ImprimirImprimir

Muito boa noite amados amigos e irmãos presentes, e radiouvintes aqui no Guayaquil, Equador; é para mim um privilégio muito grande estar com vocês nesta ocasião para compartilhar uns momentos de companheirismo ao redor da Palavra profética, e ver este mistério, o mistério do Sétimo Selo, que é a Segunda Vinda de Cristo.

         Para o qual quero ler em São Mateus, capítulo 24, versículos 36 ao 40; e também capítulo 8, versículo 1 de Apocalipse; e diz assim a escritura em São Mateus 24:36 em diante:

         “Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai.

E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem.

Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca,

E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem”.

         E agora Apocalipse, capítulo 8 e versículo 1, diz da seguinte maneira:

         “E, havendo aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora”.

         “O SÉTIMO SELO: A SEGUNDA VINDA DE CRISTO”.

         A Segunda Vinda de Cristo é o maior mistério de toda a Bíblia. Este mistério esteve na mente de Deus toda a eternidade. E esse mistério seria revelado aos crentes em nosso amado Senhor Jesus Cristo no Último Dia, para lhes dar a fé para serem transformados e raptados no tempo final.

         Cristo perguntou em uma ocasião, São Lucas, capítulo 18, versículo 8 diz: “Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando, porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?”.

         Para a Vinda do Filho do Homem para o tempo final, que é o Último Dia ou Dia do Senhor, achará fé na Terra? Ou acontecerá como na Primeira Vinda de Cristo, como na Primeira Vinda do Filho do Homem dois mil anos atrás? Que veio no cumprimento das promessas divinas da Vinda do Messias no meio do povo hebreu, e a religião hebraica com seus grandes líderes religiosos não puderam crer em Jesus como o Messias prometido para o povo hebreu, como o Rei de Israel. Acontecerá novamente o mesmo na Segunda Vinda de Cristo?

         O povo hebreu; vejam vocês, por milhares de anos esteve recebendo as profecias da Vinda do Messias através dos profetas que Deus enviou; por exemplo, temos ao profeta Zacarias, que nos fala a respeito de como Deus falou a o povo hebreu; porque Deus somente tem uma forma para falar com Seu povo, e vejamos qual é esta forma. Diz Zacarias, capítulo 7, versículo 11 em diante:

         “Eles, porém, não quiseram escutar, e deram-me o ombro rebelde, e ensurdeceram os seus ouvidos, para que não ouvissem.

Sim, fizeram os seus corações como pedra de diamante, para que não ouvissem a lei, nem as palavras que o Senhor dos Exércitos enviara pelo seu Espírito por intermédio dos primeiros profetas; daí veio a grande ira do Senhor dos Exércitos”.

         Agora, como Deus através do Seu Espírito falava com povo hebreu? Diz: “através dos profetas que nos precederam”. Essa é a forma em que Deus falou aos seres humanos todo o tempo.  

         Vejam vocês o que nos diz também o apóstolo São Paulo na sua carta aos Hebreus, capítulo 1 e versículos 1 ao 2, diz:

         “Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas…”.

         Vejam, através dos profetas falou aos pais em muitas ocasiões e em muitas maneiras. Agora diz:

         “… a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho,

A quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo”.

         Diz que Deus falou através dos profetas em muitas ocasiões e em muitas formas, e seguida diz: “nestes últimos dias nos falou pelo Filho”, e já transcorreram dois mil anos desde que Deus falou através de Jesus ao povo hebreu.

         E por que São Paulo diz que era nos últimos dias o tempo onde Jesus Cristo estava na Terra e Deus estava falando através dEle? Porque os últimos dias diante de Deus para os seres humanos são o quinto milênio, sexto milênio e sétimo milênio. “Porque um dia diante do Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia”, nos diz Segunda de Pedro, capítulo 3, versículo 8; e diz que é algo que nós não podemos ignorar; porque se ignorarmos este mistério não vamos compreender o que são os últimos dias, e vamos pensar que São Pedro e São Paulo se equivocaram quando falaram dos últimos dias como os dias onde Jesus Cristo estava no Seu ministério aqui na Terra.

         Mas São Pedro diz em Segunda de Pedro, capítulo 3, versículo 8: “Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia”.

         Aí vocês têm o porquê São Pedro e São Paulo podiam dizer que Deus estava falando através de Jesus Cristo nos últimos dias; e transcorreram dois mil anos e podemos dizer ainda que aqueles eram os últimos dias, e estes que vivemos também são os últimos dias; porque os últimos dias diante de Deus são o quinto milênio, sexto milênio e sétimo milênio.

         E quando Jesus Cristo tinha de 4 a 7 anos de idade começou o quinto milênio e, consequentemente, começaram os últimos dias.

         Quando Pedro também prega no Dia de Pentecoste ao povo hebreu ali em Jerusalém, fala sobre o Espírito de Deus que eles tinham recebido naquela manhã de Pentecoste (Pentecoste é cinquenta), e tinham recebido o Espírito de Deus no dia cinquenta.

         E no livro dos Atos, capítulo 2, versículo 14 ao 20 diz:

         “Pedro, porém, pondo-se em pé com os onze, levantou a sua voz, e disse-lhes: Homens judeus, e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras.

Estes homens não estão embriagados, como vós pensais, sendo a terceira hora do dia.

Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel:

E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, Que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; E os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, Os vossos jovens terão visões, E os vossos velhos sonharão sonhos;

E também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizarão”.

         Para quando diz São Pedro que Deus prometeu derramar do Seu Espírito Santo sobre toda carne? Para os últimos dias. E por isso dois mil anos atrás, o Dia de Pentecoste, depois de Cristo subir ao Céu, dez dias depois disso veio o Espírito Santo sobre cento e vinte pessoas que ali estavam esperando a vinda do Espírito Santo.

         E isso aconteceu quando? Nos últimos dias. E já transcorreram dois mil anos; porque os últimos dias, como vimos, são o quinto, sexto e sétimo milênio. O profeta Moisés no Salmo 90 e versículo 4 também dá testemunho do mesmo.

         Agora, vejam como através dos profetas Deus fala com Seu povo e lhe revela estes mistérios do Reino de Deus.

