ImprimirImprimir

Muito boa tarde amados irmãos e amigos presentes. É para mim uma grande bênção estar com vocês novamente nesta ocasião, para compartilhar uns momentos com vocês ao redor da Palavra de Deus e Seu Programa correspondente a este tempo final sob o tema: “O SÉTIMO SELO PONDO FIM AOS SISTEMAS MUNDIAIS”.

Para o qual quero ler em Daniel, capítulo 2. No livro do profeta Daniel, capítulo 2, leremos versículos 37 em diante, 37 ao 45 diz (aqui o profeta Daniel já vai interpretar o sonho ao rei):

“Tu, ó rei, és rei de reis; a quem o Deus do céu tem dado o reino, o poder, a força, e a glória.

E onde quer que habitem os filhos de homens, na tua mão entregou os animais do campo, e as aves do céu, e fez que reinasse sobre todos eles; tu és a cabeça de ouro.

E depois de ti se levantará outro reino, inferior ao teu; e um terceiro reino, de bronze, o qual dominará sobre toda a terra.

E o quarto reino será forte como ferro; pois, como o ferro, esmiúça e quebra tudo; como o ferro que quebra todas as coisas, assim ele esmiuçará e fará em pedaços.

E, quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um reino dividido; contudo haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois viste o ferro misturado com barro de oleiro.

E como os dedos dos pés eram em parte de ferro e em parte de barro, assim por uma parte o reino será forte, e por outra será frágil.

Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de oleiro, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro.

Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre,

Da maneira que viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro; o grande Deus fez saber ao rei o que há de ser depois disto. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação.

Então o rei Nabucodonosor caiu sobre a sua face, e adorou a Daniel, e ordenou que lhe oferecessem uma oblação e perfumes suaves.

Respondeu o rei a Daniel, e disse: Certamente o vosso Deus é Deus dos deuses, e o Senhor dos reis e revelador de mistérios, pois pudeste revelar este mistério.

Então o rei engrandeceu a Daniel, e lhe deu muitas e grandes dádivas, e o pôs por governador de toda a província de babilônia, como também o fez chefe dos governadores sobre todos os sábios de babilônia.

E pediu Daniel ao rei, e constituiu ele sobre os negócios da província de babilônia a Sadraque, Mesaque e Abednego; mas Daniel permaneceu na porta do rei.”

Que Deus abençoe Sua Palavra em nossas almas e abençoe nossas almas com Sua Palavra e nos permita entendê-la.

Nosso tema para esta ocasião é: “O SÉTIMO SELO PONDO FIM AOS SISTEMAS MUNDIAIS”.

E onde o profeta Daniel falou ao rei Nabucodonosor sobre o reino dos gentios, o qual começou com a cabeça de ouro…; porque este sonho que o profeta Daniel interpretou ao rei Nabucodonosor, encontramos que era um sonho no qual ele viu uma estátua com sua cabeça de ouro, seu peito e seus braços de prata, seu ventre e suas coxas de bronze, e suas pernas de ferro e seus pés de ferro e de barro de oleiro.

A cabeça de ouro representa o reino babilônico ou império babilônico, o peito e os braços de prata representam o reino medo-persa, o ventre e as coxas de bronze representam o império da Grécia, e as pernas de ferro; o império romano; e os pés de ferro e de barro de oleiro são parte das pernas, porque as pernas são de ferro e os pés são de ferro e de barro.

Assim vejam vocês, o quarto império dos gentios tem duas partes. A primeira parte se cumpriu no tempo de Jesus: encontramos que estava o império romano dos Césares governando sobre a Terra, sobre Roma e sobre as demais nações; sobre o povo hebreu também governava, dominava o império romano; e esse foi o império que crucificou Jesus Cristo, esse foi o império que a pedido do povo hebreu, crucificou Cristo na Cruz do Calvário.

O povo hebreu por pedir a morte de Cristo; depois de rejeitar Cristo, encontramos que esteve passando por dois mil anos de grandes provas, grandes perseguições; seu templo foi destruído (o templo em Jerusalém), sua cidade foi destruída pelo general romano Tito; e mesmo que a cidade atualmente foi reconstruída ou está reconstruída em parte, encontramos que o templo ainda não o puderam reconstruir, não puderam construir outro templo; porque onde estava o templo hebreu agora se encontra a mesquita de Omar, e por isso não puderam construir o templo os hebreus.

E o povo hebreu, desde que seu templo foi destruído em Jerusalém, esteve sem um templo para oferecer a Deus o sacrifício expiatório no dia dez do sétimo mês de cada ano; sacrifício que realizava a reconciliação do povo hebreu com Deus a cada ano. E ao não ter esse sacrifício a cada ano, o povo hebreu se encontra, como? Se encontra fora de reconciliação com Deus; portanto o juízo divino esteve caindo sobre o povo hebreu nestes dois mil anos aproximadamente que transcorreram.

O povo hebreu não sabe por que lhe vieram todos estes problemas, mas vejam, foi porque rejeitou o Messias, Cristo; e o próprio Cristo, falando do que significava essa rejeição que eles fizeram ao Messias, disse que isso significava que Jerusalém seria destruída.

No capítulo 19, versículo 41 ao 44, de São Lucas, diz:

“E, quando ia chegando, vendo a cidade (ou seja, Jesus em Sua entrada triunfal), chorou sobre ela, Dizendo: Ah! se tu conhecesses também, ao menos neste teu dia, o que à tua paz pertence! Mas agora isto está encoberto aos teus olhos.

Porque dias virão sobre ti, em que os teus inimigos te cercarão de trincheiras, e te sitiarão, e te estreitarão de todos os lados;

E te derrubarão; a ti e aos teus filhos que dentro de ti estiverem, e não deixarão em ti pedra sobre pedra, pois que não conheceste o tempo da tua visitação.”

Não conheceu o tempo da visitação divina prometida para o povo hebreu; e a visitação divina era a Primeira Vinda de Cristo, a Vinda do Messias no meio do povo hebreu.

Não conheceu a Vinda do Messias, a Vinda do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor manifestado em carne humana naquele jovem carpinteiro de Nazaré chamado Jesus; e por isso o juízo divino cairia sobre Jerusalém, e até o templo de Jerusalém seria destruído.

Recordem em São Mateus, capítulo 24, onde Cristo falou sobre o templo depois da Sua entrada triunfal e profetizou dizendo aos seus discípulos (no capítulo 24, versículo 1 em diante):

E, quando Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo.

Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada.

E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas (ou seja: a destruição de Jerusalém e seu templo), e que sinal haverá da tua vinda (ou seja: ‘que sinal será visto que dê testemunho da Tua Segunda Vinda, que dê testemunho de que Tua Segunda Vinda foi realizada?’), e (que sinal haverá) do fim dos tempos?”

Agora vejam, pedem sinais para o fim de Jerusalém: quando seria o sinal de que chegou o fim para Jerusalém, que chegou a destruição para Jerusalém; e que sinal seria visto para a Vinda do Messias, para a Vinda de Cristo para o Último Dia; e que sinal seria visto para o fim do século, que daria testemunho que se estaria vivendo no fim do século.

