no Seu corpo teofânico, o qual apareceu ao profeta Moisés no capítulo 3 de Êxodo e falou da libertação do povo hebreu; disse-lhe que Ele era o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, ou seja: o Deus que tinha prometido a Abraão que sua descendência seria escrava em terra alheia. Vejam o capítulo 15 de Gênese diz [versículo 12]:

“E pondo-se o sol, um profundo sono caiu sobre Abrão; e eis que grande espanto e grande escuridão caiu sobre ele.

Então disse a Abrão: Saibas, de certo, que peregrina será a tua descendência em terra alheia, e será reduzida à escravidão, e será afligida por quatrocentos anos,

Mas também eu julgarei a nação, à qual ela tem de servir, e depois sairá com grande riqueza.

E tu irás a teus pais em paz; em boa velhice serás sepultado.

E a quarta geração tornará para cá; porque a medida da injustiça dos amorreus não está ainda cheia.

E sucedeu que, posto o sol, houve escuridão, e eis um forno de fumaça, e uma tocha de fogo, que passou por aquelas metades.

Naquele mesmo dia fez o Senhor uma aliança com Abrão, dizendo: « tua descendência tenho dado esta terra, desde o rio do Egito até ao grande rio Eufrates”.

         Agora vejam vocês como nesta ocasião caiu sono sobre Abraão e Deus falou e lhe manifestou o que aconteceria com sua descendência, e Abraão ainda não tinha filho; Abraão ainda não tinha Isaque e Deus já estava falando da Sua descendência, que seria cativa em uma terra estranha, em uma terra alheia, na terra do Egito; mas não lhe disse que era o Egito, isso Deus guardou em segredo até chegar o momento preciso, onde Deus mostraria ao profeta Moisés onde estaria o povo hebreu ou o povo que receberia a libertação.

         Agora encontramos que Abraão estava sem filhos. Por meio de Sara, vejam vocês, não tinha tido ainda o filho prometido, mas Deus já tinha falado em outras ocasiões a Abraão que daria essa terra a sua descendência, por exemplo, no capítulo 12, versículo 7 em diante (quando Abraão tinha 75 anos), diz:

         “E apareceu o Senhor a Abrão, e disse: À tua descendência darei esta terra”.

         E Abraão não tinha descendência ainda, mas Deus conhecedor de todas as coisas, que conhece o futuro dos seres humanos…, porque Deus é onipresente e, consequentemente, Ele está ainda no futuro e Ele pode ver o que acontecerá.

         Agora, vejam vocês como até antes de Abraão ter a Ismael o seu filho, Deus já está falando sobre esse filho e da descendência que virá por meio do filho Isaque, o filho prometido para Abraão por meio de quem? De Sara.

         Agora, como pode ser possível que ainda sem ter o filho que Deus lhe disse que teria; Deus já está falando que sua descendência por meio desse filho seria escrava em uma terra alheia e aos quatrocentos anos de escravidão, em seguida Deus os libertaria? Porque Deus conhece o passado, o presente e o futuro.

         E agora, na descendência de Abraão segundo a carne Deus vai refletir; representar a descendência dos filhos e filhas de Deus; ou seja: Deus vai representar Sua descendência, e a descendência de Deus são os filhos e filhas de Deus.

         E agora, podemos ver que há um Israel terreno, o qual é tipo e figura de Israel celestial; e a trajetória pela qual passará Israel celestial já foi mostrada - já foi mostrada essa trajetória no Israel terreno. E quem guardará o Israel celestial, aos filhos e filhas de Deus, é o mesmo que guardou ao Israel terreno: o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, que é o mesmo que se fez carne no meio do povo hebreu e viveu em um corpo de carne chamado Jesus; esse é o Anjo do Pacto feito homem, encarnado no meio dos seres humanos dois mil anos atrás, e era um profeta.

         Por isso podia ver coisas para o futuro, coisas do presente também e coisas do passado, e podia fazer as coisas que Ele fazia, as quais ninguém podia fazer. Por quê? Porque é o Ajudador do Israel terreno e do Israel celestial também; é o Anjo do Senhor, que é o mesmo Senhor com e em Seu corpo teofânico, o qual se fez carne no meio do povo hebreu.