         Quem podia imaginar que os últimos dias diante de Deus eram três milênios: quinto, sexto e sétimo milênio? Ninguém, mas aí na Bíblia dá testemunho desta verdade; e agora podemos compreender por que os apóstolos podiam falar dizendo que eles estavam vivendo nos últimos dias e transcorreram dois mil anos; e qualquer pessoa que não compreende isto diz: “Parece que eles se equivocaram, pensaram que estavam vivendo nos últimos dias e olhem, já transcorreram dois mil anos”.

         Mas quando a pessoa compreende que os últimos dias diante de Deus, para os seres humanos são os últimos milênios, que são quinto, sexto e sétimo milênio, então podemos ver que não há nenhuma contradição.

         Agora, Deus diz que Ele falou através dos profetas, e falou através de Jesus Cristo; isto é assim porque sempre Deus usou um ser humano (sempre chamado na Bíblia: um profeta), ao qual lhe revelou a Sua Palavra para que ele a revele, a revele a todos os filhos e filhas de Deus.

         Amós, capítulo 3, versículo 7, diz: “Certamente o Senhor DEUS não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas”.

         E em Deuteronômio, capítulo 18, versículos 15 ao 19, diz o profeta Moisés da seguinte maneira:

         “O Senhor teu Deus te levantará um profeta do meio de ti, de teus irmãos, como eu; a ele ouvireis”.

         A quem diz o profeta Moisés que o povo está chamado a escutar? Ao profeta que Deus levanta no meio do povo; porque é ao profeta ao qual vem a Palavra revelada para que depois ele a revele ao povo de Deus. Diz:

         “Conforme a tudo o que pediste ao Senhor teu Deus em Horebe, no dia da assembleia, dizendo: Não ouvirei mais a voz do Senhor teu Deus, nem mais verei este grande fogo, para que não morra”.

         Isso foi quando estavam no monte Sinai, onde o monte tremia e o povo hebreu também estava tremendo, e estavam vendo o monte Sinai em fogo, porque a presença de Deus estava ali manifestada em fogo, falando ao profeta Moisés e falando; e o povo hebreu estava escutando a Voz de Deus, e estava tremendo o povo hebreu e também o profeta Moisés.

         Mas o povo hebreu pediu a Moisés que Deus não falasse mais com o povo, mas que Moisés falasse com Deus e depois Moisés falasse com o povo as coisas que Deus estaria dizendo para o povo. E Moisés diz o que Deus lhe respondeu:

         “Então o Senhor me disse: Falaram bem naquilo que disseram.

Eis lhes suscitarei um profeta do meio de seus irmãos, como tu, e porei as minhas palavras na sua boca…”.

         Onde Deus coloca as Suas palavras, as palavras divinas, a Palavra de Deus para cada tempo, para cada era e para cada Dispensação? Na boca do profeta que Ele envia ao povo; aí vem a Palavra de Deus para o povo. Esse profeta a recebe de parte de Deus e depois a fala ao povo; e o povo, então, está escutando a Voz de Deus através de um homem, de um profeta, que é um homem que tem as duas consciências juntas (consciente e subconsciente juntos) e, por conseguinte, pode ver e escutar em outras dimensões. Na dimensão de Deus obtém a revelação de Deus, e depois a dá ao povo de Deus. Diz:

         “… e porei as minhas palavras na sua boca, e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar”.

         O que fala o profeta que Deus envia para cada tempo? A Palavra de Deus, tudo o que Deus lhe mandar; o qual Deus coloca em Seu coração e em sua boca, para que assim seja falada essa Palavra Divina e o povo de Deus escute assim a Voz de Deus.

         Viram o simples que é escutar a Voz de Deus? Encontrando o profeta mensageiro de Deus correspondente ao tempo em que a pessoa vive.

         Porque quando Deus tem que falar algo ao Seu povo Ele envia um profeta. Se não tem nada que dizer ao povo, pois não envia um profeta. Agora diz:

         “… e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar”.

         Agora, há pessoas que dizem, quando aparece um profeta com a Palavra de Deus, dizem: “Eu não estou interessado em escutar um profeta”, outros dizem: “Isto era o que eu estava esperando! Um homem que viesse revelando a verdade divina, e assim eu poder compreender estes mistérios do Reino de Deus”.

         Porque como podemos compreender os mistérios de Deus se não houver quem nos explique? E tem que ser um profeta enviado de Deus, que venha com essa revelação para que nos explique os mistérios de Deus, porque de outra forma não os poderemos compreender.

         Vocês compreendiam o que são os últimos dias e o que é o Último Dia? Não, mas vejam, já está revelado, está aberto para todos os filhos e filhas de Deus; e podemos ver que não há nenhuma contradição na Bíblia quando dizem os apóstolos que eles estavam vivendo nos últimos dias. E nós dizemos: “Verdadeiramente tinham começado os últimos dias dois mil anos atrás, diante de Deus, que para nós aqui na Terra eram os três últimos milênios”.

         E agora, o que será daquelas pessoas que dizem: “Não me interessa escutar um profeta nem me interessa escutar a Voz de Deus”? Pode falar nessa forma porque toda pessoa tem livre-arbítrio; mas Deus pedirá conta a todo ser humano e Deus recompensará a cada pessoa conforme as suas obras.

         E o que será dessas pessoas que falam dessa forma? Diz, segue dizendo:

         “E será que qualquer que não ouvir as minhas palavras, que ele falar em meu nome, eu o requererei dele”.

         Assim que se verá com Deus depois, porque Deus é o que pedirá conta por não ter escutado a Voz de Deus através do profeta que Ele enviou para seu tempo.

         No livro dos Atos, capítulo 3, versículo 22 ao 23, nos diz o apóstolo São Pedro no Seu sermão, citando esta passagem: “Mas a qualquer que não ouvir esse profeta, será desenraizado do povo”. Ou seja: que perde o direito à vida eterna. Porque toda pessoa que não escuta a Voz de Deus não tem direito de viver eternamente.

         Jesus Cristo disse: “Minhas palavras são Espírito e são Vida”, e também disse: “quem ouve a minha palavra, e crê naquele me enviou, tem a vida eterna”. Em São João, capítulo 5 nos diz o mesmo Jesus da seguinte maneira, versículo 24: “Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida”.

         Vejam a forma de passar de morte a vida; porque quando nascemos neste planeta Terra nascemos com a sentença de morte, porque viemos através de uma raça caída. E a raça caída, a qual caiu lá em Adão, lá no Jardim do Éden, encontramos que o que obteve com sua queda foi a morte.

