ImprimirImprimir

Muito boa noite amáveis amigos e irmãos presentes neste lugar aqui em Villahermosa, Tabasco, México. É para mim uma grande bênção estar com vocês para compartilhar com vocês este tema: “O SÉTIMO SELO E A NOVA CRIAÇÃO”.

         Para o qual quero ler em Segunda de Coríntios, capítulo 5, versículos 14 em diante (14 ao 21), e Apocalipse, capítulo 8, versículo 1 em diante. Veremos aqui onde nos diz…, capítulo 5 de Segunda de Coríntios, versículo 14 ao 21, diz:

“Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos morreram.

E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.

Assim que daqui por diante a ninguém conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo agora já não o conhecemos deste modo.

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação;

Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação.

De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus.

Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus”.

         E no capítulo 8, versículo 1 em diante, diz:

“E, havendo aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora.

E vi os sete anjos, que estavam diante de Deus, e foram-lhes dadas sete trombetas.

E veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono.

E a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos desde a mão do anjo até diante de Deus.

E o anjo tomou o incensário, e o encheu do fogo do altar, e o lançou sobre a terra; e houve depois vozes, e trovões, e relâmpagos e um terremoto"

         Que Deus abençoe nossas almas com a Sua Palavra e nos permita entendê-la.

         Nosso tema para esta ocasião é: “O SÉTIMO SELO E A NOVA CRIAÇÃO”.

         O Sétimo Selo é a Segunda Vinda de Cristo como o Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores em Sua Obra de Reclamação; e a Segunda Vinda de Cristo é a Nova Criação, a qual é Sua Igreja, a qual tem os membros dessa Nova Criação; e os membros dessa Nova Criação são os crentes em Jesus Cristo como nosso Salvador, que receberam Cristo como seu Salvador e lavaram seus pecados no Sangue de Cristo e receberam Seu Espírito Santo. Essa é a Nova Criação.

         E os membros dessa Nova Criação pertencem à Igreja de Jesus Cristo; porque a Igreja de Jesus Cristo é o Corpo Místico de Cristo, formado pelos crentes em Cristo, pelos nascidos de novo, os quais são essa Nova Criação.

         A criação antiga, que veio por Adão, caiu; e São Paulo nos diz de um segundo Adão em Primeira aos Coríntios, capítulo 15, versículos 42 em diante, diz assim:

“Assim também a ressurreição dentre os mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção (ou seja: os mortos em Cristo ressuscitarão em um corpo eterno).

Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor.

Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.

Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante (Quem é o último Adão? Nosso amado Senhor Jesus Cristo).

         Mas o espiritual não é primeiro, a não ser o animal; em seguida o espiritual.

         O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu. (por isso Ele podia dizer: “Ninguém subiu ao Céu, a não ser o que desceu do Céu; o Filho do Homem, que está no Céu”).

         Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais”.

         Todos os filhos e filhas de Deus vieram de onde? Do Céu; e vieram para viver neste corpo mortal, corruptível e temporário, este corpo animal, por uma temporada, mas em seguida teremos o corpo espiritual, o corpo celestial, e seremos iguais ao nosso amado Senhor Jesus Cristo. Viemos a este planeta Terra para tomar nossa posição no Corpo Místico de Cristo, para ocupar nosso lugar no Programa de Deus que está se realizando aqui na Terra.

         E agora, diz:

         “Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais.

E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial”.

         Por quê? Porque seremos pessoas com corpos eternos iguais ao de Jesus Cristo e com espíritos teofânicos da sexta dimensão iguais ao do Senhor Jesus Cristo, ou seja: corpos teofânicos da sexta dimensão como o do Senhor Jesus Cristo.

         “E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção”.

         Com esses corpos mortais de carne e sangue não podemos herdar o Reino de Deus e ser reis e sacerdotes no Reino de Deus, nesse Reino Milenial de Cristo; tem que ser com corpos imortais.

         “… nem a corrupção herdar a incorrupção”.

         Ou seja: que não podemos continuar vivendo por toda a eternidade com um corpo mortal, corruptível e temporário; tem que ser com um corpo eterno, um corpo glorificado, igual ao de Jesus Cristo.

         “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados”.

         Ou seja: que haverá uma transformação para todos os filhos do Deus. Se os seus corpos físicos morreram, ressuscitarão em um corpo eterno, um corpo novo, um corpo glorificado igual ao de Jesus Cristo, e nós os que vivemos seremos transformados; e então teremos o corpo eterno igual ao de Jesus Cristo, e se cumprirá a promessa de Cristo quando disse: “Se o grão de trigo não cair em terra e morrer, ele fica sozinho; mas se cair em terra e morrer; muito fruto produz”, ou seja: muitos filhos e filhas de Deus iguais a Jesus Cristo.

         Ele é o grão de trigo que foi semeado em terra e agora se reproduz em milhões de filhos e filhas de Deus iguais a Jesus Cristo; porque isso é o que faz um grão de trigo quando cai em terra e morre, e em seguida nasce na forma de uma planta; e Cristo na forma de uma planta de trigo é Sua Igreja, e em seguida a reprodução de Cristo nessa planta de trigo são os filhos e filhas do Deus.

         E para o Último Dia os filhos e filhas de Deus amadurecerão, e todos serão a imagem e semelhança de Jesus Cristo. Os que estamos vivos, chegaremos à estatura de um homem perfeito (ou seja: à estatura de Jesus Cristo), homens e mulheres, filhos e filhas de Deus, e seremos iguais a Jesus Cristo com um corpo eterno e com o espírito teofânico eterno também dentro do corpo eterno; e os que morreram em Cristo serão ressuscitados em corpos eternos e serão também pessoas iguais a Jesus Cristo.

         Eles foram o trigo da era em que eles viveram, foram os grãos de trigo potencialmente; assim como em uma planta de trigo antes de produzir o trigo, encontramos que a vida que estava no trigo vai passando por essa planta de trigo, e cada uma dessas etapas foi o trigo potencialmente, mesmo que não se via nenhum trigo; e assim é nas eras.

         De era em era, potencialmente os filhos e filhas de Deus de cada era foram o trigo de cada era, potencialmente encontramos que foram o grão de trigo igual a Jesus Cristo; mas potencialmente por quê? Porque ainda não tinha se manifestado o fruto da planta de trigo, ainda não havia chegado os filhos e filhas de Deus que serão a imagem e semelhança de Cristo estando vivos aqui na Terra.

         Mas aqui, quando se chega à Era da Pedra Angular, aí estarão os filhos e filhas de Deus que estando vivos chegarão à perfeição e se tornarão à imagem e semelhança de Jesus Cristo; e os mortos em Cristo (que foram o grão de trigo potencialmente na era em que viveram) ressuscitarão em corpos eternos, e assim mostrarão que eram o trigo do tempo em que eles viveram.