O sinal da destruição de Jerusalém; Jerusalém foi sendo rodeada por exércitos naquele tempo, o qual se cumpriu no meio do povo hebreu; e digamos que do ano 67 ao 68, Jerusalém foi rodeada por exércitos, e esteve rodeada uns dois ou três anos, e em seguida no ano 70 entrou dentro da cidade Tito com seu exército - o general romano Tito com seu exército, e destruiu a cidade, destruiu o templo; e matou milhares de hebreus e crucificou milhares de hebreus, e colocaram essas cruzes em torno das muralhas, tantos crucificados, que já não cabiam mais cruzes ao redor das muralhas.

O mesmo que o povo hebreu pediu para Cristo, agora está se voltando contra eles também, e estão sendo crucificados pelo império romano milhares de hebreus no ano 70 da era cristã.

E agora: “Que sinal haverá de Tua Vinda?”. O sinal da Sua Vinda o dá Cristo aqui em São Mateus, capítulo 24, versículo 30:

“Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.”

E em 28 de fevereiro de 1963 apareceu no céu esta nuvem misteriosa, a qual foi formada por anjos; não foi formada por umidade, mas por anjos de Deus, que foram os sete anjos mensageiros das sete etapas ou eras da Igreja gentia e outro Anjo que era diferente dos demais, o qual é o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, o qual é o mesmo Cristo em Seu corpo teofânico.

E esse sinal apareceu no céu conforme a com estava prometido aqui na Escritura; o Filho do Homem, o Anjo do Pacto, o próprio Jesus Cristo em Seu corpo teofânico em uma nuvem, vindo ali com esses anjos mensageiros das sete eras da Igreja gentia.

Também em Apocalipse, capítulo 10, versículo 1 em diante, diz (falando da Vinda de Cristo, o qual é este Anjo Forte que desce do Céu):

E vi outro anjo forte, que descia do céu, vestido de uma nuvem; e por cima da sua cabeça estava o arco celeste, e o seu rosto era como o sol, e os seus pés como colunas de fogo.”

E em 28 de fevereiro de 1963 vimos esse sinal no céu. Muitas pessoas pessoalmente o viram, pessoas que viviam no território do Arizona e também do novo México, desde diferentes lugares foi visto esse grande sinal; e muitos tiraram fotos dessa grande nuvem, e até foi publicada em revistas da América do Norte, como a revista CIÊNCIA e a revista LIFE (que significa ‘vida’).

E agora, um evento profético como esse (do qual Cristo falou e do qual também fala o livro do Apocalipse, e falam outros livros da Bíblia do Novo Testamento e também do Antigo Testamento), vejam vocês, foi tirado até em fotos, mas nem todas as pessoas sabem o que aconteceu em 28 de fevereiro de 1963 sobre os céus de Arizona.

Foi o sinal do Filho do Homem sendo visto ali, porque ali estava o Filho do Homem, Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, em Seu corpo teofânico, juntamente com os sete anjos mensageiros das sete eras da Igreja gentia, os quais também estavam em Seus corpos teofânicos; e aí foi visto o sinal do Filho do Homem no céu.

Em seguida, nos diz São Mateus 24 que a terceira pergunta que fizeram ao Senhor sobre o fim do século… Vejam, pedem a Jesus sinal para o fim de Jerusalém: Qual é o sinal do fim de Jerusalém? Qual é o sinal de que chegou o tempo para a destruição de Jerusalém? Foi Jerusalém rodeada por exércitos.

E o sinal do Filho do Homem, o sinal da Vinda do Senhor, é o sinal do Filho do Homem no céu; esse também já foi visto.

E o sinal do fim do século. O sinal do fim do século aqui também Ele o dá; diz:

“E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.”

É para o Último Dia, para o fim do século, onde o Filho do Homem, Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, envia Seus Anjos; e Seus Anjos são os ministérios de Moisés e de Elias com a Grande Voz de Trombeta do Evangelho do Reino chamando e juntando todos os escolhidos de Deus.

Na parábola do trigo e do joio, começando no versículo 30, diz [São Mateus 13]:

“Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro.”

E ver os ceifeiros na Terra é sinal de que se chegou ao tempo da ceifa, ou seja: tempo da colheita.

E agora, lemos a explicação desta parábola em São Mateus, capítulo 13, versículo 36 ao 43, onde diz:

“Então, tendo despedido a multidão, foi Jesus para casa. E chegaram ao pé dele os seus discípulos, dizendo: Explica-nos a parábola do joio do campo.

E ele, respondendo, disse-lhes: O que semeia a boa semente é o Filho do homem;

O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino (ou seja: os filhos e filhas de Deus) e o joio são os filhos do maligno;”

É muito importante compreender que há filhos do bem e há filhos do mau, há filhos de Deus e há filhos do diabo neste planeta Terra; isso é o que Cristo ensina aqui.

Por isso a algumas pessoas Cristo os chamou “filhos do diabo”, os quais não queriam escutar a Voz de Deus por meio de Jesus Cristo, e lhes disse: “Vós do Seu pai o diabo são, e as obras do Seu pai quereis cumprir.”

E essa é uma palavra dura, mas se é a verdade, o que se pode fazer? Um filho do diabo é um filho do diabo, e isso você não o pode enfeitar porque não há palavras que possam enfeitar essa verdade.

E um filho de Deus é um filho de Deus, e não há palavras que possam enfeitar mais essa verdade que a palavra “filhos de Deus” essa é a maior coisa que você pode ser.

E agora, Cristo diz (falando do joio, diz):

“O inimigo, que o semeou, é o diabo...”

E agora, e quem semeou o trigo? Pois o Filho do Homem. Diz:

“O que semeia a boa semente é o Filho do Homem (e o que semeia a má, pois, é o diabo).”

E agora, vejamos o que aqui nos diz. Diz:

“... e a ceifa é o fim do mundo (ou seja: a colheita é o fim do século); e os ceifeiros são os anjos.

Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo.

Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo, e os que cometem iniquidade.

E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes.”

Ou seja: serão lançados na grande tribulação, onde o fogo atômico os queimará, do qual falou também o profeta Malaquias no capítulo 4. Recordem que estas coisas que Jesus Cristo está falando já vêm através da Bíblia, sendo faladas pelos profetas do Antigo Testamento.

E agora, vejam, em Malaquias, capítulo 4, versículo 1, diz:

“Porque eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como a palha; e o dia que está para vir os abrasará, diz o SENHOR dos Exércitos, de sorte que lhes não deixará nem raiz nem ramo.”

O dia ardente como um forno, isso é na grande tribulação, onde o fogo atômico será desatado. Esse fogo atômico está armazenado em bombas atômicas, diferentes armamentos nucleares, e somente o que precisam é uma Terceira Guerra Mundial para se desatar todo esse armamento atômico, de fogo atômico, que queimará o joio; o qual se cumprirá conforme à profecia bíblica que vem desde o Antigo Testamento até o livro do Apocalipse.