         Por essa razão é que o ser humano nasce, cresce e depois morre; e aparentemente a vida do ser humano não tem sentido. E não tem sentido a não ser que encontre o sentido que Deus dá à vida do ser humano. E se não pode entender o sentido que Deus dá à vida do ser humano, para a pessoa a vida, pois não tem sentido.

         Mas para aquele que encontra o sentido do propósito divino, então pode compreender que está aqui na Terra por um propósito divino: para fazer contato com a vida eterna, que é Jesus Cristo, para escutar a pregação do Evangelho e acreditar em Jesus Cristo como nosso Salvador, e lavar os nossos pecados no Sangue de Cristo e receber o Seu Espírito Santo, e assim nascer de novo; pois Cristo disse a Nicodemos: “Em verdade, em verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus”. São João, capítulo 3, versículo 3 em diante:

         “Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?

Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.

O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.

Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo”.

         E o que obtemos com o novo nascimento? Os discípulos do Senhor Jesus Cristo, embora houvessem estado com Jesus Cristo por três anos e meio enquanto Jesus Cristo pregava o Evangelho, encontramos que nenhum deles havia nascido de novo; e Cristo tinha estabelecido que nenhum podia entrar no Reino dos Céus sem nascer de novo.

         Mas no Dia de Pentecoste nasceram de novo 120 pessoas, entre os quais estavam os apóstolos de Jesus Cristo.

         O novo nascimento não podia ser efetuado nas pessoas enquanto Jesus estava na Terra. Por isso Ele disse: “É necessário que eu vá, para que o Espírito Santo, o Consolador, possa vir”, e assim produziria o que? O novo nascimento das pessoas.

         E o que é o novo nascimento? Por quanto nascemos através de papai e mamãe, obtivemos um espírito do mundo que nos inclina para o mal, e obtivemos um corpo na permissiva vontade de Deus, mortal, corruptível e temporário. Isto é por causa da queda.

         Mas com o novo nascimento a pessoa obtém um espírito do Céu, um espírito da sexta dimensão, que é a dimensão do Paraíso, a dimensão da teofania; para em seguida, no Último Dia, receber o corpo físico, eterno e glorificado para viver por toda a eternidade jovenzinhos e reinar com Cristo por mil anos e depois por toda a eternidade.

         E para quando será a ressurreição dos mortos em Cristo e a transformação de nós os que vivemos? Para quando será que o ser humano crente em Jesus Cristo, que lavou os seus pecados no Sangue de Cristo e recebeu o Seu Espírito Santo e, consequentemente, nasceu de novo, quando será que obterá seu corpo eterno, seu corpo físico eterno? Porque já com o novo nascimento obteve seu espírito teofânico eterno, da sexta dimensão; e se morrer estando aqui na Terra vivendo, depois vai nesse corpo teofânico viver no Paraíso, que é a sexta dimensão.

         Um corpo teofânico da sexta dimensão é um corpo parecido ao nosso corpo físico, mas de outra dimensão. E se a pessoa morrer, mas crê em Jesus Cristo como o seu Salvador e lavou seus pecados no Sangue de Cristo e recebeu Seu Espírito Santo, não tem nenhum problema: vai ao Paraíso, à sexta dimensão; e para o Último Dia Jesus Cristo prometeu que Ele o ressuscitará, e aos que estamos vivos nos transformará.

         Em São João, capítulo 6, versículo 39 ao 40, Jesus Cristo falando da ressurreição diz:

         “E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia”.

         Para quando tem a comissão, Jesus Cristo, de ressuscitar aos que o Pai lhe deu? Diz: “mas que o ressuscite no último dia”. E agora continua dizendo:

         “Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia”.

         Para quando está estabelecida a ressurreição dos mortos em Cristo pelo mesmo Jesus Cristo? Para o Último Dia. E qual é o Último Dia? Pois vocês já sabem, porque lhes falamos quais são os últimos dias.

         Os últimos dias são quinto, sexto e sétimo milênio, e o Último Dia é o sétimo milênio. E o primeiro dos últimos dias é o quinto milênio, onde esteve Jesus Cristo pregando no princípio do quinto milênio. Ou seja: que desde Jesus Cristo até aqui estamos vivendo nos últimos dias.

         E sendo que o sétimo milênio é o Último Dia e é também chamado o Dia do Senhor, necessitamos então compreender que a ressurreição dos mortos em Cristo prometida para o Último Dia se converterá em uma realidade em algum ano do Último Dia, ou seja, em algum ano do sétimo milênio.

         Se acrescentarmos ao calendário os anos de atraso que tem, já estamos no sétimo milênio. Se não acrescentarmos ao calendário os anos de atraso que tem, pois olhem, somente faltam dois ou três anos para terminar o sexto milênio, que termina com o século XX, e começar o sétimo milênio, que começa com o século XXI.

         Agora, podemos ver que é para o sétimo milênio que Cristo prometeu a ressurreição dos mortos em Cristo, porque quando ocorrer a ressurreição dos mortos em Cristo terá se completado o número dos primogênitos de Deus, dos escolhidos de Deus, que são as pessoas que têm os seus nomes escritos no Livro da Vida do Cordeiro desde antes da fundação do mundo, os quais, de etapa em etapa, de era em era, de Jesus Cristo para cá, tiveram que aparecer nesta Terra em corpos mortais para escutar a pregação do Evangelho e receber a Cristo como seu Salvador, crer nEle e lavar os seus pecados no Sangue de Cristo, e receber o Seu Espírito Santo; e assim, consequentemente, receber o novo nascimento, receber assim o corpo teofânico da sexta dimensão; para no Último Dia, ou seja, no sétimo milênio, em algum ano do sétimo milênio, onde se completa o número dos escolhidos de Deus, onde se completa o número do Corpo Místico de Cristo, ou seja, onde se completa o número da Igreja do Senhor Jesus Cristo, então os mortos em Cristo ressuscitarem.

         São Paulo falando deste mistério nos diz no capítulo 11 da sua carta aos Romanos, onde nos explica também o mistério do povo hebreu, o qual rechaçou a Jesus Cristo, seu Messias, e nos explica por que isto aconteceu. Diz; capítulo 11, versículo 25 em diante, da sua carta aos Romanos:

         “Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado”.