         E agora, estamos nós vivendo no tempo para o qual o apóstolo São Paulo diz que haverá uma Trombeta Final; e se há uma Trombeta Final é porque houve outras Trombetas antes dessa Trombeta.

         E o que é uma Trombeta? Em Apocalipse, capítulo 1, versículo 10, diz o apóstolo São João, falando no capítulo 1, versículo 10 ao 11, de Apocalipse, diz:

         “Eu fui arrebatado no Espírito no dia do Senhor...”.

         Em que dia estava? Foi transportado em espírito ao Dia do Senhor, ou seja: ao sétimo milênio; porque “um dia diante do Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia”.[]

         “… e ouvi detrás de mim uma grande voz como de Trombeta…”.

         Não diz que era uma Trombeta literal, a não ser uma grande voz (ou seja: a voz de uma pessoa) como de Trombeta (ou seja: dando uma mensagem urgente para os filhos e filhas de Deus).

         “Que dizia: Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o último”.

         Quem é o Alfa e o Ômega? Quem é o primeiro e o último? Pois nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         É a Voz de Cristo dando aos seus filhos, à Sua Igreja, uma mensagem urgente para obter a revelação, a fé para sermos transformados e raptados no Último Dia; e essa é a Mensagem do Evangelho do Reino, a Grande Voz de Trombeta do Evangelho do Reino nos dando a Mensagem urgente da Segunda Vinda de Cristo, da Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos neste tempo final, vindo onde? Vindo à Sua Igreja, porque é Sua Igreja a que tem a promessa da Segunda Vinda de Cristo, é Sua Igreja a que o está esperando e é à Sua Igreja que Ele vem no Último Dia.

         E agora, vem como o Alfa e o Ômega, como o primeiro e o último, falando à Sua Igreja com essa Grande Voz de Trombeta.

         E agora, encontramos que vem à Sua Igreja; desce do Céu em Apocalipse, capítulo 10, que é o mesmo que Jesus Cristo mostrou em São Mateus, capítulo 24, versículo 30, quando nos falou da Vinda do Filho do Homem e nos disse como seria. Capítulo 24, versículo 30 ao 31, diz:

         “Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.

E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus”.

         E em Apocalipse, capítulo 10, diz (do versículo 1 em diante):

“E vi outro anjo forte, que descia do céu, vestido de uma nuvem; e por cima da sua cabeça estava o arco celeste, e o seu rosto era como o sol, e os seus pés como colunas de fogo;

E tinha na sua mão um livrinho aberto. E pôs o seu pé direito sobre o mar, e o esquerdo sobre a terra;

E clamou com grande voz, como quando ruge um leão; e, havendo clamado, os sete trovões emitiram as suas vozes.

E, quando os sete trovões acabaram de emitir as suas vozes, eu ia escrever; mas ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sela o que os sete trovões emitiram, e não o escrevas.

E o anjo que vi estar sobre o mar e sobre a terra levantou a sua mão ao céu,

E jurou por aquele que vive para todo o sempre, o qual criou o céu e o que nele há; e a terra e o que nela há; e o mar e o que nele há; que não haveria mais demora;

Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos.

E a voz que eu do céu tinha ouvido tornou a falar comigo, e disse: Vai, e toma o livrinho aberto da mão do anjo que está em pé sobre o mar e sobre a terra.

E fui ao anjo, dizendo-lhe: Dá-me o livrinho. E ele disse-me: Toma-o, e come-o, e ele fará amargo o teu ventre, mas na tua boca será doce como mel.

E tomei o livrinho da mão do anjo, e comi-o; e na minha boca era doce como mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo.

E ele disse-me: Importa que profetizes outra vez a muitos povos, e nações, e línguas e reis”.

         E agora vejam vocês como aqui Cristo, descendo do Céu vestido de uma nuvem com o Livrinho aberto em Sua mão, entrega esse Livrinho a um homem e em seguida lhe diz que profetize; que é necessário que profetize outra vez sobre muitos povos, nações e línguas.

         E em seguida continua o capítulo 11, versículo 3 em diante, diz:

“E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco.

Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra”.

E isto também está em Zacarias, capítulo 4, onde nos fala destas Duas Oliveiras. E agora vejamos o que diz que são estas Duas Oliveiras: diz capítulo 4, versículo 11 ao 14:

         “Respondi mais, dizendo-lhe: Que são as duas oliveiras à direita e à esquerda do castiçal?

E, respondendo-lhe outra vez, disse: Que são aqueles dois ramos de oliveira, que estão junto aos dois tubos de ouro, e que vertem de si azeite dourado?

E ele me falou, dizendo: Não sabes tu o que é isto? E eu disse: Não, senhor meu.

Então ele disse: Estes são os dois ungidos, que estão diante do Senhor de toda a terra”.

         O que são as duas Oliveiras e os dois ramos de oliveira? São os Dois Ungidos, os Dois Ungidos que estão diante da presença do Senhor de toda a Terra.

         Estes são os Dois Ungidos de Apocalipse, capítulo 11. E vejam vocês que depois o Anjo Forte dar o Livrinho dos Sete Selos a um homem e comer esse Livrinho, em seguida recebe a ordem de profetizar sobre muitos povos, nações e línguas; e em seguida vem o ministério das Duas Oliveiras, que é o ministério de quem come o Livrinho aberto, e vem o ministério profético manifestado em carne humana no Último Dia.

         E agora, isto cumpre também o que disse Jesus Cristo falando a respeito da Vinda do Filho do Homem nas nuvens e mostrando o sinal do Filho do Homem no céu, nas nuvens, e em seguida enviando aos seus Anjos com Grande Voz de Trombeta; e Seus Anjos são Moisés e Elias, os ministérios de Moisés e Elias.

         Vejam como em São Mateus 24, versículo 30 ao 31, mostra-o, e o mostra em seguida enviando os seus Anjos. E em Apocalipse, capítulo 10 e capítulo 11 mostra a Vinda do Filho do Homem nas nuvens, e em seguida o mostra dando o Livrinho para comer, o Livrinho dos Sete Selos, e em seguida o mostra enviando-o para profetizar sobre muitos povos, nações e línguas. E em seguida, em Apocalipse 11, o ministério profético de Moisés e Elias é manifestado nesse que comeu o Livrinho aberto e profetiza sobre muitos povos, nações e línguas.

         E assim é enviado para, com a Grande Voz de Trombeta do Evangelho do Reino, chamar e juntar todos os escolhidos de Deus e profetizar sobre muitos povos, nações, línguas e reis.

         Esse é o ministério prometido para o Último Dia, na Vinda do Filho do Homem, na Vinda do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor, que é a Vinda de Cristo, o Anjo Forte que desce do Céu.