E o que será dos filhos e filhas de Deus, do trigo?

“Mas para vós, os que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, e cura trará nas suas asas...”

E o que significa isto? Nascerá Cristo, o Sol de Justiça, na Sua Segunda Vinda; ou seja: nascerá a Segunda Vinda de Cristo, surgirá a Segunda Vinda de Cristo (como o que?) como o Sol de Justiça nascendo.

O sol, quando nasce, nasce na manhã de um novo dia; e na manhã de um novo dia milenial, na manhã do novo milênio, do sétimo milênio (ou seja: isto é nos primeiros anos), a Segunda Vinda de Cristo será cumprida; nascerá, surgirá o cumprimento da Segunda Vinda de Cristo, e em Suas asas trará salvação. O que são as asas do Sol de Justiça? São os ministérios de Moisés e Elias.

No Monte da Transfiguração apareceu Jesus Cristo transfigurado diante de Seus discípulos, e de um lado apareceu Moisés e do outro lado Elias. Essas são as asas do Filho do Homem, esses são os ministérios que o Filho do Homem estará manifestando como os ministérios das Duas Oliveiras e os Dois Castiçais de Apocalipse, capítulo 11, versículo 3 em diante, e Zacarias, capítulo 4; e estes são os ministérios que Cristo chamou “os Anjos do Filho do Homem”.

“Porque o Filho do Homem virá na glória do Seu Pai com seus anjos, e então recompensará a cada um conforme a suas obras”.

E ao trigo, lhe pagará conforme suas obras (esses são os filhos de Deus), os chamará, os juntará neste Último Dia com a Grande Voz de Trombeta. Onde os juntará? Em Sua Palavra prometida para este Dia, na Era da Pedra Angular, onde estará essa Palavra; e nos preparará nos dando a fé para ser transformados e raptados, ou seja: a revelação para sermos transformados e raptados, que é a revelação da Segunda Vinda de Cristo como o Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores na Sua Obra de Reclamação.

Assim como os crentes em João Batista, precursor da Primeira Vinda de Cristo, para poder receber o Espírito Santo (do qual João falou e disse que depois dele viria um que os batizaria com Espírito Santo e Fogo), para poder receber esse batismo do Espírito Santo e Fogo e assim obter o novo nascimento, tinham que crer não somente em João Batista, não somente no precursor, mas no precursado, o qual era Jesus Cristo.

E os que creram não somente no precursor, mas que também creram em Jesus Cristo, o precursado, encontramos que no Dia de Pentecoste cento e vinte pessoas desses crentes em Jesus Cristo (eram mais, mas nesse momento estavam somente cento e vinte pessoas esperando o Espírito Santo) estiveram lá esperando por dez dias, e no décimo dia veio o Espírito Santo sobre os que ali estavam.

Os que tinham estado e se foram por alguma causa, não receberam o Espírito Santo nesse dia, ou seja: nesse momento; mas em seguida o receberam, porque Pedro pregou o Evangelho nesse dia, inaugurou a Dispensação da Graça com a primeira mensagem apostólica apresentando Cristo como nosso Salvador, apresentando Cristo como o Messias prometido para o povo hebreu, apresentando Cristo como o Cordeiro de Deus que tirou o pecado lá na Cruz do Calvário; e para remissão dos nossos pecados ele ensinou que é preciso recebê-lo, é preciso crer n’Ele, é preciso crer em Sua Vinda e em Seu Sacrifício, para perdão dos nossos pecados, para assim poder receber o Espírito Santo.

E em seguida houve milhares de pessoas que creram nessa Mensagem; e São Pedro lhes dizia: “Porque para vós é a promessa, e para quantos o Senhor nosso Deus chamar.”

E disse: “Porque isto é o dito pelo profeta Joel: E nos últimos dias derramarei de meu Espírito sobre toda carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, e vossos anciãos sonharão sonhos; e sobre meus servos e sobre minhas servas derramarei do meu Espírito naqueles dias”; e agora, isto está no livro de Atos, capítulo 2, versículo 14 em diante, e em Joel, capítulo 2.

E agora, vejam vocês como Cristo começou a derramar do Seu Espírito Santo sobre toda carne; mas dos discípulos de João Batista, do precursor da Primeira Vinda de Cristo, quantos estavam ali? Pois estavam ali os que tinham crido em João Batista e depois creram em Jesus; mas os que não tinham passado a serem discípulos de Jesus Cristo, pois, não estavam ali, e por quanto não estavam ali, pois, não receberam a promessa do Espírito de Deus.

Em seguida encontramos que continuou crescendo o Corpo Místico de Cristo, continuou Cristo acrescentando à Sua Igreja os que haviam de ser salvos - os que haviam de ser salvos, os quais têm seus nomes escritos no Livro da Vida do Cordeiro; e em seguida estas pessoas, ao crerem em Cristo como nosso Salvador e lavar seus pecados no Sangue Cristo, em seguida recebem o Espírito Santo; mas primeiro é preciso crer em Jesus Cristo e lavar os pecados no Sangue de Cristo, de outra forma não se pode receber o Espírito de Cristo.

Os discípulos de João Batista que não tinham crido e seguido a Jesus, o que lhes aconteceu? Ficaram somente com a Mensagem de João; e eram pessoas bem fundamentalistas, o que está bem, mas sem o Espírito de Cristo não se chega muito longe, não importa quão boa seja a Mensagem do precursor; mas com a Mensagem do precursor e depois recebendo ao precursado, se recebe o Espírito Santo. Isso foi o que aconteceu com os crentes em João que seguiram depois a Jesus; mas os que não seguiram a Jesus ficaram sem o novo nascimento.

Paulo se encontrou no livro dos Atos, no capítulo 19, com uns discípulos de João Batista, e vejam o que aconteceu ali. Capítulo 19 do livro dos Atos, versículo 1 em diante, diz:

“E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, tendo passado por todas as regiões superiores, chegou a Éfeso; e achando ali alguns discípulos,

Disse-lhes: Recebestes vós já o Espírito Santo quando crestes? E eles disseram-lhe: Nós nem ainda ouvimos que haja Espírito Santo.

Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados então? E eles disseram: No batismo de João.

Mas Paulo disse: Certamente João batizou com o batismo de arrependimento, dizendo ao povo que cresse no que após ele havia de vir, isto é, em Jesus, o Cristo.”

De nada servia ter crido no precursor e serem seguidores do precursor e estar trabalhando na Obra do precursor se não recebessem o precursado; porque o propósito de Deus enviar um precursor é que anuncie que depois dele vem outro maior do que ele, e que diga ao povo que creiam nesse que virá depois dele; e aí receberão a bênção que Deus tem para esse tempo.

E a bênção era receber o Espírito Santo porque seriam batizados com Espírito Santo e Fogo, e assim se operaria neles o novo nascimento e obteriam o corpo teofânico da sexta dimensão, o espírito teofânico da sexta dimensão.