         Até quando o endurecimento do coração do povo hebreu estará nessa condição? Até que tenha entrado a plenitude dos gentios, ou seja, até que tenha entrado até o último dos escolhidos de Deus ao Corpo Místico do Senhor Jesus Cristo; até que o último dos escolhidos de Deus tenha crido em Cristo como seu Salvador, tenha lavado seus pecados no Sangue de Cristo e tenha recebido o Espírito de Cristo; e assim tenha nascido no Reino de Deus, no Corpo Místico de Cristo, na Igreja do Senhor Jesus Cristo.

         E quando isso acontecer; que tenha entrado a plenitude dos gentios, que tenha entrado até o último dos escolhidos de Deus à Igreja de Jesus Cristo, diz:

         “E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades.

E esta será a minha aliança com eles, Quando eu tirar os seus pecados”.

         Agora podemos ver que Deus tratará com o povo hebreu. Já estão na sua terra novamente e estão esperando a Vinda do Messias; pois eles não compreenderam que aquele jovem carpinteiro de Nazaré era o Messias prometido para aparecer naquele tempo, no começo dos últimos dias, no começo dos últimos milênios; e o rejeitaram.

         Pois quando Deus promete algo grande, quando o cumpre, é algo simples; e veio em tal simplicidade a Primeira Vinda de Cristo, a Vinda do Messias, que era um jovem carpinteiro de Nazaré, mas vejam vocês, esse era o Rei de Israel, esse era o Messias prometido para o povo hebreu, onde a glória do Senhor estava sendo manifestada através daquele simples véu de carne.

         Sempre as pessoas, quando tropeçam com Deus e Seu Programa, tropeçam com o véu de carne que Deus envia no meio do Seu povo com a Mensagem de Deus para esse tempo. Porque algumas pessoas desejam que Deus lhes fale como eles querem; mas não é como a pessoa quer, mas sim como Deus determinou, predestinou desde antes da fundação do mundo; e através de quem Deus determinou desde antes da fundação do mundo.

         Deus não envia Seus mensageiros, Seus profetas, porque o povo diz a Deus que envie um profeta. Deus não envia um profeta quando o povo quer, a não ser quando Deus quer conforme o Seu Programa.

         E Deus desde antes da fundação do mundo já predestinou quantos profetas Ele enviaria à Terra. Um profeta é um homem enviado por Deus com as duas consciências juntas, é um homem que vem com um espírito teofânico da sexta dimensão, do Céu, e aparece na Terra em carne humana manifestado, para trazer do Céu a Palavra de Deus a todos os filhos e filhas de Deus.

         Agora, podemos ver o porquê Deus enviou profetas em diferentes ocasiões: porque são os instrumentos de Deus, os quais são enviados com as duas consciências juntas, e podem ouvir e receber e ver da dimensão de Deus a Palavra de Deus para dá-la ao povo.

         Por isso também, através da Bíblia podemos ver as coisas maravilhosas que foram feitas através dos profetas de Deus.

         Como pode ser possível que um homem diga: “venham piolhos”, e apareçam milhões de piolhos? Ou diga: “venham moscas”, e apareçam milhões de moscas? Mas vemos na história bíblica que Moisés dizia: “venham piolhos”, e vinham piolhos sobre o Egito; dizia: “venham moscas” e vinham moscas sobre o Egito; e assim por diante podemos ver como Moisés falava e as coisas eram criadas; porque Deus estava no profeta Moisés e era um homem com as duas consciências juntas.

         Também podemos ver Josué, que foi o servidor de Moisés e em seguida se tornou sucessor do profeta Moisés, o qual levou o povo à terra prometida. Em uma ocasião estavam em uma batalha e já o sol estava por cair, digamos que era de 3 a 4 da tarde, e já o sol ia declinando e em umas horas mais escureceria, e os inimigos iriam se esconder, e já no outro dia, iriam estar mais organizados, e a batalha seria difícil. E Josué disse ao sol: “Sol, se detenha!”, e à lua também disse: “Tu, se detenha lá!”; e se detiveram. E diz a Escritura que Deus escutou a voz de um homem; porque esse homem era um profeta de Deus.

         Nenhum homem pode dizer ao sol que se detenha; nem mesmo com os instrumentos científicos que tem, nenhum homem pode parar o sol; mas no entanto, um homem somente falando deteve o sol e deteve a lua também. E diz que esse dia foi o dia mais comprido que a humanidade já teve.

         A ciência tem descoberto que falta um dia ao calendário, e aí têm parte do dia que falta ao calendário; já o descobriram. E em seguida, o resto que falta ao calendário, desse dia, encontraram no tempo do profeta Isaías quando disse que o sol caminharia para trás dez graus.

         Há acaso algum homem que possa fazer isso? No entanto, um profeta de Deus enviado por Deus fez que o sol caminhasse para trás dez graus.

         É como dizer, você ao ver seu relógio, e esse profeta Isaías ao dizer que o sol caminhasse para trás dez graus e você ver seu relógio caminhando para trás, ao invés de caminhar para diante. Assim aconteceu, e não com um relógio aqui dos nossos que você pode andar para trás e para frente.

         Mas olhem, Moisés podia andar para trás e para adiante, Josué também, e também o profeta Isaías, podia fazer o sol caminhar e o dia para frente ou para trás. Somente os profetas de Deus puderam fazer isso. Até a ciência com tudo o que descobriu não o pode fazer ainda.

         Agora, vejam vocês, também Moisés com uma vara, levantou a sua vara e abriu o Mar Vermelho; depois mais adiante Josué abriu o Jordão quando ordenou aos levitas que passassem o Jordão com a arca, e quando tocassem os pés dos levitas a água, a água se separaria, o rio se abriria e eles passariam em seco.

         Depois outro profeta, o profeta Elias, com o seu manto feriu em outra ocasião o Jordão, e o Jordão se abriu, e ele passou com o Eliseu em seco.

         Depois Eliseu quando regressava, regressava sozinho porque o profeta Elias foi-se em um carro de fogo, que é um disco voador, como chamam em nosso tempo; e quando retornava tinha o manto de Elias que caiu, e parou em frente ao Jordão e com seu manto feriu as águas do Jordão, e se abriram de novo, e Eliseu passou em seco. Os filhos dos profetas quando o viram fazer isto, disseram: “O espírito de Elias repousou sobre Eliseu”.