         Este Anjo Forte de Apocalipse, capítulo 10, o encontramos em 28 de fevereiro de 1963 em uma constelação de anjos, em uma nuvem formada por anjos, entre os quais Ele era um e era o mais importante desses anjos; todos estão nos Seus corpos teofânicos.

         Os sete anjos mensageiros das sete eras estão aqui, e também aqui está o Anjo que era diferente dos demais, o qual é Cristo em Seu corpo teofânico, o qual é o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, o qual vem como diz Apocalipse, capítulo 10: vestido de uma nuvem com Seu rosto como o sol e com o Livrinho aberto em Sua mão.

         É o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, e agora o encontramos neste sinal, o sinal do Filho do Homem no céu, sendo mostrado para dar testemunho da Vinda do Filho do Homem à Terra.

         Portanto, Ele envia Seus Anjos (ou seja: os ministérios de Moisés e Elias) daí em diante para que? Para profetizar sobre muitos povos, nações e línguas; e envia Seus Anjos para que? (Com Grande Voz de Trombeta, com a Mensagem da Grande Voz de Trombeta o envia, envia Seus Anjos, ou seja: os ministérios de Moisés e Elias): para chamar e juntar todos os escolhidos de Deus.

         Agora, todo este mistério da Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos, sendo visto o Filho do Homem no céu, aí, sendo visto Cristo, o Anjo do Pacto, aí no céu, nessa nuvem, para Ele ter Seu ministério no cumprimento da Sua Vinda e realizar o cumprimento do Sétimo Selo (que é a Vinda do Filho do Homem, a Vinda do Senhor)… Assim como estes anjos para ter seus ministérios aqui na Terra tiveram que vir em corpos humanos, este Anjo que é diferente dos demais para ter Seu ministério, o ministério do Sétimo Selo, tem que vir em carne humana também.

         E o que será a Vinda desse Anjo em carne humana no Último Dia? Veremos que será conforme ao que disse o precursor da Segunda Vinda de Cristo. Na página 134 do livro Os Selos diz (em espanhol):

         “142. E vocês notem: Quando este Espírito Santo que temos chegue a encarnar-se, que está em nosso meio agora mesmo na forma do Espírito Santo, quando Ele chegue a ser encarnado na Pessoa de Jesus Cristo, então nós lhe coroaremos como Rei dos reis e Senhor de Senhores”.

         Temos a promessa que este Anjo do Pacto, Jesus Cristo em Espírito Santo, Ele virá no meio da Sua Igreja em carne humana. Ele é o Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19, Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, em Espírito Santo.

         Mas agora, na página 277 do livro Os Selos em espanhol diz (orando o reverendo William Branham diz):

         “[240].… pedimos que o Espírito Santo venha agora mesmo, o Cavaleiro do verdadeiro cavalo branco, enquanto Seu Espírito, o Espírito de Cristo, entre em confrontação com o anticristo, e Ele chame os Seus”.

         É o Espírito Santo quem chama os Seus com essa Grande Voz de Trombeta no Último Dia.

         E agora, como virá para fazer esse trabalho no Último Dia? Como virá para se manifestar no meio da Sua Igreja no Último Dia? Na página 256 do livro Os Selos em espanhol diz:

         “121. Mas quando nosso Senhor aparecer sobre a Terra, Ele virá sobre um cavalo branco como a neve, e será completamente Emanuel — a Palavra de Deus encarnada em um homem”.

         Se encontrarmos esse homem aonde vem o Verbo, a Palavra, o Anjo do Pacto, o Anjo que era diferente dos demais, se encontrarmos esse véu de carne aonde vem este Anjo encarnado, aonde vem este Anjo manifestado em carne humana, estaremos encontrando o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor em Sua Vinda em carne humana no Último Dia nos dando testemunho de todas estas coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final, e chamando e juntando os seus escolhidos com essa Grande Voz de Trombeta do Evangelho do Reino; porque na manifestação deste Anjo que desce do Céu, que é o Anjo Forte de Apocalipse, capítulo 10, e é o Anjo que aparece vestido de uma nuvem em São Mateus, capítulo 24, versículo 30 em diante, o Filho do Homem vindo nas nuvens com poder e glória, vejam vocês, Sua Vinda aqui a Terra em carne humana é o maior evento da raça humana desde Adão até este tempo.

         A primeira parte da Vinda deste Anjo foi dois mil anos atrás no véu de carne chamado Jesus; e para o Último Dia Ele terá um véu de carne onde estará manifestado, realizando a Obra correspondente ao Último Dia e operando os ministérios de Moisés por segunda vez, de Elias por quinta vez e de Jesus pela segunda vez.

         No mesmo véu de carne estarão esses três grandes ministérios manifestados para chamar e juntar todos os escolhidos de Deus, conforme está prometido; e assim ter a manifestação das Duas Oliveiras e Dois Castiçais de ouro que estão diante da presença de Deus, e assim ter as Duas Testemunhas de Apocalipse, capítulo 11, e em seguida ter a outra Testemunha; porque são três Testemunhas: Duas Testemunhas em Apocalipse, capítulo 11, mas há outra Testemunha, a qual é a Testemunha fiel e verdadeira, o qual é nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         Portanto, esses três grandes ministérios serão os três grandes ministérios das três Testemunhas que no Último Dia estarão manifestados na Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos; e aí teremos a Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos no mesmo véu de carne. Teremos a Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos, teremos o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor do Antigo Testamento, que é Jesus Cristo do Novo Testamento.

         E Jesus Cristo em Espírito Santo é o mesmo Anjo do Pacto. Por isso é que quando Ele esteve em carne humana aqui na Terra, Ele disse àqueles hebreus, disse-lhes: “Se vocês fossem de Deus, vocês me amariam (se fossem filhos de Deus)”, e “se vocês fossem crentes em Moisés, se vocês cressem em Moisés, vocês creriam em mim, porque de mim falou Moisés”, e “se vocês fossem filhos de Abraão, vocês me amariam. Abraão não fez isto, isto que vocês estão fazendo”.[]

         “Abraão desejou ver meu dia; viu-o, e se alegrou”. Lhe dizem: “Agora sim: não tendes cinquenta anos e diz que viu Abraão”. Jesus diz: “Antes que Abraão nascesse; eu sou”.

         E como pode ser possível que um homem que venha a Terra nesse tempo em que veio Jesus, tenha sido antes de Abraão e que Abraão o viu? Pois simples: no Seu corpo teofânico (que é o Espírito) já Jesus, ainda antes de Abraão, Jesus já estava em Seu corpo teofânico, e ainda antes de Adão Jesus já estava em Seu corpo teofânico. Por quê? Porque “no princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus”, e diz a Escritura: “Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. E também diz: “Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens”.

         Aí está a origem do ser humano: no Verbo que era com Deus e era Deus.