         E agora vejam como libertou o povo hebreu, liberou o povo hebreu, o qual estava cativo na terra do Egito, e os levou livres para a terra de Israel, a terra prometida.

         Encontramos que este Anjo do Pacto, que é o mesmo Deus, o mesmo Jeová em Seu corpo teofânico, foi o que guardou e ajudou ao Israel terreno, e por meio de um profeta chamado Moisés liberou o povo hebreu da escravidão e os levou para a terra prometida.

         Esse é o mesmo Deus que estava (onde?) no lugar Santíssimo, sobre a arca do pacto, sobre o Propiciatório, no meio dos dois querubins de ouro; estava ali manifestado nessa Luz; nessa Coluna de Fogo, chamada Shekinah também; e em seguida esteve no templo que Salomão construiu.

         E em seguida, encontramos que lhes apareceu em diferentes ocasiões aos profetas de Deus no Antigo Testamento, e em seguida se fez carne e habitou no meio do povo hebreu como um homem, como um profeta, como um jovem carpinteiro de Nazaré; mas era nada menos que o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó.

         Por isso podia dizer: “Antes que Abraão nascesse; eu sou” e “Abraão desejou ver meu dia; o viu, e se alegrou”. Como viu e se alegrou? Quando apareceu a Abraão no dia antes da destruição de Sodoma e Gomorra, ali estava Elohim, o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Anjo do Pacto, manifestado em forma visível, o qual comeu com Abraão e falou com Abraão; e com Ele estavam os dois arcanjos principais, que são Gabriel e Miguel, os Arcanjos da direita e da esquerda.

         E agora, vejam vocês como em seguida se fez carne e habitou no meio do povo hebreu Elohim, que é o mesmo Melquisedeque que apareceu a Abraão também antes da destruição de Sodoma e Gomorra, muito tempo antes; muitos anos antes; é o mesmo Deus que deu a promessa de que teria um filho, Abraão por meio de Sara; Ele é o mesmo Deus do Israel terreno, do povo hebreu; e esse mesmo Deus se fez carne e habitou entre nós os seres humanos, no meio do povo hebreu, e foi chamado, Seu véu de carne, Jesus.

         E agora, Ele criou um Israel celestial, que está composto pelos filhos e filhas do Deus. Israel terreno está composto pelos servos de Deus, mas Israel celestial está composto pelos filhos de Deus. E o que é maior diante de Deus: um servo ou um filho? Um filho é maior diante de Deus; e para toda pessoa um filho é maior que um servo que possa ter na sua casa. São os filhos os que são adotados (e não os servos) na herança do pai da família.

         Por isso Abraão estava preocupado, porque não tinha filhos; e agora, tinha um servo chamado Eliezer, o qual era o mais velho da Sua casa, tinha nascido na Sua casa; e agora, se Abraão não chegasse a ter um filho por meio de Sara, para que fosse o herdeiro de Abraão, quem seria o herdeiro de Abraão? Um servo nascido na casa; e não herdará um servo a herança do pai da família.

         E agora, Abraão estava muito preocupado e disse a Deus: “O que Você me dará? Pois não tenho filhos, e me herdará um escravo, um servo nascido em minha casa, este Eliezer”. E Deus disse: “Não te preocupes Abraão, não vai te herdar seu servo Eliezer, mas sim vai te herdar teu filho (um que nascerá das Suas entranhas)”; e lhe disse o nome que poria, disse que poria por nome Isaque, disse que seria por meio de Sara que teria esse filho; e Abraão se encheu de alegria e agradecimento a Deus. E diz a Escritura que “Abraão creu em Deus, e foi contado por justiça”.

         Ainda já estando avançado em idade e Sara sua esposa também avançada em idade, a qual já não podia conceber e ter filhos, e em acréscimo, era estéril (para cúmulo)… Mas há alguma coisa impossível para Deus? Não há; e se não há nada impossível para Deus, Deus pode dar aos Seus filhos tudo o que Ele prometeu; somente Ele necessita que Seus filhos creiam.

         Não nenhuma coisa impossível para Deus, e para aquele crê todas as coisas são possíveis. Essas promessas de Deus se fazem possíveis para os filhos de Deus quando os filhos de Deus creem com toda a sua alma, e então Deus se move em cena e cumpre essas promessas.