E para o Último Dia, Deus estaria enviando um precursor, o qual estaria preparando o caminho ao Senhor; esse seria o precursor da Segunda Vinda de Cristo, seria o precursor da Vinda do Anjo do Pacto, da Vinda do Anjo que era diferente dos demais, o qual está aqui como o Anjo que era diferente dos demais, o qual forma a peruca branca ou cabelo branco do Senhor nesta nuvem que forma o rosto do Senhor.

Ele veio dois mil anos atrás em carne humana; a esse, foi ao qual João Batista lhe preparou o caminho. E a este é ao qual o reverendo William Branham como precursor da Segunda Vinda de Cristo esteve lhe preparando o caminho.

Quando veio dois mil anos atrás veio em carne humana, em um véu de carne chamado Jesus de Nazaré. Esse era Aquele ao qual João tinha lhe preparado o caminho: ao Anjo do Senhor, ao Anjo do Pacto, o qual se fez carne no meio do povo hebreu e habitou no meio do povo hebreu e foi conhecido pelo nome de Jesus.

E a quem o reverendo William Branham preparou o caminho? A quem esteve precursando a Sua Vinda? Ao mesmo Anjo do Pacto, ao mesmo Anjo do Senhor, a esse Anjo que é diferente dos demais, o qual aparece aqui nesta nuvem formando o cabelo branco do Senhor, nesta nuvem que forma o rosto do Senhor.

E a Vinda deste Anjo, que é o Anjo Forte, o Anjo do Pacto, Jesus Cristo em Espírito Santo aí em Seu corpo teofânico, para o Último Dia Ele virá em carne humana manifestado, velado em carne humana e revelado através de carne humana; e isso será a Vinda do Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19, que é a Vinda do Senhor, do Anjo que era diferente dos demais.

E quando nosso Senhor aparecer sobre a Terra, quando este Anjo que tem o Sétimo Selo, que é o Senhor, aparecer sobre a Terra… Aqui está aparecendo no céu nesta nuvem, mas diz: “Quando aparecer sobre a Terra…”. Já não virá em uma nuvem. Como tem que vir?

Quando apareceu sobre a Terra dois mil anos atrás apareceu em carne humana; não em uma nuvem, mas em um corpo de carne humana, chamado Jesus de Nazaré. Era o Verbo encarnado, a Palavra encarnada no meio do povo hebreu.

E agora, diz o precursor da Segunda Vinda de Cristo, falando de Cristo vindo sobre um cavalo branco como a neve…, que é o próprio Cristo descendo do Céu vestido de uma nuvem, o qual aparece aqui, mas tem que descer e manifestar-se aqui na Terra. Agora, quando aparecer sobre a Terra nosso Senhor..., vamos ler direto aqui, do livro Os Selos, página 256:

“121. Mas quando nosso Senhor aparecer sobre a Terra, Ele virá sobre um cavalo branco como a neve, e será completamente Emanuel — a Palavra de Deus encarnada em um homem”.

Essa é a Vinda do Anjo do Pacto, essa é a Vinda do Anjo do Senhor, que é Jesus Cristo do Novo Testamento, o qual para o Último Dia virá em Espírito Santo velado e revelado em carne humana em Seu Anjo Mensageiro; mas Seu Anjo não é o Senhor Jesus Cristo, ele somente é o véu de carne que Jesus Cristo em Espírito Santo estará usando neste Último Dia.

E agora, com a Vinda desse Anjo Forte manifestado na Terra em carne humana, se estará marcando no meio da raça humana, o fim do século e se estará marcando também o fim do reino dos gentios.

Essa manifestação de Cristo por meio do Seu Anjo Mensageiro está marcando o fim do reino dos gentios; e dentro de certa quantidade de anos os reinos deste mundo se tornarão do nosso amado Senhor Jesus Cristo, como diz Apocalipse, capítulo 11, versículo 15 em diante:

“E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.”

Já para o tempo final teremos uma mudança, assim como no reino dos gentios houve uma mudança de um império a outro império: do império da Babilônia (o império babilônico do rei Nabucodonosor) em seguida houve uma mudança ao império medo-persa; e em seguida mais diante houve outra mudança: do império medo-persa ao império da Grécia (com Alexandre, o Grande); e depois do império grego houve outra mudança: mudou do império grego ao império romano; e conforme a profecia de Daniel; encontramos que por trás dessas mudanças estavam os Arcanjos de Deus com seus exércitos, suas hostes celestes.

Vamos ver um pouquinho aqui. Já que estamos falando do fim dos sistemas mundiais, vejamos o que nos diz a Escritura na profecia de Daniel, capítulo 10, versículos 11 em diante:

“E me disse (este varão, que foi o Arcanjo Gabriel, falou com Daniel, e diz): Daniel, homem muito amado, entende as palavras que vou te dizer, e levanta-te sobre os teus pés, porque a ti sou enviado. E, falando ele comigo esta palavra, levantei-me tremendo.

Então me disse: Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras.

Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia.”

Quem ajudou o Arcanjo Gabriel? O Arcanjo Miguel, que é o principal Arcanjo que está pelo povo hebreu.

“Agora vim, para fazer-te entender o que há de acontecer ao teu povo nos derradeiros dias; porque a visão é ainda para muitos dias.”

E os últimos dias são... os últimos dias diante de Deus, para os seres humanos são: quinto milênio, sexto milênio e sétimo milênio.

E agora, vejamos outro lugar onde aparece aqui o Arcanjo Gabriel falando com o profeta Daniel. É preciso continuar aqui. Diz:

“E, falando ele comigo estas palavras, abaixei o meu rosto para a terra, e emudeci.

E eis que alguém, semelhante aos filhos dos homens, tocou-me os lábios; então abri a minha boca, e falei, dizendo àquele que estava em pé diante de mim: senhor meu, por causa da visão sobrevieram-me dores, e não me ficou força alguma.

Como, pois, pode o servo do meu senhor falar com o meu senhor? Porque, quanto a mim, desde agora não resta força em mim, e nem fôlego ficou em mim.

E aquele, que tinha aparência de um homem, tocou-me outra vez, e fortaleceu-me (Semelhança do que? Semelhança de homem, porque é um homem de outra dimensão).

E disse: Não temas homem mui amado,…”

Agora, estas palavras que o Arcanjo Gabriel diz a Daniel, que lhe diz: “Muito amado”...; em outro lugar lhe diz: “Daniel, tu és muito amado, muito amado no Céu”. E isso é algo muito formoso, saber que alguém é muito amado no Céu; e todos vocês são muito amados no Céu, e eu também.

Assim saber que somos muito amados no Céu… Vejam, Cristo mesmo disse que há alegria no Céu quando um pecador se arrepende, e isso fala dos filhos e filhas de Deus, que recebem a Cristo como seu Salvador arrependidos e lavam seus pecados no Sangue de Cristo.

Continua dizendo, vejamos:

“E disse: Não temas, homem muito amado; paz seja contigo; anima-te, sim, anima- te. E, falando ele comigo, fiquei fortalecido, e disse: Fala meu senhor, porque me fortaleceste.