         Agora vejam quão maravilhoso é quando Deus envia um profeta a Terra: enviou um espírito teofânico de outra dimensão, vem de outra dimensão, de outro mundo, da sexta dimensão, da dimensão onde está Melquisedeque (que apareceu a Abraão), onde está Elohim (também o mesmo que apareceu a Abraão), onde está o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, o qual é o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó que libertou o povo hebreu do Egito.

         Dessa sexta dimensão é que são enviados os espíritos dos profetas. Diz Apocalipse, capítulo 22, versículo 6 em diante, da seguinte maneira:

         “E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos santos profetas (de quem são os espíritos dos profetas? De Deus), enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.”.

         Esse Anjo é um profeta enviado por Deus para o povo de Deus; e esse espírito desse profeta vem enviado pelo Deus dos espíritos dos profetas. Esse Anjo do Senhor Jesus Cristo é quem deu a João o apóstolo a revelação do Apocalipse e mostrou a João a revelação do Apocalipse nesta forma simbólica, mas estes sinais apocalípticos têm um significado.

         E este Anjo do Senhor Jesus Cristo para o tempo final, para o Último Dia, é quem estará neste planeta Terra no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo, para assim, Jesus Cristo através desse Anjo Mensageiro, desse profeta mensageiro, revelar ao seu povo, a todos os crentes em Jesus Cristo, todas estas coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final.

         Em Apocalipse, capítulo 4, versículo 1, diz assim o apóstolo São João:

         “Depois destas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu; e a primeira voz, que como de trombeta ouvira falar comigo, disse: Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer”.

         As coisas que acontecerão depois destas, ou seja, as coisas que acontecerão depois das que já aconteceram durante as sete etapas ou eras da Igreja gentil. Agora as coisas que acontecerão neste tempo final, no Último Dia, correspondem à Era da Pedra Angular.

         E assim como teve que subir à era onde Cristo estava manifestado em cada era através do mensageiro de cada era, terá que subir na atualidade à Era da Pedra Angular, onde Jesus Cristo estará manifestado através do Seu Anjo Mensageiro, o qual é o enviado de Jesus Cristo para dar testemunho de todas estas coisas que em breve devem acontecer. Por isso diz: “Sobe aqui, e eu te mostrarei as coisas que têm que acontecer depois destas”.

         Agora vejam que é Cristo falando com essa Voz de Trombeta ou Grande Voz de Trombeta; é a Voz de Cristo.

         Em Apocalipse, capítulo 1, versículo 10 ao 11, diz o apóstolo São João:

         “Eu fui arrebatado no Espírito no dia do Senhor, e ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta,

Que dizia: Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o último”.

         Quem é o Alfa e o Ômega? Quem é o primeiro e o último? Nosso amado Salvador Jesus Cristo. E é a Voz de Jesus Cristo no Último Dia, no Dia do Senhor, ou seja, no sétimo milênio; porque João o apóstolo foi transportado do ano 95, ou seja, dessa década de 95 da era cristã, quando ele se encontrava na Ilha de Patmos, foi transportado em espírito, nessa visão, ao Último Dia, ao Dia do Senhor, ou seja, ao sétimo milênio. E escutou uma Grande Voz de Trombeta que dizia: “Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o último”, escutou a Voz de Jesus Cristo falando no meio da Sua Igreja, na Era da Pedra Angular e na Dispensação do Reino no Último Dia.

         E que coisas essa Voz estaria falando ou revelando? Ele disse: “Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer”. A Voz de Jesus Cristo no Último Dia estará revelando todas estas coisas que devem acontecer; e para podê-lo fazer diz assim [Apocalipse 22:6]:

         “E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer”.

         É através do Seu Anjo Mensageiro, através do profeta final, que Jesus Cristo estará manifestado falando ao Seu povo e revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer.

         É através do Seu Anjo Mensageiro que essa Voz de Trombeta ou Grande Voz de Trombeta, que também é assinalada como a Trombeta Final que fala antes da ressurreição dos mortos em Cristo, essa Voz, vejam vocês, é a Voz de Cristo falando através do Seu Anjo Mensageiro e nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer.

         Jesus em Apocalipse, capítulo 22, versículo 16, também diz: “Eu Jesus enviei meu anjo para lhes dar testemunho destas coisas nas Igrejas”.

         A quem diz Jesus Cristo que enviou para dar testemunho destas coisas nas Igrejas? Diz que enviou o Seu Anjo Mensageiro, o Seu profeta mensageiro, para o Dia do Senhor ou Último Dia, que é o sétimo milênio.

         Essa Grande Voz de Trombeta ou Trombeta Final também está prometida em Primeira de Tessalonicenses, capítulo 4, versículos 14 em diante, onde São Paulo diz:

         “Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.

Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.

Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro”.

         Aqui temos essa Trombeta de Deus, que é a Voz de Deus falando ao Seu povo no Último Dia, no Dia do Senhor, que é o sétimo milênio.

         “Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor”.

         Agora, vejam vocês que isto é para o Último Dia, porque para o Último Dia foi que Cristo disse: “E eu lhe ressuscitarei no Último Dia”.

         Em Primeira aos Coríntios, capítulo 15, versículos 49 ao 54, diz o apóstolo São Paulo falando da ressurreição dos mortos em Cristo e da transformação de nós os que vivemos… porque seremos transformados os que vivemos e cremos em Cristo como o nosso Salvador e lavamos os nossos pecados no Sangue de Cristo e recebemos o Seu Espírito Santo; e obteremos a imortalidade no corpo também. Estes corpos serão transformados e teremos um corpo imortal. E os mortos em Cristo ressuscitarão em corpos imortais também. E todos seremos a imagem e semelhança do Senhor Jesus Cristo.

         Diz São Paulo, Primeira aos Coríntios, capítulo 15, versículos 49 em diante:

         “E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.

E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.

Eis aqui vos digo um mistério (é um mistério do Reino de Deus, vejam): Na verdade, nem todos dormiremos (ou seja, não todos morreremos), mas todos seremos transformados;

Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade”.