         E agora, Abraão creu com todo seu coração e lhe foi contado por justiça. E em seguida, mais diante, foi confirmada a promessa em mais de uma ocasião, em acréscimo à primeira ocasião em que Deus deu a promessa; e encontramos que Deus quando chegou à Abraão, no dia, antes da destruição de Sodoma e Gomorra, reconfirmou essa promessa ali; e Abraão creu, continuou crendo no que Deus lhe havia prometido. Sara riu, e não estava bem, porque riu com incredulidade, e isso nunca está bem.

         Se não tem suficiente fé para crer no que Deus prometeu, não ria do que Deus prometeu, mas que ore a Deus: “Senhor, me ajude a compreender, tenha misericórdia de mim; e ajuda minha fé, fortalece minha fé; e me ajude, para que assim me mantenha firme crendo no que Tu prometeste e esperando o cumprimento do que Tu prometeste”.

         Vejam; depois dessa aparição de Deus em forma visível a Abraão veio a mudança, veio a transformação para Abraão e para Sara; de uns anciãos, Deus os transformou, mudou-os, rejuvenesceu-os, em pessoas jovens para poderem ter o filho prometido.

         Por isso encontramos que em seguida se foram…, da terra onde viviam; se foram para outro território, e lá um rei, o rei de Gerar me parece que foi; Gerar era… esse rei se chamava (não recordo bem o nome)... Abimeleque (parece-me que se chamava) apaixonou-se por Sara. E que rei vai se apaixonar de uma mulher de 89 anos? Qualquer rei diria: “Nem louco!”. Mas esse sim se apaixonou de uma mulher de 89 anos. O que teria essa mulher de 89 anos?

         Pois quando era jovenzinha, Abraão disse: “Veja, tu és uma mulher muito formosa, muito bela, e quando as pessoas de outras nações te virem, e eu passar por essas nações, vão me matar, para ficarem contigo. Portanto, tu dirás que tu és minha irmã, e assim, pois, não vão me matar, vão me tratar bem; vão dizer: ‘Meu cunhado aqui’”. Cada vez que o vejam: “Cunhado Abraão, como está tua irmã?”. E Abraão, pois, estaria tranquilo e seria beneficiado; e assim pois aconteceu.

         Mas sempre chegava o momento… Por exemplo, quando foi ao Egito, o rei viu que era uma mulher muito formosa, e os servos do rei e os ajudantes do rei e os sábios ali, e louvaram Sara; já estava mais jovem quando isso, e a louvaram; e então, por quanto ela disse que era irmã de Abraão, o rei disse: “Pois tragam Sara aqui para que esteja aqui no palácio”.

         E o costume deles, pelo que se vê, era ter a que seria sua esposa, por um ano ou dois ali no palácio, e aí talvez ensinavam as coisas do palácio; porque não teriam uma mulher como rainha que não soubesse as coisas do palácio, que não soubesse nem sequer pegar o garfo e a faca quando estivesse em uma festa importante com o rei e com reis de outras nações. Então era preparada, era bem ensinada, e depois de certo tempo já estava pronta para ser a esposa do rei.

         Mas durante todo esse tempo Deus fechou a matriz de todas as mulheres do Egito e também dos animais, das fêmeas dos animais, e ninguém paria lá no Egito; nem as vacas, nem as cabras, nem as mulheres, ninguém dava a luz. E o rei disse: “Há algo estranho aqui”; buscou os magos, buscou os seus sábios para averiguar o que estava acontecendo.

         Porque olhem, se isso continuasse o Egito iria desaparecer completamente, porque onde não nascem crianças, os que estão crescem, ficam jovens, ficam adultos, ficam velhos e depois morrem; e se não nascerem novos, o que acontece? Acabou-se essa raça; e isso iria acontecer com o Egito. E talvez iriam morrer antes até de ficarem velhos, porque Deus disse ao rei: “És homem morto”.

         E agora, o ordenou que devolvesse Sara ao seu esposo, porque era profeta; vejam vocês, de alguma forma Deus falou ao rei, e agora o rei a devolve e repreende a Abraão, mas não devia havê-lo feito.