Ele me disse: Sabes por que eu vim a ti? Agora, pois, tornarei a pelejar contra o príncipe dos persas; e saindo eu, eis que virá o príncipe da Grécia.”

Porque iria ter uma mudança de império: do império medo-persa ao império da Grécia; ou seja: iria haver uma mudança, nessas mudanças que foram mostradas na estátua de Nabucodonosor. Do império de ouro (que é o império de Nabucodonosor) houve uma mudança ao império de prata (que foi o império medo-persa), e do império medo-persa (o império representado na prata) mudou ao império da Grécia (que é o império representado no bronze).

Vejam, para essas mudanças os Arcanjos Gabriel e Miguel estiveram presentes.

E o que vocês creem com a mudança que haverá do império dos gentios ao Império ou Reino de Jesus Cristo? Claro que também estarão para trabalhar a favor dessa mudança, onde os reinos deste mundo virão a ser do nosso amado Senhor Jesus Cristo.

“Mas eu te declararei o que está registrado na escritura da verdade; e ninguém há que me anime contra aqueles, senão Miguel, vosso príncipe.”

Quem ajuda a Gabriel é Miguel, o príncipe do povo hebreu.

Agora podemos ver que o Arcanjo Gabriel e o Arcanjo Miguel realizam um grande trabalho, e eles têm seus exércitos celestiais para trabalharem nesses trabalhos do Reino de Deus. E para o estabelecimento do Reino de Deus neste planeta Terra, os Arcanjos Gabriel e Miguel estarão trabalhando com seus exércitos a favor do estabelecimento do Reino de Jesus Cristo, do Reino de Deus neste planeta Terra.

Por isso é que a Escritura nos fala desse glorioso Reino do Senhor Jesus Cristo; e surge esse Reino por intervenção divina, onde os Arcanjos Gabriel e Miguel estarão bem ocupados trabalhando nessa mudança.

Em Daniel, capítulo 12, versículo 1 em diante, diz:

“E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo (ou seja: dos filhos de Israel), e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve; desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro (no Livro da Vida).”

Agora podemos ver… Também diz:

E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão (isso é a ressurreição), uns para vida eterna...”

Aí estarão os 144.000 hebreus, que durante a grande tribulação serão mortos, mas ressuscitarão ao final da grande tribulação; e antes de começar a grande tribulação; a ressurreição dos Santos em Cristo das eras passadas e alguns dos nossos que se foram em nosso tempo.

Agora, quantos gostariam de ressuscitar neste Último Dia? Ficam caladinhos, não é? Por quê? Porque o que todos queremos é ser transformados.

Como dizia São Paulo: “É bom estar ausente do corpo”, “mas é mais conveniente estar aqui presente para benefício da Obra de Deus”, isso é em poucas palavras. E diz: “Gostaria melhor ser não despido”, ou seja: ser despido é ser despido deste corpo de carne, desta vestimenta de carne; São Paulo diz: “Melhor gostaria ser revestido”, ou seja: vestido do novo corpo, ser transformado e então ter o novo corpo.

E essa promessa é para os filhos e filhas de Deus do Último Dia, da Era da Pedra Angular.

E agora, quantos serão transformados neste tempo final? Pois aqui estamos. Será um grande grupo, falando em termos de números para nós, mas será um grupo pequeno comparado com todos os milhões de filhos e filhas de Deus das eras passadas que hão de ressuscitar. É um grupo pequeno o daqui comparado com todos estes grupos juntos; mas será um grupo considerável, porque serão os escolhidos do Último Dia.

E agora, com esse grupo chegando à perfeição virá a ressurreição dos mortos em Cristo e a transformação de nós os que vivemos. Eles não podem ser aperfeiçoados sem nós.

E agora, nós chegamos à cena do Programa Divino na América Latina e no Caribe, na Era da Pedra Angular, para se completar assim o Corpo Místico de Cristo sendo chamados e juntados todos os escolhidos de Deus escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro, sob o ministério dos Anjos do Filho do Homem, sob o ministério dos ministérios de Moisés e Elias sendo manifestados pelo Anjo que era diferente dos demais, manifestando esses ministérios por meio do véu de carne onde Ele estará manifestado; e onde estará manifestando não somente o ministério de Moisés e de Elias, mas o ministério de Jesus também.

O ministério que manifestou em Jesus de Nazaré será manifestado novamente na Terra no véu de carne onde Ele estará neste Último Dia; e o ministério de Moisés, que manifestou no profeta Moisés (Quem o manifestou? Este Anjo do Pacto), o manifestará novamente através de carne humana, em Seu véu de carne que terá neste Último Dia; e manifestará também o ministério do profeta Elias (o qual manifestou já por quatro ocasiões anteriores em Elias Tisbita, em Eliseu, em João Batista e no reverendo William Branham), o manifestará novamente em carne humana no Anjo do Senhor Jesus Cristo, onde estará manifestando o ministério de Moisés, de Elias e também o ministério de Jesus.

Este é o único que tem ministérios, e os manifesta, os opera, através de carne humana nos profetas que Ele envia a este planeta Terra; e enviando Seu último profeta, que é o Anjo Mensageiro de Jesus Cristo para a Era da Pedra Angular e para a Dispensação do Reino, estará manifestando esses grandes ministérios que já foram manifestados em outros tempos e em outros mensageiros de Deus.

E a Vinda desse Anjo é a Vinda da Pedra não cortada por mãos que o rei Nabucodonosor viu e o profeta Daniel viu quando interpretou o sonho ao rei Nabucodonosor. Em Sua Primeira Vinda, as pernas de ferro crucificaram Cristo com ferro também, com pregos de ferro, ali na Cruz do Calvário.

Para o Último Dia, o regresso, a Vinda desse mesmo Anjo do Pacto, Anjo do Senhor, este Anjo que era diferente dos demais, vindo em carne humana, será a Vinda da Pedra não cortada por mãos, cortada do Monte de Deus, cortada da Igreja de Jesus Cristo; porque virá no Último Dia manifestado este Anjo Mensageiro do Céu, o Anjo do Pacto, este Mensageiro celestial, do Céu virá velado em carne humana em Seu Anjo Mensageiro da Era da Pedra Angular; e isso será a Vinda da Pedra não cortada por mãos no meio da Igreja de Jesus Cristo, isso será a Vinda da Pedra não cortada por mãos, vindo a Sua Igreja, que o está esperando no Último Dia, e depois passando ao povo hebreu, que também o está esperando.

E a presença desse Anjo na Terra velado em carne humana, a Palavra encarnada em um homem, será o sinal do fim dos sistemas mundiais, será o sinal de que os reinos deste mundo chegaram ao tempo final para eles, e que em breve os reinos deste mundo passarão a ser do nosso amado Senhor Jesus Cristo e passarão ao glorioso Reino Milenial de Jesus Cristo.