         Era com Deus porque esse Verbo é o corpo teofânico de Deus, e era Deus porque Deus estava dentro desse corpo teofânico, que é o corpo teofânico de Deus; e esse é Jesus Cristo no Antigo Testamento no Seu corpo teofânico, não o véu de carne, senão Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó. Ele foi quem libertou o povo hebreu e Ele foi quem criou todas as coisas.

         E agora, fez-se carne, conforme São João, capítulo 1, versículo 14, e diz: “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós…”. E quando se fez carne e habitou entre os seres humanos, foi conhecido pelo nome de Jesus.

         E agora vejam vocês porque Jesus podia dizer: “Antes que Abraão nascesse; eu sou”.

         E vocês sabem uma coisa? Que antes que aparecessem estes mensageiros do Senhor Jesus Cristo, antes que aparecessem (vamos dizer): antes do sétimo anjo mensageiro, sexto anjo mensageiro, quinto anjo mensageiro, antes desses anjos mensageiros, olhem; este Anjo do Senhor Jesus Cristo já estava dando a revelação apocalíptica a João o apóstolo; portanto, esse Anjo pode dizer: antes do precursor da Segunda Vinda de Cristo ele já era; já esse corpo teofânico, esse espírito teofânico já está dando a revelação apocalíptica a João o apóstolo.

         E como será quando vier em Seu corpo de carne no Último Dia? Pois dará a revelação apocalíptica à Igreja do Senhor Jesus Cristo, e por meio desse véu de carne, Cristo, o Anjo do Pacto, estará manifestado e estará nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer, e assim estará nos mostrando todas estas coisas que correspondem a este Último Dia.

         “Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer”. “Depois destas”, as que devem acontecer, são as que acontecem no tempo da Era da Pedra Angular.

         Essas são dadas a conhecer por Jesus Cristo através do Seu véu de carne, chamado o Anjo do Senhor Jesus Cristo; porque o Anjo do Senhor Jesus Cristo estará manifestado em carne humana no Último Dia, e nesse anjo, o Anjo do Pacto, Jesus Cristo, virá manifestado e virá usando esse mensageiro, e estará manifestando nesse mensageiro o ministério de Moisés por segunda vez, o ministério de Elias por quinta vez e o ministério de Jesus por segunda vez; porque esse é o instrumento de Cristo para o Último Dia, assim como o instrumento de Cristo para cada era foi o mensageiro de cada era.

         E agora, onde esteve manifestado Cristo em cada era? Pois na era correspondente através do mensageiro correspondente. E onde estará Cristo manifestado neste Último Dia através do Seu Anjo Mensageiro? Pois em Sua Igreja na Era da Pedra Angular. E para ver Sua Vinda onde há que estar? Pois dentro da Sua Igreja na Era da Pedra Angular.

         Você, por exemplo, não pode ver a vinda de um personagem que venha a sua casa se você se encontra em outra cidade; é preciso estar nessa cidade onde está sua casa e é preciso estar no local onde está sua casa.

         E agora, para ver a Vinda do Filho do Homem já não no céu, senão aqui na Terra, vindo à Sua Casa, Sua Casa é Sua Igreja; e é preciso estar (onde?) em Sua Casa, na era na qual Ele virá com Seus Anjos, na qual Ele virá com os ministérios de Moisés, de Elias e de Jesus. Assim virá o Anjo do Pacto, o Anjo do Pacto do povo hebreu, o qual é nosso amado Senhor Jesus Cristo em Espírito Santo. E agora, Ele virá como?

         “121. Mas quando nosso Senhor aparecer sobre a Terra, Ele virá sobre um cavalo branco como a neve, e será completamente Emanuel — a Palavra de Deus encarnada em um homem”.

         Se virmos essa Palavra velada em carne humana, encarnada em um homem, e revelada através desse homem, estaremos vendo o véu de carne onde o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor (que é Jesus Cristo em Espírito Santo) estará manifestado operando os ministérios de Moisés, de Elias e de Jesus no Último Dia; mas é preciso estar (onde?) na Casa de Deus, que é Sua Igreja, como diz São Paulo na Sua carta aos Hebreus.

         Vejamos o que nos diz em Sua carta aos Hebreus a respeito da Casa de Deus; no capítulo 3, versículo 5 em diante, diz (para não ler muito):

“E, na verdade, Moisés foi fiel em toda a sua casa, como servo, para testemunho das coisas que se haviam de anunciar;

Mas Cristo, como Filho, sobre a sua própria casa; a qual casa somos nós, se tão somente conservarmos firme a confiança e a glória da esperança até o fim”.

         Qual é a Casa de Deus? Pois nós, ou seja: a Igreja do Senhor Jesus Cristo é a Casa de Deus; é uma Casa feita com seres humanos.

Em Efésios, capítulo 2, versículo 19 ao 22, diz:

“Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus (membros da Família de Deus como filhos e filhas de Deus):

Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina;

No qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor.

No qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus em Espírito”.

         Agora vejam como estamos sendo edificados em uma Casa espiritual, que é a Igreja de Jesus Cristo.

         Como Corpo Místico de crentes, pertencemos a essa Casa, à Igreja de Jesus Cristo; como indivíduos, estamos sendo edificados (como indivíduos) como um templo de Deus também. Ou seja: o mesmo que Cristo está fazendo na Sua Igreja como Corpo Místico, o está fazendo em cada membro da Sua Igreja; porque Ele morará em toda Sua plenitude em cada um dos Seus filhos, porque seremos transformados e então Deus estará em todos nós em toda Sua plenitude; e estará em Sua Igreja como Corpo Místico de crentes em toda Sua plenitude manifestado por meio do Seu Anjo Mensageiro no Último Dia, na Era da Pedra Angular, que é a Era de Ouro da Igreja de Jesus Cristo.

         Agora podemos ver quem somos e podemos ver o que é o Sétimo Selo: o Sétimo Selo é a Vinda do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor.

         Vamos ver este Anjo do Pacto ou Anjo do Senhor aqui no livro de Êxodo, capítulo 23, onde diz do versículo 20 em diante:

“Eis que eu envio um anjo diante de ti, para que te guarde pelo caminho, e te leve ao lugar que te tenho preparado.

Guarda-te diante dele, e ouve a sua voz, e não o provoques à ira; porque não perdoará a vossa rebeldia; porque o meu nome está nele.

Mas se diligentemente ouvires a sua voz, e fizeres tudo o que eu disser, então serei inimigo dos teus inimigos, e adversário dos teus adversários.

Porque o meu anjo irá adiante de ti, e te levará aos amorreus, e aos heteus, e aos perizeus, e aos cananeus, heveus e jebuseus; e eu os destruirei”.