         E agora, Abraão vai desse lugar, mas foi rico; como cunhado lhe haviam presenteado com muitas coisas, e depois lhe deram um dote por todo o problema que surgiu ali; e Abraão se foi, e já tinha um pouquinho mais de animais e de dinheiro, e foi para outro lugar e seguiu crescendo, Deus seguiu abençoando-o. Vejam; Deus não repreendeu Seu profeta Abraão.

         E agora, continuou para frente. E agora, quando o Anjo do Senhor já aparece em forma visível a Abraão e a Sara, come com eles e ‘abençoa Abraão e fala e reconfirma a promessa do filho prometido, depois disso encontramos que Sodoma e Gomorra foram destruídas com fogo; mas o filho prometido, vejam vocês, estava a caminho, porque Abraão e Sara foram rejuvenescidos e foram a outro lugar, a Gerar, onde o rei era Abimeleque.

         E agora Abimeleque se apaixona por uma mulher de 89 anos; mas já estava rejuvenescida, estava muito formosa, muito bonita, e estava pronta para ter o filho prometido por meio de Abraão, que também estava muito jovem.

         Mas vejam; o inimigo de Deus, o diabo, queria adiantar-se para que Abraão não pudesse ter o filho prometido por meio de Sara, e ela (Sara) tivesse um filho de outro homem, ou seja: do rei Abimeleque; mas Deus tampouco o permitiu, e disse ao rei: “És homem morto”.

         Agora, Sara tinha dito que era irmã de Abraão e Abraão tinha dito que sim, que era irmã, era sua irmã; e o rei a tomou para fazê-la sua esposa; e também esteve um tempo assim, a tiveram um tempo assim, preparando-a para ser a esposa do rei.

         Mas durante esse tempo o que acontecia? Não nasciam nem animaizinhos nem nasciam crianças, porque Deus havia fechado a matriz das mulheres desse território e dos animais também; e perceberam que algo estranho estava acontecendo. E Deus falou em sonhos ao rei e disse: “És homem morto, porque a mulher que tomaste tem marido, é casada, e é profeta seu marido (para cúmulo). És homem morto”.

         E o rei diz: “Senhor, eu com limpeza de coração fiz isto”; ou seja: se apaixonou- por Sara e era algo sério para este rei; queria torna-la sua esposa, torna-la a rainha desse lugar, e queria fazer Abraão seu cunhado.

         Mas olhem; Deus lhe disse: “Eu sei que com limpeza de coração você tem feito isto, e por isso é que estou te falando. Assim que devolve-a a seu marido; porque é profeta, e ele orará por ti. E se não devolveres, és homem morto”.

         No outro dia (seguramente foi o dia que mais madrugou) chamou suas pessoas, os seus conselheiros, e contou o que tinha acontecido em sonhos, e todos estiveram muito temerosos. Chamaram Abraão e Sara, e diz o rei a Abraão: “O que é que fizestes comigo, dizendo-me que é tua irmã quando é tua esposa? Deus me apareceu esta noite, me falou e me fez saber estas coisas. Por que tu me fizeste isto, pondo-me em perigo de pecar contra Deus ao tomar tua esposa?”

         E Abraão disse: “É que eu pensei que as pessoas deste território não temiam a Deus e iriam me matar para ficar com minha esposa. Por isso atuei dessa forma”.

         O rei a entregou a Abraão e lhe disse: “Veja, ele é em lugar de véu para ti”, deu-lhe uma quantidade, como um dote, e disse: “Agora…”, e presenteou (parece) animais também; e lhe disse: “Agora escolhe tu onde tu queiras viver; o terreno, o campo está livre para ti. Tu escolhes o lugar que tu quiseres para viver e para ter suas ovelhas, está livre para fazê-lo”.

         Esse rei foi temeroso de Deus, e seguramente Deus o abençoou grandemente, e seguramente foi um bom amigo de Abraão. O outro rei, o do Egito, como que não se… como que a amizade que tinha com o cunhado, como que depois a rompeu e não queria saber do cunhado, e o mandou bem longe; mas este outro rei lhe disse: “Tu escolhes onde queres viver; todo o campo, o terreno, está diante de ti. Tens tuas ovelhas e tuas propriedades onde tu queres”. Esse atuou de uma forma mais honrável, mais agradável a Deus; era um homem…, vejam; um homem bom, porque ele disse a Deus: “Eu com limpeza do meu coração fiz isto”, e Deus lhe disse: “Eu sei que foi assim”. Ou seja: que Deus deu testemunho de que era com limpeza de coração o que esse rei estava fazendo; queria o melhor para Sara e também para seu cunhado.