Mas haverá uma etapa dura, para a qual Cristo disse: “Não temais, manada pequena, porque ao Pai lhe agradou dar-lhes o Reino”. E se diz “Não temais”, é porque há perigos, lutas e problemas; virá um aperto para os escolhidos de Deus, para a Igreja de Jesus Cristo, que estará na etapa de ouro da Era da Pedra Angular, virá um aperto para essa parte do Corpo Místico de Cristo, como houveram apertos e perseguições nas outras etapas da Igreja de Jesus Cristo.

Mas vejam vocês uma coisa; o reino dos gentios (representado na estátua que Nabucodonosor viu) começou com a cabeça de ouro, começou bem alto, foi descendo aos peitos e braços de prata… O ouro tem mais valor que a prata, portanto o reino dos gentios foi perdendo valor.

A era de ouro do reino dos gentios foi a era de Nabucodonosor, do império babilônico; em seguida a etapa ou era de prata do império medo-persa foi de menos valor; em seguida baixou, continuou baixando à etapa de bronze, que foi o império da Grécia, uma etapa de menor valor; e em seguida baixou à etapa das pernas de ferro, que é o império romano; e em seguida continuou descendo — nessa mesma quarta etapa do império dos gentios — aos pés de ferro e barro de oleiro, para estarem manifestados os pés de ferro e de barro de oleiro neste tempo final.

E agora, uns pés de ferro com barro de oleiro o que valem? Não valem nada. Comparado com uma cabeça de ouro, uma pessoa que saiba, pois, deixa de fora esses pés de ferro e de barro de oleiro e leva a cabeça de ouro, que vale muito.

O reino dos gentios foi se desvalorizando ele mesmo, a tal grau que já o que vale é o que pode custar, o que vale uns pés de ferro com barro de oleiro. Você procure no mercado para ver quanto dão por uns pés de ferro cobertos com barro de oleiro; e leve também uma cabeça de ouro e verá quanto lhe dão por uma cabeça de ouro. Assim que o reino dos gentios atualmente não vale nenhuma milésima parte do que valia no tempo do rei Nabucodonosor.

O reino dos gentios está se desintegrando; o reino dos gentios está todo enlameado, com barro em Seus pés.

Os dez dedos dessa estátua, vejam vocês, representa dez reis que darão seu poder e sua autoridade à besta.

Em Apocalipse, capítulo 17, nos fala disto, e é o mesmo que Deus nos fala por meio do profeta Daniel. No capítulo 17, versículo 8 ao 18, diz:

“A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, ainda que é.

Aqui o sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada.

E são também sete reis; cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo.

E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição.

E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta.

Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta.

Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão os que estão com ele, chamados, e eleitos, e fiéis.”

Porque são os escolhidos de Deus desde antes da fundação do mundo, e são fiéis à Palavra de Deus para o tempo que lhes corresponde viver.

E agora, o reino dos gentios na etapa dos pés de ferro e de barro de oleiro não perceberá que a Vinda deste Anjo que era diferente dos demais é como Senhor dos senhores e Rei dos reis, não perceberá que Ele vem como o Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores em Sua Obra de Reclamação.

Portanto, no aperto que virá; a besta — nessa etapa dos pés de ferro e de barro de oleiro — fará guerra a Cristo, o Anjo Forte que desce do Céu, fará guerra a esse Anjo, o Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto, que estará velado em carne humana em Seu Anjo Mensageiro.

E assim como Cristo disse que “Qualquer que der um copo de água fria a um destes meus pequeninos não perderá sua recompensa”, e qualquer que fizer tal ou qual coisa, diz: “A mim o fizestes”; e quem não fizer nada a favor destes pequeninos, que são os membros do Corpo Místico de Cristo, diz Cristo: “A mim tampouco o fizestes”.

Em São Mateus, capítulo 25, nessa parábola onde Cristo como Rei realiza o juízo sobre as nações e sobre pessoas, diz: “Por quanto não o fizestes a um destes meus pequeninos (esses são os membros da Igreja de Jesus Cristo, esses pequeninos, são os irmãos menores de Cristo; diz) tampouco a mim o fizestes”. E aos que fizeram favores e ajudaram os escolhidos de Deus, dirá: “Por quanto tive fome e me destes de comer, estive doente e me visitaram, no cárcere e me visitastes também, e nu e me cobristes, (diz) entrai no Reino preparado para vós desde a fundação do mundo”.

Eles dirão: “E quando te vimos nu e te cobrimos? Quando te vimos com fome e te demos de comer? Quando te vimos no cárcere e te visitamos? Quando te vimos em alguma necessidade e te servimos?”. Ele dirá: “Por quanto fizestes a um destes meus pequeninos, a mim o fizestes”.

Essas pessoas que ajudaram os escolhidos de Deus receberão sua recompensa de vida eterna. Os que se colocaram contra e perseguiram os escolhidos de Deus receberão condenação e serão lançados no lago de fogo, onde serão destruídos e deixarão de existir em corpo, em espírito e em alma também.

E agora, a besta se levantará com esses dez reis contra o Anjo que era diferente dos demais, do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor, de Jesus Cristo vindo em Espírito Santo manifestado em Seu Anjo Mensageiro, e lhe farão guerra; e isso significa que estarão fazendo guerra a Cristo, ao Cordeiro, que estará como o Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores manifestado através do Seu Anjo Mensageiro; mas o Cordeiro os vencerá, porque Ele é Rei dos reis e Senhor dos senhores.

Assim que a vitória já está profetizada; e se é uma profecia, tem que se cumprir.

Foi um erro o império romano crucificar a Cristo, foi um erro para o império romano, porque agora o Sangue de Cristo é demandado do império dos gentios, o qual estava em Sua quarta etapa; e para este tempo final será demandado o Sangue de Cristo do império dos gentios, que estará na etapa dos pés de ferro e de barro; como foi demandado o Sangue de Cristo da mão dos hebreus durante estes dois mil anos, nos quais caíram grandes calamidades sobre o povo hebreu e eles ainda não compreenderam por que; mas eles em breve saberão por que.

E agora, foi um erro para o império romano crucificar Cristo, foi um erro para eles, mas foi de bênção para todos nós, porque com Sua morte na Cruz do Calvário nos redimiu com Seu Sangue precioso, nos lavou de nossos pecados e nos salvou; e daí em diante se tornou possível o novo nascimento de filhos e filhas de Deus.

E para o Último Dia serão ressuscitados todos os que partiram crendo em Cristo e tendo nascido de novo, ressuscitarão em corpos eternos, e nós os que vivemos seremos transformados.

E agora, quem serão transformados no Último Dia? Aqui estamos.

Os que partiram nas eras passadas serão ressuscitados em corpos eternos, pertencem aos sete anjos mensageiros das eras passadas, e há alguns (pouquinhos) de nosso grupo, de nossa era; pertencem a nós, ao nosso grupo.