         Agora vejam quem é quem guia o Seu povo, tanto ao Israel terreno (o povo hebreu) como a Israel celestial (a Igreja do Senhor Jesus Cristo): é este Anjo do Pacto, que é o Anjo do Senhor, ou seja: que é o mesmo Deus no Seu corpo teofânico, o qual se fez carne no meio do povo hebreu e foi conhecido pelo nome de Jesus. Por isso podia dizer: “Antes que Abraão nascesse; eu sou” e “Abraão desejou de ver meu dia; viu-o, e se alegrou”, porque Ele foi quem libertou o povo hebreu.

         E para este tempo final, encontramos que Ele esteve em Sua Igreja manifestado de era em era em Espírito Santo através de cada anjo mensageiro de cada era falando com essa Voz de Trombeta e chamando cada escolhido em cada era.

         E agora, encontramos que chamou e juntou os seus escolhidos com a Trombeta do Evangelho da Graça em cada era, e agora na Era da Pedra Angular vem com a Grande Voz de Trombeta do Evangelho do Reino chamando e juntando os seus escolhidos por meio do Seu Anjo Mensageiro.

         Mas Seu Anjo Mensageiro não é o Senhor Jesus Cristo, Seu Anjo Mensageiro também não é Elias, Seu Anjo Mensageiro também não é Moisés, mas nele o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor que libertou o povo hebreu (o qual se manifestou em carne humana e foi chamado Jesus Cristo, e em seguida morreu, ressuscitou e subiu ao Céu, e em seguida desceu em Espírito Santo), agora para o Último Dia estará manifestado em carne humana em Seu Anjo Mensageiro; esse será o véu de carne do Anjo do Pacto para o Último Dia, e estará operando através do Seu Anjo Mensageiro os ministérios de Moisés por segunda vez, de Elias por quinta vez e de Jesus por segunda vez.

         Mas o Anjo nem é Jesus, nem é Elias, nem é Moisés, ele somente é o instrumento onde Cristo opera esses ministérios; e é Cristo por meio do Seu Anjo Mensageiro o que estará falando com Seu povo com essa Grande Voz de Trombeta e estará chamando e juntando todos os escolhidos de Deus no Último Dia.

         Alguns tropeçarão com esse Anjo Mensageiro e poderão dizer: “Mas é que eu não esperava que Cristo viesse manifestado nessa forma!”. E quem mandou a não esperá-lo assim? Quem mandou a dar outra interpretação à Escritura? Quem o mandou adiantar-se ao que Deus ia fazer e a pôr da Sua própria interpretação?

         Deus enviaria um precursor com o espírito e virtude de Elias em Sua quarta manifestação preparando o povo, e se você o quiser receber, ele é o reverendo William Branham; e ele é quem veio preparando o povo e dizendo como viria o Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19. Ele disse:

         “121. Mas quando nosso Senhor aparecer sobre a Terra, Ele virá sobre um cavalo branco como a neve, e será completamente Emanuel — a Palavra de Deus encarnada em um homem”.

         Isso é o que é preciso estar esperando como a Vinda do Anjo Forte, do Anjo que desce do Céu, o Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto, que é Jesus Cristo vindo em Espírito Santo no Último Dia manifestado em carne humana em Seu Anjo Mensageiro.

         E os Anjos do Filho do Homem, pois, são os ministérios de Moisés e Elias sendo manifestados no Último Dia; esses são os ministérios das Duas Oliveiras. E como virão esses ministérios manifestados na Terra no Último Dia? Vejamos como virá o ministério de Elias manifestado na Terra no Último Dia e então compreenderemos o que será a Vinda das duas Oliveiras no Último Dia.

         Perguntam na página 399 do livro Os Selos em espanhol ao reverendo William Branham, na pergunta número 11, sobre o Elias que pregará ao povo hebreu, perguntam:

         “11. O Elias que vem pregar aos judeus é o verdadeiro Elias que esteve nos dias de Acabe, ou será somente o espírito de Elias em outro homem?

         (E a resposta foi):

         [94]. Eu pensei que será um homem deste tempo ungido com esse espírito…”

         E nós o que pensamos? Pois pensamos o mesmo: um homem deste tempo ungido com esse espírito ministerial de Elias.

         E graças a Deus por isso, porque se fosse Elias Tisbita em pessoa, quantos de vocês sabem o idioma que ele falava? Teriam que se colocar a estudar o idioma que ele falava, e esse idioma que ele falava era o idioma do povo hebreu daquele tempo.

         Assim, vejam; qualquer pessoa que pense que será Elias Tisbita literalmente, pois, o primeiro que deve fazer é se colocar a estudar o idioma, o hebraico que ele falava naquele tempo, para que o possa entender; mas graças a Deus que o precursor da Segunda Vinda de Cristo diz que será um homem ungido deste tempo com esse espírito ministerial nele manifestado. Portanto, o entenderemos, e mais, se nos falar em nosso próprio idioma, muito melhor.

         “… porque lá, quando Elias já tinha subido (foi em um carro de fogo ou disco voador) e Eliseu se encontrou com os filhos dos profetas, eles disseram: ‘O espírito de Elias repousou sobre Eliseu’. É que Eliseu operou igual a Elias”.

         Elias feriu as águas do Jordão com seu manto e passou com Eliseu ao outro lado do Jordão; e em seguida, quando Elias se foi em um carro de fogo, Eliseu tomou o manto de Elias que tinha caído, parou frente ao Jordão (muito triste porque havia ido seu pai espiritual) e feriu as águas do Jordão dizendo: “Onde está o Deus de Elias?” E as águas se abriram. E os filhos dos profetas ao verem isto disseram: “O espírito de Elias repousou sobre Eliseu”, porque o viram abrindo o Jordão na mesma forma em que o profeta Elias tinha feito.

         E agora, Elias na Sua segunda manifestação foi quem? Eliseu, em Eliseu estava o ministério de Elias pela segunda ocasião; e Elias na Sua terceira manifestação foi João Batista, no qual estava o ministério de Elias na terceira manifestação ou terceira ocasião, precursando a Primeira Vinda de Cristo.

         E Elias na Sua quarta manifestação foi o reverendo William Branham, precursando a Segunda Vinda de Cristo; e Elias em Sua quarta manifestação esteve abrindo os Selos: abriu o primeiro, o segundo, o terceiro, o quarto, o quinto e o sexto; e quando chegou ao sétimo, disse: “Este Selo não pode ser aberto ainda. Será aberto na Vinda do Senhor, quando Jesus aparecer sobre a Terra para levar a Sua Noiva”.

         E como diz a Escritura que virá o Filho do Homem? Virá com Seus Anjos, portanto virá o ministério de Elias e o ministério de Moisés e o ministério de Jesus no cumprimento da Vinda desse Anjo que é diferente dos demais.