         Mas o que ele queria como cunhado era o esposo de Sara, e para cúmulo ele era o profeta de Deus, o profeta da Dispensação da Promessa; e a Escritura diz: “Não toqueis nos meus profetas, nos meus ungidos”.

         Agora, vejam vocês como antes da destruição de Sodoma e Gomorra, apareceu Elohim, Deus, o Anjo do Pacto, em forma visível a Abraão. E antes da destruição deste mundo, Deus, vejam vocês, esteve aparecendo de era em era manifestado em carne humana no anjo mensageiro de cada era, na porção correspondente a cada era, desde São Paulo até o reverendo William Branham; e para o Último Dia estará velado também em carne humana em Seu Anjo Mensageiro, para o cumprimento da Vinda do Filho prometido, para o cumprimento da Vinda do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor, velado em carne humana em Seu Anjo Mensageiro nos revelando as coisas que Ele fará neste tempo final.

         E entre as coisas que Ele revelou a Abraão, uma foi, ou a primeira foi Sua vinda em forma visível e o propósito da Sua vinda; e revelou também a vinda do filho prometido que teria por meio de Sara; e revelou também a destruição de Sodoma e Gomorra que iria realizar com Gabriel e Miguel.

         E para o Último Dia… Esse mesmo Anjo do Pacto é quem esteve aparecendo em Sua Igreja gentia de era em era; esse é o Anjo do Senhor para a Igreja de Jesus Cristo, o qual é Jesus Cristo em Espírito Santo no meio da Sua Igreja; o qual para o Último Dia estará no meio da Sua Igreja em Seu Anjo Mensageiro, na Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino, ajudando a Sua Igreja como a esteve ajudando de era em era por meio da Sua manifestação em cada anjo mensageiro.

         Ele é nosso Ajudador, e Ele é o Anjo que tem o Sétimo Selo. Por isso para o Último Dia seremos AJUDADOS PELO SÉTIMO SELO.

         Vejam como o Sétimo Selo, que é o Anjo que era diferente dos demais, que apareceu nesta nuvem em 28 de fevereiro de 1963… Esse Anjo é este que se encontra aqui acima formando o cabelo branco do rosto do Senhor; o rosto do Senhor está formado por esta nuvem.

         Esta nuvem está formada por anjos: os sete anjos mensageiros das sete eras da Igreja gentia e o Anjo que era diferente dos demais..., o qual é o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o qual veio manifestado em cada profeta que Ele enviou no Antigo Testamento, e em seguida veio em Jesus, e em seguida veio nos apóstolos manifestado e em seguida veio em cada anjo mensageiro de cada era manifestado em Sua Igreja; e para o Último Dia vem manifestado em carne humana em Seu Anjo Mensageiro da Era da Pedra Angular para nos ajudar, para nos guiar e para nos levar para a terra prometida do novo corpo e para a terra prometida do glorioso Reino Milenial.

         Este é o Anjo que aparece ao profeta Moisés para libertar o povo hebreu, mas para fazer esse trabalho tinha que ser por meio de um profeta, por meio de carne humana; e esse profeta foi Moisés, um profeta dispensacional.

         E agora, em Êxodo, capítulo 23, versículo 20 ao 23, diz:

“Eu envio meu anjo diante de ti, para que te guarde pelo caminho, e te leve ao lugar que te preparei.

Guarda-te diante dele, e ouve a sua voz, e não o provoques à ira; porque não perdoará a vossa rebeldia; porque o meu nome está nele.

Mas se diligentemente ouvires a sua voz, e fizeres tudo o que eu disser, então serei inimigo dos teus inimigos, e adversário dos teus adversários.

Porque o meu anjo irá adiante de ti, e te levará aos amorreus, e aos heteus, e aos perizeus, e aos cananeus, heveus e jebuseus; e eu os destruirei”.