         Aí podemos ver que seremos vestidos de imortalidade, seremos vestidos de um corpo imortal. Quando? No Último Dia, quando os mortos em Cristo ressuscitarem em corpos eternos em seguida nós seremos transformados. E isto está prometido para o Último Dia. “E eu lhe ressuscitarei no Último Dia”, disse Jesus Cristo em São João, capítulo 6, versículos 39 ao 40. Segue dizendo:

         “E, quando isto que é corruptível (quando este corpo corruptível) se revestir da incorruptibilidade (ou seja, já seja imortal, eterno, incorruptível), e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória”.

         Já a morte desaparece para essas pessoas que obterão a imortalidade, para essas pessoas que obterão esse corpo eterno e glorificado que Cristo prometeu para todos os crentes nEle, que lavaram seus pecados no Sangue de Cristo e receberam o Seu Espírito Santo, e, consequentemente nasceram de novo; já têm um corpo teofânico da sexta dimensão e somente falta o corpo físico e eterno que Ele nos dará no Último Dia.

         E vimos qual é o Último Dia e vimos qual é a Trombeta Final ou Grande Voz de Trombeta: é a Voz de Cristo nos falando neste tempo final através do Seu Anjo Mensageiro e revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer. Assim como falou através dos profetas do passado, para este tempo final Jesus Cristo estará falando através do Seu Anjo Mensageiro que coisas? Todas estas coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final.

         Agora, o maior mistério de todos os mistérios, contido na Escritura, na Palavra profética, sabem qual é? É a Segunda Vinda de Cristo, a Vinda do Filho do Homem no Último Dia conforme como Cristo disse que seria.

         Em São Mateus, capítulo 16, Jesus Cristo falando da Vinda do Filho do Homem para o Último Dia disse… Capítulo 16, versículo 27 ao 28 diz Cristo em São Mateus:

         “Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras”.

         Com quem vem o Filho do Homem? Com Seus Anjos, para que? Para pagar a cada um conforme as suas obras.

         “Em verdade vos digo que alguns há dos que aqui estão que não provarão a morte até que vejam vir o Filho do homem no seu reino”.

         E no capítulo 17, versículo 1 ao 7 de São Mateus, que é o que segue na continuação, diz:

         “Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro a Tiago e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte,

E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz.

E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele.

E Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, um para Moisés, e um para Elias.

E, estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu. E da nuvem saiu uma voz que dizia: Este é o meu amado Filho, em quem me comprazo; escutai-o”.

         Aqui nos mostra a escritura como nesta visão do Monte da Transfiguração Cristo mostrou aos Seus discípulos Pedro, Tiago e João a Vinda do Filho do Homem no Seu Reino. Ali estavam os Anjos do Filho do Homem para a Vinda do Filho do Homem; e os Anjos na Vinda do Filho do Homem são as Duas Oliveiras, que são Moisés e Elias. Ali estavam Moisés e Elias nos Seus corpos teofânicos da sexta dimensão.

         E os ministérios: do profeta Moisés pela segunda vez será manifestado na Terra, e o ministério do profeta Elias será manifestado na Terra pela quinta vez. Porque quando Deus promete a vinda de um profeta que já veio no passado é o Espírito de Deus manifestado em outro homem operando o ministério que operou naquele profeta do passado.

         Por isso quando Deus enviou o profeta Elias Tisbita o ungiu com o seu Espírito Santo e operou aquele poderoso ministério; e logo, depois, veio o mesmo espírito que estava no profeta Elias, no profeta Eliseu; porque o profeta Eliseu disse ao profeta Elias: “Eu quero que venha sobre mim uma dupla porção do Espírito que está em ti”.

         Por isso quando os filhos dos profetas viram que Eliseu abriu o Jordão com o manto de Elias como tinha feito o profeta Elias, disseram: “O espírito de Elias repousou sobre Eliseu.

         Qual era o espírito de Elias que tinha repousado sobre Eliseu? O Espírito de Deus. O Espírito Santo estava agora no profeta Eliseu atuando igual a como tinha atuado no profeta Elias.

         Depois, o povo hebreu mais diante estava esperando a Vinda do Messias, mas também o povo hebreu tinha a promessa de que viria primeiro Elias preparando o caminho ao Senhor. E quando se cumpriu essa profecia Elias estava na Terra, e o povo hebreu nem percebeu que Elias, o ministério de Elias estava novamente na Terra.

         Porque quando Deus promete a vinda de um profeta como Elias para estar novamente no meio da humanidade é o Espírito Santo operando o ministério do profeta Elias em outro homem. Vejamos…

         O Arcanjo Gabriel quando falou com o sacerdote Zacarias sobre o nascimento do filho de Zacarias e sua esposa Isabel, no capítulo 1 de São Lucas, diz da seguinte maneira, Vejamos. Capítulo 1, versículo 11 em diante, diz… isto foi quando o sacerdote Zacarias estava ministrando no templo, diz:

         “E um anjo do Senhor lhe apareceu, posto em pé, à direita do altar do incenso.

E Zacarias, vendo-o, turbou-se, e caiu temor sobre ele.

Mas o anjo lhe disse: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João.

E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento,

Porque será grande diante do Senhor, e não beberá vinho, nem bebida forte, e será cheio do Espírito Santo, já desde o ventre de sua mãe.

E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus,

E irá adiante dele no espírito e virtude de Elias (Como viria João Batista? Com o espírito e o poder de Elias), para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto”, ou seja, para precursar a Primeira Vinda de Cristo.

         Depois, quando Jesus Cristo falou de João Batista, perguntaram-lhe em uma ocasião, em São Mateus, capítulo 17, versículos 10 em diante, 10 ao 13, depois de descer do Monte da Transfiguração. Diz assim:

         “E os seus discípulos o interrogaram, dizendo: Por que dizem então os escribas que é mister que Elias venha primeiro?”.

         Veem que estavam esperando o profeta Elias, como precursor da Primeira Vinda de Cristo?

         “Por que dizem então os escribas que é mister que Elias venha primeiro?

E Jesus, respondendo, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro, e restaurará todas as coisas;

Mas digo-vos que Elias já veio, e não o conheceram, mas fizeram-lhe tudo o que quiseram. Assim farão eles também padecer o Filho do homem.

Então entenderam os discípulos que lhes falara de João o Batista”.

         O Elias que tinha que vir naquele tempo, vejam vocês, era João Batista. E por que é mencionado como Elias? É mencionado como Elias porque o Espírito Santo, o qual tinha estado no profeta Elias, agora estava em João Batista operando o mesmo ministério do profeta Elias, precursando assim a Primeira Vinda do Senhor.