         E agora, Elias começou abrindo os Selos; e agora diz Elias que será o Senhor Jesus Cristo quem nos abrirá o Sétimo Selo; e com Ele vêm Seus Anjos, ou seja: Moisés e Elias.

         Portanto, quando os escolhidos de Deus virem o Filho do Homem com Seus Anjos vindo e se manifestando na Terra (e isso será a Vinda da Palavra encarnada em um homem), quando vejam o Verbo, a Palavra, o Anjo do Senhor manifestado, encarnado em um homem no Último Dia, e o virem abrindo o Sétimo Selo e revelando à Sua Igreja o mistério do Sétimo Selo, dirão: “O espírito de Elias repousou sobre o Anjo de Jesus Cristo”.

         E outros olharão e verão que está fazendo uma mudança de dispensação, e dirão: “O espírito de Moisés repousou sobre o Anjo de Jesus Cristo”, porque vem com uma Mensagem dispensacional para uma nova dispensação. E quando o virem falando sobre o Reino de Deus vindo e do estabelecimento do Reino de Deus, e falando do Trono de Davi e falando de todas estas coisas, dirão: “O Espírito de Jesus Cristo, o ministério de Jesus Cristo, regressou no Seu Anjo Mensageiro”. Porque essas são as três grandes manifestações ministeriais que estarão na Vinda do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor, em carne humana em Seu Anjo Mensageiro, na vinda ou abertura do Sétimo Selo aqui na Terra.

         Esse é o grande mistério do Sétimo Selo, e isto é para a Nova Criação, isto é para os filhos e filhas de Deus, isto é para a Igreja do Senhor Jesus Cristo, para o Corpo Místico de Cristo na Era da Pedra Angular; a eles é concedido conhecer este mistério, que é o maior mistério dos Céus e da Terra que nunca antes tinha sido revelado. Nem sequer o precursor da Segunda Vinda de Cristo pôde abrir esse mistério, mesmo que ele viu e compreendeu o que era esse mistério; mas foi proibido falar sobre esse mistério, ou seja: abrir, dar a conhecer esse mistério: onde, quando, como, em quem e todas estas coisas, por quê? Porque interromperia o Programa de Deus.

         E a João o apóstolo foi proibido escrever o que os Trovões falaram, porque se interromperia todo o Programa de Deus se João o apóstolo escrevesse o que escutou o que os Trovões falaram. Teria escrito o conteúdo do Sétimo Selo, o conteúdo da Segunda Vinda de Cristo, e teriam se levantado desde aquele tempo grandes imitadores fazendo grandes coisas; e quando o cumprimento do Sétimo Selo se realizasse, já o inimigo de Deus teria tudo alterado a tal grau que o Programa Divino do Sétimo Selo sendo manifestado, o Programa Divino da Vinda do Anjo do Pacto em carne humana em Seu Anjo Mensageiro sendo manifestado, se colocaria a perder, ou seja: não teria o efeito que tem que ter no Último Dia. E um dos efeitos é chamar e juntar todos os escolhidos (com o que?) com a Grande Voz de Trombeta do Evangelho do Reino, que gira em torno da Segunda Vinda de Cristo, da Vinda do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor.

         E agora, vejam vocês, o território onde se cumpriria esse mistério para aquele tempo também não foi revelado, porque se João revelasse, o que acontecia? Tinha que ser colocado aí o território em uma forma mais aberta. E o território para esse grande evento, conforme as profecias de Jesus, onde disse que a Vinda do Filho do Homem será como o relâmpago que sai do oriente e se mostra no ocidente…

         Onde foi a Primeira Vinda de Cristo? No oriente, ali foi onde o relâmpago saiu. Mas onde é que se mostrará o relâmpago, a Vinda do Filho do Homem no Último Dia? Onde? No ocidente, no continente latino-americano e caribenho; porque já na parte norte do continente do ocidente, que é a América do Norte, já se cumpriu a sétima era da Igreja gentia; e agora é na América Latina e no Caribe onde se cumpre a Era da Pedra Angular, a Era de Ouro da Igreja de Jesus Cristo.

         E esse mistério estava escondido sob o Sétimo Selo para a Nova Criação, para a Igreja de Jesus Cristo como Corpo Místico de crentes e para cada membro desse Corpo Místico de Jesus Cristo.

         E agora, por isso podemos ver a Obra que Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, está realizando na América Latina e no Caribe. Essa é a Obra que está sob o Sétimo Selo para a Nova Criação, para a Igreja do Senhor Jesus Cristo.

         O que está acontecendo atualmente na América Latina e no Caribe, no Programa de Deus, é nada menos que O SÉTIMO SELO E A NOVA CRIAÇÃO; todo esse Programa em ação sendo realizado por Cristo, o Anjo do Pacto, neste tempo final.

         E agora, nós somos abençoados neste Último Dia. Fomos privilegiados em estar vivendo no território onde estas grandes promessas seriam cumpridas, onde o Filho do Homem como relâmpago estaria resplandecendo, e os assentados em trevas e sombra de morte no território latino-americano e caribenho, grande luz lhes resplandeceria: a Luz do Sétimo Selo, a Luz da Vinda do Anjo do Pacto, a Luz da Palavra encarnada em um homem neste tempo final manifestando os ministérios de Moisés, de Elias e de Jesus; e assim cumprindo a promessa da Vinda do Anjo Forte descendo do Céu e chamando e juntando todos Seus escolhidos com a Grande Voz de Trombeta neste tempo final, no cumprimento de O SÉTIMO SELO E A NOVA CRIAÇÃO e na Nova Criação.

         Vejam, não é uma obra humana, mas é a Obra do Anjo que era diferente dos demais, deste Anjo que era diferente dos demais, o qual tem o Sétimo Selo.

         Esse é o Anjo que esteve nas sete eras da Igreja gentia, manifestado através de cada anjo mensageiro; e esteve viajando pela terra de Israel, onde viajou em carne humana em Jesus de Nazaré; em seguida esteve viajando em Espírito Santo em Seus apóstolos, em seguida esteve viajando em São Paulo na Ásia Menor, em seguida esteve viajando na Europa nos cinco mensageiros que enviou à Europa: Irineu, Martín, Colombo, Lutero e Wesley; e em seguida esteve viajando pela América do Norte no reverendo William Branham, o sétimo anjo mensageiro da sétima era da Igreja gentia e precursor da Segunda Vinda de Cristo; esse é o Elias que tinha que vir precursando a Segunda Vinda de Cristo, esse é o ministério de Elias pela quarta vez manifestado. E agora, na América Latina e no Caribe, no Seu Anjo Mensageiro estaria manifestado operando os ministérios de Moisés, de Elias e de Jesus viajando entre os latino-americanos e caribenhos.