         Agora vejam como este Anjo do Senhor, que é o mesmo Senhor em Seu corpo teofânico, o qual é o Verbo que era com Deus e era Deus, o qual criou todas as coisas…, porque no princípio criou Deus os Céus e a Terra. Deus estando em Seu corpo teofânico criou os Céus e a Terra, e Deus estando em Seu corpo teofânico é Deus estando em um corpo parecido a este corpo terreno que nós temos, mas de outra dimensão.

         E agora, encontramos que esse Anjo do Senhor em diferentes ocasiões foi chamado um varão, um varão que apareceu a diferentes profetas; apareceu também aos pais de Sansão, ou seja: apareceu para dar a notícia de que teriam um filho e se chamaria Sansão, colocariam por nome Sansão; e apareceu também a outros homens de Deus, a outras pessoas, os quais pensaram que iriam morrer porque viram Deus cara a cara; mas mesmo que viram Deus cara a cara, foram pessoas que viram Deus cara a cara no véu do corpo teofânico da sexta dimensão, mas não viram o que estava dentro desse véu, desse corpo teofânico da sexta dimensão.

         Porque quem o vir, Deus mesmo diz: “Não me verá homem, e viverá”; mas vê-lo velado em Seu corpo teofânico da sexta dimensão não trazia morte para pessoa.

         E em seguida, o vimos velado em carne humana em um jovem carpinteiro de Nazaré chamado Jesus, que é nosso amado Salvador; pois o Anjo do Pacto nos salvou por meio da Sua manifestação em carne humana, corpo que colocou como sacrifício vivo pelo nosso pecado; e em seguida ao morrer na Cruz do Calvário esse corpo… Porque Deus não morreu, mas o véu de carne de Deus; tampouco morreu o Espírito de Deus, o Anjo do Pacto, porque Ele foi ao inferno pregar às almas encarceradas; a única coisa que morreu foi o véu de carne que o Anjo do Pacto tinha esse véu de carne chamado Jesus, e por meio desse véu de carne morrendo na Cruz do Calvário pagou o preço da redenção, nos redimiu, nos salvou.

         E agora, vejam vocês, nós já não temos que ir ao inferno ao morrer, mas sim ir ao Paraíso, tendo crido primeiro em Jesus Cristo como nosso Salvador e tendo lavado nossos pecados no Sangue de Cristo e tendo recebido Seu Espírito Santo; e assim obtendo o novo nascimento, onde obtemos um corpo teofânico, um espírito teofânico da sexta dimensão, ou seja: um corpo teofânico como o corpo teofânico de Deus, chamado o Anjo do Senhor.

         E agora, cada filho e filha de Deus tem também um anjo, um corpo teofânico que o cuida e o defende, cada filho de Deus como indivíduo. E assim também a Igreja de Jesus Cristo como Corpo Místico, de era em era teve o Anjo do Senhor manifestado em cada anjo mensageiro cuidando da Sua Igreja. Quem? O Anjo do Senhor na manifestação que teve em cada era.

         E para este Último Dia, a Igreja de Jesus Cristo terá o Anjo do Senhor velado em carne humana; isso será a Palavra encarnada em um homem, no Anjo Mensageiro do Senhor Jesus Cristo, na Era da Pedra Angular; mas esse homem não é o Senhor Jesus Cristo, mas que é o mensageiro de Jesus Cristo para a Era da Pedra Angular e para a Dispensação do Reino.

         É a primeira ocasião em que Deus envia à Sua Igreja um profeta dispensacional, que é o tipo maior de profeta que Deus envia ao planeta Terra, a Seu povo, quer seja ao Israel terreno ou ao Israel celestial; e é a primeira ocasião em que Deus envia ao Israel celestial, à Sua Igreja, um profeta dispensacional, a primeira vez e a única vez, porque já não há mais profetas dispensacionais.

         Por isso este Anjo Mensageiro vem na Era Eterna com o Evangelho Eterno e vem na Dispensação do Reino com o Evangelho do Reino, porque com o Evangelho Eterno ele anuncia a vinda do Reino de Deus e o estabelecimento do Reino de Deus no planeta Terra; e ele anuncia a Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos e anuncia a bênção para a Igreja gentia, para sermos transformados e raptados, e nos dá assim a fé para sermos transformados e raptados; e também anuncia ao povo hebreu a bênção prometida para o povo hebreu.