         João Batista é um profeta muito grande no Programa de Deus. Jesus Cristo, também em São Mateus, capítulo 11, versículo 9 ao 14, falando de João Batista disse:

         “Mas, então que fostes ver? um profeta? Sim, vos digo eu, e muito mais do que profeta;

         Porque é este de quem está escrito: Eis que diante da tua face envio o meu anjo, que preparará diante de ti o teu caminho”.

         Para que viria? Para preparar o caminho do Senhor.

         “Em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João o Batista; mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele”.

         E como um profeta tão grande como João Batista, do qual Jesus Cristo dá testemunho, agora o menor do Reino dos Céus é maior que esse profeta tão grande?

         É que João Batista pertence aos servos de Deus, ou seja, pertence ao povo hebreu, que são os servos de Deus; e o menor no Reino dos Céus pertence aos filhos e filhas de Deus.

         E o que é maior: um servo ou um filho, um servo de Deus ou um filho de Deus? O que é maior? Um filho de Deus é maior que um servo; e o povo hebreu é o povo dos servos de Deus, mas a Igreja do Senhor Jesus Cristo é o povo dos filhos e filhas de Deus. O povo hebreu é o Israel terreno e a Igreja do Senhor Jesus Cristo é o Israel celestial. Agora podemos ver por que o menor é maior que João Batista.

         O crente em Jesus Cristo, que ao crer em Jesus Cristo e lava seus pecados no Sangue de Jesus Cristo e recebe o Seu Espírito Santo: nasceu no Reino de Deus, obteve o novo nascimento. E essa pessoa que acaba de obter o novo nascimento é maior que João Batista. Por quê? Porque é um filho ou uma filha de Deus. Segue dizendo:

         “E, desde os dias de João o Batista até agora, se faz violência ao reino dos céus, e pela força se apoderam dele.

Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João”.

         E no entanto, depois de João Batista veio um profeta maior, que foi Jesus; e depois de Jesus vieram os apóstolos, que eram apóstolos e profetas também, como São Pedro, como São Paulo, temos as profecias deles também.

         Jesus Cristo disse que Ele enviaria também profetas, enviaria também diferentes mensageiros. E por que então diz que os profetas profetizaram até João? Os profetas do Antigo Testamento até João chegaram. João foi o último profeta do Antigo Testamento sob a Dispensação da Lei; mas agora, para a Dispensação da Graça, Jesus Cristo estaria enviando profetas também; porque os profetas de Deus são os instrumentos de Deus aos quais vem a Palavra de Deus.

         Diz o apóstolo São Paulo que Jesus Cristo é o que subiu e é o que deu dons aos homens; e Ele colocou no Seu corpo, ou seja, na sua Igreja, colocou apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres. Isso está em Efésios, capítulo 4.

         E isso o fez Deus assim (capítulo 4, versículo 11 em diante), para que? Para a perfeição dos Santos, para levar a perfeição o Seu Corpo Místico de crentes, ou seja, a Sua Igreja; a qual nasceu no Dia de Pentecostes, e foi crescendo à medida que vão sendo chamados e juntados os escolhidos de Deus de etapa em etapa, de era em era; até chegar neste Último Dia, neste tempo final, à etapa mais gloriosa da Igreja de Jesus Cristo, que é a era ou etapa de ouro, que é a Era da Pedra Angular, onde Jesus Cristo diz em São Mateus, capítulo 24, versículo 31: “E enviará seus anjos com grande voz de trombeta, e juntarão aos Seus escolhidos”.

         Seus escolhidos dentre os gentios são os que têm seus nomes escritos no Livro da Vida do Cordeiro; os quais de etapa em etapa estiveram sendo chamados e juntados no Corpo Místico de Jesus Cristo. E para este tempo final temos a promessa que os últimos escolhidos de Deus serão chamados e juntados no Corpo Místico de Cristo, na Era da Pedra Angular.

         E quando se completar esse número dos escolhidos de Deus do Último Dia, e estiverem colocados no Corpo Místico de Cristo, entrou a plenitude dos gentios; e depois os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro e nós os que vivemos seremos transformados; e depois Deus tratará com o povo hebreu, lhes abrirá os olhos, e chorarão, lamentarão por ter passado desapercebido a Primeira Vinda de Cristo.

         Eles verão a Segunda Vinda de Cristo e depois compreenderão o que foi a Primeira Vinda de Cristo.

         Agora, nós depois de sermos transformados e raptados iremos à Ceia das Bodas do Cordeiro. Assim como o profeta Elias foi raptado ou levado em um carro de fogo ou disco voador, nós seremos raptados e levados à Ceia das Bodas do Cordeiro; por isso vocês podem ver que na América Latina e no Caribe estão aparecendo muitos discos voadores; esses discos voadores têm a ver com os escolhidos de Deus que serão transladados à Casa do nosso Pai celestial no Céu, à Ceia das Bodas do Cordeiro. Em um deles o profeta Elias se foi e também o profeta Enoque.

         Agora, vejam vocês, no Monte da Transfiguração estavam vivos ali Moisés e Elias, estavam nos Seus corpos teofânicos.

         Agora, quando Deus promete a vinda de Elias, vejam vocês…, depois de Elias Tisbita foi Eliseu, esse foi o segundo Elias, foi o Espírito de Deus no profeta Eliseu operando o ministério de Elias.

         A terceira ocasião quando veio Elias o véu de carne se chamava como? João o Batista; nele estava o Espírito de Deus operando o ministério de Elias pela terceira ocasião. E vejamos o que Jesus Cristo diz a respeito de João o Batista, segue dizendo:

         “E, se quereis dar crédito, é este o Elias que havia de vir”.

         E se chamava como? João. Viram o mistério de João Batista sendo Elias? É que estava nele o Espírito de Deus, que é o que tem, dá e opera ministérios; e estava em João o Batista operando o ministério do profeta Elias por terceira ocasião.

         E para o Último Dia, vejam vocês como obtemos esse conhecimento, esse entendimento, de que quando Deus promete a vinda de um profeta que já tinha vindo no passado é o Espírito de Deus em outro homem, operando aquele ministério que tinha operado naquele profeta do passado.