         E agora, isto é colocando um pé sobre o mar e o outro sobre a terra. Águas representam povos, nações e línguas; e Ele estará colocando um pé sobre povos, nações e línguas, estará viajando por povos, nações e línguas primeiramente manifestando Seu amor e misericórdia. Mas recordem, os pés são de bronze ardente, e isto representa o juízo divino, são os pés do juízo divino, são os ministérios de Moisés e Elias, esses dois pés de bronze polido; mas primeiro caminham pelos lugares onde Deus estará estendendo Sua misericórdia, que é a América Latina e o Caribe, para bênção de todos os latino-americanos e caribenhos.

         E vejam vocês o território que tem a bênção da Vinda do Filho do Homem como relâmpago, a Vinda do Filho do Homem colocando Seu pé direito sobre o mar e o esquerdo sobre a Terra; porque coloca o direito sobre o mar (ou seja: pelas nações, povos e línguas por onde viajará) e o esquerdo sobre a terra, porque de algum território tem que vir o véu de carne no qual estará o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, o Anjo Forte que desce do Céu manifestado em carne humana.

         Assim que podemos ver este mistério do Sétimo Selo e podemos ver onde Ele estará manifestado através de carne humana: será na Nova Criação, em Sua Igreja, na Era da Pedra Angular, que é a era que corresponde aos latino-americanos e caribenhos. Essa é a Era de Ouro da Igreja de Jesus Cristo.

         Assim que, vejam vocês, a Era de Ouro da Igreja de Jesus Cristo é entre os latino-americanos e caribenhos; portanto, vocês como indivíduos estão representados aí no ouro. Vocês são ouro para Deus, e vocês são pedras preciosas, pedras vivas; vocês são o melhor tipo de pedras que há; vocês são diamantes para Deus.

         E agora, vejam vocês, se formos pedras vivas pertencendo à Era da Pedra Angular, a era que refletirá; que manifestará as sete cores do arco íris, mas no círculo completo, que melhor que um diamante bem talhado para refletir as sete cores do arco íris, onde a luz entra nessa pedra e manifesta o prisma, essas sete cores do arco íris?

         E agora, a Era da Pedra Angular, que é bem cortada pelo Anjo do Pacto, vejam vocês, manifesta a Luz de Cristo, o Sol de Justiça, vindo com Seu rosto como sol, resplandecendo, e as sete cores do arco íris sendo manifestados na Era da Pedra Angular, a Era de Ouro e também a Era de Diamante, de pedras vivas, de diamantes, que são os escolhidos de Deus.

         Agora vejam; o povo que pensavam que não progredia como os povos desenvolvidos europeus e de outros continentes que se dizem ser desenvolvidos, agora é o território que tem a bênção de Deus e que tem a promessa de ser o território de mais prosperidade em conjunto com o povo hebreu.

         E podemos dizer: A América Latina e o Caribe sim que tem futuro! Porque seu futuro está não no reino dos gentios, mas sim no Reino de Jesus Cristo, nesse glorioso Reino Milenial. E o povo hebreu sim que tem futuro! Porque seu futuro está no Reino do Messias, no glorioso Reino Milenial de Cristo.

         Agora, vejam vocês as nações que sim têm futuro: as nações latino-americanas e caribenhas e a nação hebraica; essas são as nações que têm o futuro mais glorioso de todas as nações.

         E haverá oportunidade para outras nações, seguramente, mas sabem vocês uma coisa? Que o glorioso Reino Milenial vai estar cheio de latino-americanos e caribenhos, não somente dos escolhidos, mas que oramos por todos os latino-americanos e caribenhos, e por todas nossas nações latino-americanas e caribenhas, para que durante os juízos da grande tribulação não sejam destruídas a nações latino-americanas e caribenhas, e possam entrar com sua gente ao glorioso Reino Milenial do nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         E nesse glorioso Reino Milenial serão ensinadas todas as nações, “porque toda a Terra será cheia do conhecimento da glória do Senhor (ou seja: da Segunda Vinda de Cristo) como as águas cobrem o mar”, e “O Senhor será um, e um Seu Nome”; ou seja: que somente haverá uma só forma de crer em Deus e servir a Deus.

         Portanto, tudo sairá da terra de Israel, de Jerusalém, porque ali estará a capital do mundo inteiro, e o território de Israel será o Distrito Federal. Portanto ali estarão os Departamentos de Finanças desse Reino, o Departamento de Religião também, o Departamento de Educação; todos os departamentos para o Reino Milenial de Cristo estarão no Distrito Federal.

         E os escolhidos de Deus, a Nova Criação, os nascidos de novo durante as sete eras da Igreja gentia e na Era da Pedra Angular, onde estarão? Também lá na terra de Israel como reis e sacerdotes. Esse o Gabinete de Cristo, esse é Seu Gabinete para esse glorioso Reino Milenial.

         Porque Cristo com Seu Sangue nos redimiu, nos lavou de nossos pecados e nos redimiu para nosso Deus e nos fez (o que?) reis e sacerdotes. E que mais? E reinaremos com Ele, com Cristo, mil anos (para que?) para começar. E isso é um bom começo; isso somente é a lua de mel de Cristo com Sua Igreja, e em seguida teremos toda a eternidade.

         E sabem vocês uma coisa? Nos olharemos no espelho e diremos: “Tenho um corpo jovenzinho”; e depois, digamos, aos mil anos, se nos olharmos de novo, podemos dizer: “E ainda não ficou velho. Nem sequer reflete que passou um ano por cima, e já passaram mil anos”; e milhões de anos depois, nos olharemos de novo e diremos: “Parece que não passou nem um dia por cima, e passaram um milhão de anos”. Por quê? Porque esse é um corpo eterno, um corpo glorificado.

         E agora, quando virmos o nosso amado Senhor Jesus Cristo no Seu corpo, o qual foi ressuscitado e o qual é um corpo glorificado, o veremos e poderemos dizer: “Parece que não passou nem um ano por cima, está jovenzinho”. Por quê? Porque nesse corpo glorificado, nesse corpo eterno, permaneceremos jovens por toda a eternidade. É um corpo perfeito, um corpo eterno, um corpo que seus átomos serão diferentes aos átomos deste corpo mortal.

         E agora, tudo isso é para quem? Para cada um de vocês e para mim também, sob O SÉTIMO SELO E A NOVA CRIAÇÃO.

         É preciso pertencer a essa Nova Criação, que é Sua Igreja, para obter todas essas bênçãos que Ele prometeu para a Nova Criação; e essa Nova Criação, Sua Igreja, estará onde neste tempo final? Na etapa da Era da Pedra Angular. E essa etapa estará se cumprindo onde? Pois na América Latina e no Caribe.

         Correspondeu-nos a maior bênção, na América Latina e no Caribe, de todas as bênçãos de Cristo para Sua Igreja!