         E o povo hebreu verá esse Anjo do Pacto, ao Anjo do Senhor velado em carne humana no Anjo do Senhor Jesus Cristo, e dirá: “Este é o que nós estamos esperando”.

         Porque o povo hebreu está esperando a Vinda do Anjo do Senhor, do Anjo do Pacto velado em carne humana, e eles esperam a Vinda do Anjo do Senhor velado em carne humana em um profeta; e isso é o mesmo que Deus prometeu para Sua Igreja gentia antes da destruição deste mundo, o qual foi representado no Egito e também em Sodoma e Gomorra.

         O que aconteceu em Sodoma e Gomorra e no Egito como juízo divino é o que acontecerá neste planeta Terra no meio do reino dos gentios sob o governo da besta, na etapa dos pés de ferro e de barro cozido; mas antes da destruição do reino dos gentios nos pés de ferro e de barro cozido vem Elohim, que é o mesmo Melquisedeque, que é o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor velado em carne humana no meio da Sua Igreja na Era da Pedra Angular; assim como esteve velado em cada anjo mensageiro de cada era através das diferentes eras da Igreja gentia.

         E dos sete mensageiros, no que esteve manifestado em uma forma mais ampla foi no sétimo anjo mensageiro da sétima era da Igreja gentia; e foi manifestado ali o Filho do Homem em misericórdia e graça, mas ele disse: “Em seguida, quando voltar a se manifestar, será em juízo, no juízo das nações”.

         Porque a manifestação final do Filho do Homem vindo em carne humana é o em seu Anjo Mensageiro para o tempo onde o juízo divino vai cair sobre o planeta Terra; mas primeiro tem um período de tempo de misericórdia e graça, e depois se fechará a porta da misericórdia, quando já tiver entrado todas as virgens prudentes (que são todos os escolhidos de Deus), tenham entrado no Corpo Místico de Cristo na etapa da Era da Pedra Angular.

         E agora, neste tempo final Ele chama e junta os Seus escolhidos de e para a Era da Pedra Angular na América Latina e no Caribe, com a Grande Voz de Trombeta do Evangelho do Reino, por meio da manifestação dos ministérios dos Anjos do Filho do Homem (que são os ministérios de Moisés e Elias), na vinda e manifestação do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor, do Anjo que era diferente dos demais, o qual vem no Último Dia velado em carne humana e revelado através de carne humana no Seu Anjo Mensageiro para ajudar a Sua Igreja e em seguida ao povo hebreu, para abençoar a Sua Igreja e abençoar o povo hebreu.

         E assim todos seremos AJUDADOS PELO SÉTIMO SELO, pelo Anjo que era diferente dos demais manifestado no Seu Anjo Mensageiro, manifestado em carne humana abençoando ao Israel celestial (que é Sua Igreja) e abençoando ao Israel terreno (que é o povo hebreu).

         Foi para mim um privilégio muito grande estar com vocês dando testemunho deste Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, o Anjo que era diferente dos demais, o qual neste Último Dia estaria também no meio da Sua Igreja; e seríamos ajudados por esse Anjo que tem o Sétimo Selo. E isso é ser AJUDADOS PELO SÉTIMO SELO.

         “AJUDADOS PELO SÉTIMO SELO”.

         Que o Sétimo Selo continue nos ajudando, o Anjo que era diferente dos demais, neste Último Dia; e siga manifestando-se no meio da Sua Igreja na Era da Pedra Angular e na Dispensação do Reino; e em breve se complete o número dos escolhidos de Deus e em breve todos sejam transformados e levados à Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu, à Casa de nosso Pai celestial. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

         Aqui estamos os que seríamos ajudados pelo Sétimo Selo, e em diferentes lugares da República Mexicana e em diferentes lugares dos países latino-americanos e caribenhos.

         Que Deus continue abençoando a todos, que Deus os guarde; e continuem passando uma noite cheia das bênçãos de nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         Que Deus os abençoe e guarde a todos.

         “AJUDADOS PELO SÉTIMO SELO”.

         [Revisão Março 2019]

Encuéntrenos

Carretera No.1 Km 54.5
Barrio Monte Llano
Cayey, Puerto Rico
00736

Twitter