E os que serão transformados pertencem à Era da Pedra Angular. Esses serão os que no Último Dia, depois de ter visto e crido na Mensagem do precursor da Segunda Vinda de Cristo, o reverendo William Branham, também estarão crendo no precursado e o terão recebido no Último Dia; porque viram Sua Vinda, a Vinda do Anjo que era diferente dos demais vindo no meio da Sua Igreja; e isso será a Palavra encarnada em um homem.

Eles estarão vendo e recebendo a Vinda da Palavra, do Verbo, a Palavra encarnada em um homem, a Palavra encarnada no Anjo do Senhor Jesus Cristo; estarão vendo a Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos; estarão vendo a Vinda do Senhor, do Anjo do Pacto, do Anjo que era diferente dos demais. Esses serão os que serão transformados no Último Dia.

Porque para ser transformado no Último Dia não somente basta ter recebido ao precursor, mas que é necessário receber ao precursado, que é o Anjo que era diferente dos demais, vindo no Último Dia velado em carne humana no meio da Sua Igreja, e estar escutando Sua Mensagem de Grande Voz de Trombeta, do Evangelho do Reino, nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final.

E agora, com a Vinda do Anjo que era diferente dos demais velado em carne humana manifestando os ministérios dos Seus Anjos, os ministérios de Moisés, de Elias e de Jesus, a humanidade terá presente o sinal do fim do mundo e o sinal do fim do século.

É a presença do Anjo que era diferente dos demais manifestando os ministérios de Jesus por segunda vez, de Elias por quinta vez e de Moisés por segunda vez. Esse é o sinal — já não no céu, mas aqui na Terra — do fim do século e do fim do mundo; é o sinal do tempo da colheita, do tempo da ceifa; é o sinal para todos os escolhidos de Deus, da ressurreição dos mortos em Cristo e da transformação de nós os que vivemos.

Tendo esse sinal manifestado sabemos que em breve os mortos em Cristo ressuscitarão e os que estamos vivos seremos transformados, porque já estamos vendo o que foi prometido por Cristo como sinal da Sua Vinda aqui na Terra; e isso é sinal do fim do reino dos gentios.

Disse o precursor da Segunda Vinda de Cristo na página 464 e 465 da seguinte maneira:

“[138]. Devemos recordar que este Sétimo Selo é o fim do tempo de todas as coisas. Correto. As coisas escritas no Livro da Redenção, selado desde antes da fundação do mundo com sete selos, tudo termina. É o fim deste mundo agitado, é o fim da natureza agitada e é o fim de tudo. Nisso também encontramos o fim das Trombetas, das Taças, da Terra; e ainda é o fim do tempo. O tempo termina; assim nos diz a Bíblia em Apocalipse 10:1-7, onde o Anjo disse: ‘O tempo não será mais’. E isso será no dia quando este grande evento acontecer (Que grande evento? O grande evento do Sétimo Selo). Ali tudo termina.

139. Ao final deste Sétimo Selo…”

Agora vejam: “Ao final deste Sétimo Selo”; não ao princípio, mas:

“139. Ao final deste Sétimo Selo é o fim da era da Igreja; é o fim do Sétimo Selo…”

O mesmo Sétimo Selo chega (a que?) ao seu final; como a Primeira Vinda de Cristo chegou ao seu final (quando?) quando foi crucificado na Cruz do Calvário. A Primeira Vinda de Cristo realizou a Obra para a qual Ele veio, morrendo na Cruz do Calvário, e isso foi ao final do Seu ministério.

E agora, ao final do Sétimo Selo vejam vocês todas as coisas que estarão ocorrendo, que estarão chegando ao seu final também:

“… é o fim do Sétimo Selo, é o fim das Trombetas, é o fim das Taças e ainda é o fim da entrada ao Milênio. Tudo isso é contido em (onde?) no Sétimo Selo.”

Tudo está contido nesse Sétimo Selo: o fim do mundo, o fim da Dispensação da Graça, o fim do reino dos gentios e até o fim da entrada ao Milênio, ou seja: o fim da introdução ao Milênio está aí no Sétimo Selo; porque o que introduz o sétimo milênio é a Vinda deste Anjo que era diferente dos demais.

E desde 1963, o sinal da Vinda do Filho do Homem, vejam vocês, foi cumprido no céu; desde 1963 em diante podemos ver que coisas sobrenaturais no Programa Divino, no meio da Igreja de Jesus Cristo, estiveram acontecendo.

E agora, vejamos como nos mostra que será; que é este Sétimo Selo; diz:

“140. É como disparar um foguete ao ar. Este foguete faz uma explosão por aqui perto; e em seguida muito mais alto faz outra explosão, e dali saem cinco estrelas. Uma dessas cinco faz uma explosão, e dali saem outras cinco estrelas; e uma dessas estrelas explode, e dali sai outras cinco estrelas; e depois desaparece gradualmente. Assim é o Sétimo Selo”.

E agora, quando algumas pessoas dizem: “É que eu estou esperando ver que aconteça tal coisa”, talvez isso que você está esperando ver vai acontecer quando acontecer uma explosão em específico, onde está contido isso que você está esperando ver; mas vejam, há muitas explosões do Sétimo Selo.

Como também, quando Cristo clamou como quando ruge um leão, sete trovões emitiram suas vozes; é um grande trovão com sete trovões contidos nele, ou seja: um grande trovão rugindo sete vezes consecutivas.

Agora, como poderia explicar isto? Bom, em um 7, quantos números há? Há sete números: está o 1, está o 2, está o 3, está o 4, está o 5, está o 6 e está o 7. Se você tiver sete flores e as junta, pois tem um ramo de flores; assim é o Sétimo Selo; mas recorde que tem sete flores aí.

Agora, o Sétimo Selo tem muitas coisas para realizar, e as realiza à medida que vai se manifestando. E essas diferentes manifestações do Sétimo Selo estão representadas neste foguete que explode; e em seguida mais adiante explode mais acima e em seguida saem cinco estrelas; e uma dessas estrelas explode, e dessas cinco estrelas sai uma estrela; e faz outra explosão, e saem mais cinco estrelas; e depois tudo termina. Quando termina com a última explosão da última estrela que produz cinco estrelas, aí se realiza a parte final da Obra do Sétimo Selo e chega ao final o Sétimo Selo.

Agora, o Sétimo Selo tem a ver com a Igreja, tem a ver com o povo hebreu, tem a ver com o Reino Milenial e tem a ver com o fim do reino dos gentios. Ou seja: que tudo está sob o Sétimo Selo, tudo está sob a Segunda Vinda de Cristo, tudo está sob a Vinda deste Anjo que é diferente dos demais; porque é o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, que apareceu ao povo hebreu em diferentes ocasiões e a diferentes profetas, o qual é o mesmo Verbo, o Verbo que estava com Deus e o Verbo que é Deus, o qual se fez carne e viveu no meio do povo hebreu em carne humana e foi conhecido pelo nome de Jesus.

Para o Último Dia temos a promessa da Sua Vinda em carne humana de novo: “… quando nosso Senhor aparecer sobre a Terra, Ele virá sobre um cavalo branco como a neve, e será completamente Emanuel — a Palavra de Deus encarnada em um homem”.