         Estamos vivendo no território da bênção de Deus, da bênção do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor; da bênção de Cristo, da bênção do Sétimo Selo sendo manifestado na Terra neste tempo final, na Vinda da Palavra encarnada em um homem em Sua Igreja, que é a Nova Criação, na América Latina e no Caribe.

         “O SÉTIMO SELO E A NOVA CRIAÇÃO”.

         O que é a Nova Criação? Como indivíduos, os crentes em Cristo, que o receberam como seu Salvador e lavaram seus pecados no Sangue de Cristo e receberam Seu Espírito Santo, e têm um corpo teofânico; e a Nova Criação como Corpo Místico é a Igreja do Senhor Jesus Cristo.

         E agora, o que é o Sétimo Selo? É a Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos, é a Vinda do Anjo do Senhor, do Anjo do Pacto, que é Jesus Cristo, o qual veio em carne humana dois mil anos atrás, e para o Último Dia virá em outro véu de carne manifestado, que é o Anjo do Senhor Jesus Cristo.

         Mesmo que o Seu Anjo não seja o Senhor Jesus Cristo, mas nele estará Jesus Cristo manifestado em carne humana, e estará o ministério de Moisés também manifestado em carne humana e estará o ministério de Elias manifestado também em carne humana. Esse é o mistério do Sétimo Selo que causou silêncio no Céu como por meia hora quando foi aberto no Céu.

         “O SÉTIMO SELO E A NOVA CRIAÇÃO”.

         Aqui estamos; aqui estamos neste Último Dia, conforme Deus disse que estaríamos.

         O SÉTIMO SELO E A NOVA CRIAÇÃO, ou seja: Cristo, o Anjo do Pacto, vindo à Sua Igreja; e aqui estamos neste Último Dia.

         “O SÉTIMO SELO E A NOVA CRIAÇÃO”. A Vinda do Anjo do Pacto e Sua Igreja.

         Isso é o mesmo que foi mostrado na parábola das dez virgens. Quando saiu o clamor: “Eis aqui o esposo vem; saiam a recebe-lo!”, as que estavam preparadas se levantaram e as outras também se levantaram, e umas tinham azeite nas Suas lâmpadas e as outras não. E as que não tinham azeite nas Suas lâmpadas, nem em suas vasilhas; encontramos que diziam às prudentes: “nos deem do Seu azeite, porque nossas lâmpadas se apagam”, e as prudentes disseram: “vão vocês aos que têm; aos que vendem, para que comprem para vocês, para que assim não falte a nós e a vocês também”.

         E enquanto foram comprar azeite as que não tinham azeite…, ou seja: as que haviam crido em Cristo como seu Salvador, mas não haviam recebido o Espírito Santo, porque o azeite representa o Espírito Santo.

         E agora, enquanto elas foram; as que estavam preparadas, encontramos que diz a Escritura que veio o esposo e as que estavam preparadas entraram com ele às Bodas; ou seja: veio o Esposo, se cumpriu o Sétimo Selo, cumpriu-se a Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos, e as que estavam preparadas entraram com Ele às Bodas e se fechou a porta.

         Estamos no tempo onde estão sendo chamados e juntados todos os escolhidos de Deus, todas as virgens prudentes (para que?) para entrar com Ele, com Cristo, na Sua Vinda, com o Sétimo Selo; e em breve se fechará a porta. E quando se fechar a porta, Cristo já sairá do Trono de Intercessão no Céu e já não haverá oportunidade para nenhuma outra pessoa entrar ao Corpo Místico de Cristo, à Era da Pedra Angular, e ser aí parte desses escolhidos que serão transformados no Último Dia.

         Em seguida virá a ressurreição dos mortos em Cristo e a transformação de nós os que vivemos. E em seguida estaremos de 30 a 40 dias aqui na Terra no corpo novo, e depois iremos ao Céu, à Casa do nosso Pai celestial, a grande Ceia das Bodas do Cordeiro.

         Como fazem nas Bodas na maior parte das ocasiões, que se têm as Bodas, se realizam as Bodas, e depois se vai à outra parte, que é a recepção (alguns a têm no mesmo lugar e outros a têm em outro lugar).

         E encontramos que Cristo na Terra realiza a união com Sua Igreja, entram as que estão preparadas às Bodas com Cristo, e em seguida a recepção a teremos (onde?) na Casa do nosso Pai celestial; ali será a Ceia das Bodas do Cordeiro, onde Cristo repartirá Seus presentes, Seus galardões, a todos Seus filhos, a todos os membros dessa Nova Criação, por todos os trabalhos realizados na Obra de Cristo com amor divino por cada filho ou filha de Deus que trabalhou no Reino de Deus, a favor de Jesus Cristo; porque “vosso trabalho no Senhor não é em vão”. Ele diz que vem e diante Dele vem Seu galardão, ou seja… vamos ler, bem, diz:

         “E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo...

         Diz:

         “E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para recompensar a cada um segundo a sua obra”. (Apocalipse 22, versículo 12).

         E disto mesmo falou Jesus em São Mateus, capítulo 16, versículo 27, quando disse:

         “Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras”.

         E agora, isto é para o Último Dia, onde São Paulo disse [1 Coríntios 15:51-54]:

“Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;

Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.

E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória”.

         Daí em diante nem um filho de Deus morrerá. Por quê? Porque teremos um corpo eterno, e se é um corpo eterno é um corpo imortal, um corpo perfeito, igual ao do nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         Vejam que é para o tempo da Trombeta Final, para o tempo da Grande Voz de Trombeta ou Trombeta Final do Evangelho do Reino, nos revelando o mistério da Sua Vinda.

         Foi para mim um privilégio muito grande estar com vocês nesta noite lhes dando testemunho de O SÉTIMO SELO E A NOVA CRIAÇÃO.

         Que as bênçãos do Sétimo Selo, de Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, sejam sobre todos vocês e sobre mim também, e em breve todos sejamos transformados e levados à Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

         Passem todos muito boa noite, e deixo conosco novamente ao reverendo Miguel Bermúdez Marín para continuar e finalizar nossa parte nesta ocasião.

         Até que chega Miguel…

         “O SÉTIMO SELO E A NOVA CRIAÇÃO”.

         Onde estão as pessoas que veriam esse mistério do Sétimo Selo e a Nova Criação? Pois aqui estamos, na América Latina e no Caribe, aqui na República Mexicana uma parte e outra parte em cada país latino-americano e caribenho.

         Bom, que Deus continue abençoando a todos, que Deus os guarde, e passem todos muito boa noite.

         Conosco o reverendo Miguel Bermúdez Marín.

         “O SÉTIMO SELO E A NOVA CRIAÇÃO”.

         [Revisão março 2019]

Encuéntrenos

Carretera No.1 Km 54.5
Barrio Monte Llano
Cayey, Puerto Rico
00736

Twitter