Essa é a Vinda do Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19, essa é a Vinda do Rei dos reis e Senhor dos senhores, essa é a Vinda do Anjo que era diferente dos demais, o Anjo que tem o Sétimo Selo; essa é a Vinda do Anjo Forte que desce do Céu em Apocalipse, capítulo 10; essa é a Vinda do Senhor conforme a como foi prometida no Antigo Testamento e no Novo Testamento.

E depois que os escolhidos o tiverem visto vir, o tiverem recebido, e tiverem escutado Sua Voz, depois que tiver se completado o número dos escolhidos de Deus, os mortos em Cristo ressuscitarão, nós os que vivemos seremos transformados; e depois disso nos espera a grande festa da Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu; e a este mundo espera o juízo da grande tribulação, onde os reinos deste mundo chegarão ao seu final.

O reino dos gentios e os reinos deste mundo passarão a ser do nosso amado Senhor Jesus Cristo; e então, ao terminar a grande tribulação entrará o glorioso Reino Milenial de Cristo, onde nós estaremos com o novo corpo como reis e sacerdotes nesse glorioso Reino do nosso amado Senhor Jesus Cristo.

Agora vimos: “O SÉTIMO SELO PONDO FIM AOS SISTEMAS MUNDIAIS”.

Com Sua Vinda temos o sinal na Terra (já não no céu, a não ser na Terra) do fim do reino dos gentios, temos o sinal do fim do século e temos o sinal também do fim de nossa vida terrena nestes corpos mortais. Para em breve ser transformados já está o sinal, agora o que falta é que se complete o número dos escolhidos para nós sermos transformados, porque o sinal já está colocado aqui na Terra. E está colocado o sinal do fim do século, está colocado o sinal da colheita, está colocado o sinal do fim dos reinos gentios, que é o sinal profético da Vinda do Anjo que era diferente dos demais, vindo o Filho do Homem com Seus Anjos neste Último Dia.

Foi visto no céu e agora na Terra se faz carne, o Verbo, a Palavra se faz carne, e então o sinal já não está no céu, mas na Terra. No céu esteve por um dia, algum lapso de tempo do dia 28 de 1963.

E agora vejam vocês, desde 1963 vocês podem ver que as nações estiveram se lamentando grandemente; problemas por toda parte em todos os campos do reino gentio no meio de todas as nações. O reino dos gentios esteve se lamentando grandemente desde 1963 em diante, a um grau maior do que se lamentava em anos e séculos anteriores.

E agora, está tremendo de medo por temor a uma Terceira Guerra Mundial, assim se encontra o reino dos gentios; mas os escolhidos de Deus receberam palavras da parte de Cristo, que diz: “Não temais, manada pequena, porque ao Pai lhe agradou dar-lhes o Reino”.

Embora haja coisas que causam temor aos seres humanos, Ele nos diz: “Vocês não tenham medo, não tenham temor, porque em breve serão transformados; e mesmo venha o fogo radioativo sobre a humanidade, vossos corpos serão imortais, serão eternos. Do que vocês vão temer? Não têm que temer; que ter medo de nada”. E em seguida, em acréscimo, vamos daqui quando esse fogo atômico estiver se desatando sobre este planeta Terra, vamos estar na Ceia das Bodas do Cordeiro, onde não chega o fogo atômico.

Assim enquanto a Terra estará sendo purificada com fogo para ser preparada para o Reino Milenial, nós estaremos felizes na Ceia das Bodas do Cordeiro.

Mas recordem; estamos orando e continuaremos orando pela América Latina e o Caribe, porque queremos que este terreno de terra latino-americana e caribenha que nos viu nascer e que nos teve em Seu seio, seja preservado este território para o glorioso Reino Milenial do nosso amado Senhor Jesus Cristo, e seus habitantes também sejam preservados e que sobrevivam aos juízos divinos da grande tribulação que hão de vir.

Nós oramos pela América Latina e o Caribe, e pedimos a misericórdia de Cristo para a América Latina e o Caribe.

Chegamos ao tempo onde o Sétimo Selo porá fim aos sistemas mundiais. Agora, como o estará fazendo? Deixemos que Ele o faça na forma em que já está profetizado, em que já está ordenado por Deus em Sua mente.

O que nós necessitamos não é saber como é que Ele vai pôr fim ao reino dos gentios, mas como estar preparados para ser transformados neste tempo final, para que quando puser fim ao reino dos gentios não seja o fim também de nós, mas que para nós seja glorioso tudo o que Ele estará fazendo, e estejamos como reis e sacerdotes no Reino Milenial de Cristo.

“O SÉTIMO SELO PONDO FIM AOS SISTEMAS MUNDIAIS”.

Até aqui posso dizer a vocês pelo momento sobre O SÉTIMO SELO PONDO FIM AOS SISTEMAS MUNDIAIS.

Que as bênçãos do Sétimo Selo, o Anjo que era diferente dos demais, o Anjo do Pacto, Jesus Cristo, sejam sobre cada um de vocês e sobre mim também, e em seguida todos sejamos transformados e raptados; em breve os que faltam por chegar — que têm seus nomes escritos no Livro da Vida do Cordeiro — escutem a Voz de Cristo, a Grande Voz de Trombeta, e sejam chamados e juntados conosco neste tempo final, na Era da Pedra Angular, e se complete assim o número dos escolhidos de Deus. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

Muito obrigado por vossa amável atenção, amados amigos e irmãos presentes. Foi para mim um grande privilégio estar com vocês nesta ocasião lhes dando testemunho de O SÉTIMO SELO PONDO FIM AOS SISTEMAS MUNDIAIS.

Deixo novamente conosco o reverendo Miguel Bermúdez Marín para continuar e finalizar nesta ocasião nossa parte, agradecendo sempre ao nosso Senhor Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, pela bênção que nos deu neste tempo final, a qual estava prometida, de que veríamos a Vinda do Sétimo Selo, a Vinda do Anjo que era diferente dos demais vindo à Sua Igreja no Último Dia em carne humana; veríamos a Vinda do Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19, a Vinda da Palavra encarnada em um homem; no Anjo Mensageiro do Senhor Jesus Cristo.

Bom, já temos Miguel por aqui.

Que Deus continue abençoando a todos, que Deus os guarde; e até o mês de agosto, para os que já não verei nas outras atividades que teremos durante o dia de hoje e a que teremos amanhã pela manhã.

De todos os modos nos voltaremos a ver, seja neste corpo ou no novo corpo, em agosto; e se recebermos o novo corpo antes, pois muito antes nos voltaremos a ver.

Assim que Deus continue abençoando a todos, Deus os guarde, e em breve todos sejamos transformados. Amém.

Conosco por aqui já temos Miguel para continuar.

“O SÉTIMO SELO PONDO FIM AOS SISTEMAS MUNDIAIS”.

Encuéntrenos

Carretera No.1 Km 54.5
Barrio Monte Llano
Cayey, Puerto Rico
00736

Twitter