         Agora, João o Batista sendo o Elias daquele tempo veio preparando o caminho ao Senhor, preparando o caminho ao Messias na sua Primeira Vinda. E por isso os discípulos perguntam: “Não dizem os escribas que é necessário que Elias venha primeiro?” E então Jesus falou sobre de João o Batista.

         Porque estava ali o Messias e os escribas diziam: “Não pode ser Jesus o Messias porque Elias tem que vir primeiro”; mas ali estava também Elias, que era João o Batista.

         E para este tempo final temos a promessa da Segunda Vinda de Cristo, temos a promessa da abertura do Sétimo Selo. E assim como Deus enviou um precursor para a Primeira Vinda de Cristo, para preparar o caminho do Senhor, para este tempo final Deus enviou um precursor: o precursor da Segunda Vinda de Cristo, o Elias que estaria preparando o caminho ao Senhor neste tempo final.

         E se vocês o querem receber, o reverendo William Marrion Branham é aquele Elias que teria que vir precursando a Segunda Vinda de Cristo. E já se foi! Veio, esteve na América do Norte, trouxe a Mensagem que prepara o povo, que revela ao povo como o Messias tem que vir; como tem que cumprir a Segunda Vinda de Cristo; porque quando Deus promete que enviará um profeta, vejam vocês, o que envia é o Espírito de Deus manifestado em um homem operando aquele ministério que tinha operado naquele profeta do passado.

         E agora, vimos Elias na sua quarta manifestação, precursando a Segunda Vinda de Cristo. É o reverendo William Marrion Branham da América do Norte.

         E depois, para este tempo final, Jesus Cristo diz: “Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas nas igrejas”.

         Seu Anjo Mensageiro é o último profeta mensageiro que Jesus Cristo enviaria a este planeta Terra; esse é o profeta mensageiro da Dispensação do Reino com a Mensagem do Evangelho do Reino, revelando o mistério da Segunda Vinda de Cristo, revelando os mistérios de todas estas coisas que devem acontecer neste tempo final, no tempo assinalado como o Último Dia ou Dia do Senhor, para o cumprimento da Segunda Vinda de Cristo.

         Para este tempo é que a Trombeta de Deus ou Grande Voz de Trombeta está prometida para soar; e quando uma trombeta soa, tem uma mensagem.

         Se você escutar a uma pessoa soando uma trombeta e não dá nenhuma mensagem, esse não é um bom músico, esse não sabe nada de música.

         Agora, creem vocês que Cristo sabe da música celestial? Ele sabe o que tem que soar o que tem que revelar neste tempo final. E essa Trombeta Final o que estará nos revelando é o mistério maior de todos os mistérios do Céu e da Terra também: o mistério da Segunda Vinda de Cristo.

         Diz o precursor da Segunda Vinda de Cristo no livro de Citações em espanhol, página 47, diz a respeito dessa Trombeta e da ressurreição:

         402 - “E nós que vivemos e tivermos ficado até a vinda do Senhor, não evitaremos ou impediremos aos que dormem. Esses preciosos que selaram seu testemunho com seu sangue (isto é durante essas perseguições em que mataram aos cristãos; diz). ‘Não impediremos ou estorvaremos aos que dormem, porque soará a trombeta’. Algo acontecerá; esse algo evangélico soará o anúncio da Sua vinda”.

         Agora vejam vocês o que é essa Trombeta Final ou Grande Voz de Trombeta: é a Mensagem do Evangelho do Reino revelando o mistério da Segunda Vinda de Cristo. Esse mistério é o mistério maior dos Céus e da Terra.

         Diz na página 130 deste livro de Citações… são Citações de mensagens pregadas pelo precursor da Segunda Vinda de Cristo, o reverendo William Branham. Diz na página 130, parágrafo 1164:

         1164 – “Recordem que os que estão vivos e fiquem não impedirão aos que estão dormindo, porque a Trombeta de Deus, essa última Trombeta (a sexta acaba de tocar), e essa última Trombeta como o último Selo, será a vinda do Senhor; (soará) tocará, e os mortos em Cristo se levantarão primeiro”.

         Agora podemos ver que o mistério do Sétimo Selo, o qual quando foi aberto no Céu causou silêncio como por meia hora, o mistério da Segunda Vinda de Cristo, Cristo disse que ninguém o conhecia, nem mesmo os anjos no Céu; e quando é aberto este mistério do Sétimo Selo é aberto o mistério no Céu, da Segunda Vinda de Cristo, mas houve silêncio para que assim o diabo não soubesse, não conhecesse o mistério da Segunda Vinda de Cristo e não pudesse interromper o cumprimento da Segunda Vinda de Cristo.

         Houve silencio no Céu por quase meia hora, todos souberam no Céu o mistério da Segunda Vinda de Cristo, mas todos guardaram silêncio; silêncio no Céu por quase meia hora do Céu, que para os seres humanos significa uns quantos anos, 20 anos e algo; porque um dia é como mil anos, uma hora são 41 anos com 10 meses, e meia hora é 20 anos com 8 meses; assim podemos ver que no Céu causou silêncio por meia hora, aproximadamente, a abertura desse mistério, a abertura do Sétimo Selo, a abertura da Segunda Vinda de Cristo.

         Mas à Igreja do Senhor Jesus Cristo aqui na Terra, o mistério da Segunda Vinda de Cristo será revelado através de Jesus Cristo em Espírito Santo através do Seu Anjo Mensageiro, o qual vem no Último Dia com a Mensagem da Grande Voz de Trombeta, com a Mensagem do Evangelho do Reino, que gira ao redor da Segunda Vinda de Cristo como o Leão da tribo do Judá, como Rei dos reis e Senhor de senhores na sua Obra de Reclamação.

         Nesse Anjo Mensageiro vem Jesus Cristo no Último Dia manifestado, nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer. E a única forma em que os seres humanos poderão conhecer o mistério da Segunda Vinda de Cristo é recebendo ao enviado de Jesus Cristo.

         A Jesus Cristo em uma ocasião lhe disseram: “O que faremos para fazer as obras de Deus?” Ele lhes disse: “Que creiais naquele que Deus enviou”.

         E agora Jesus Cristo diz: “Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas nas igrejas”.

         De que coisas? De todas estas coisas que devem acontecer neste tempo final, as quais giram ao redor da Segunda Vinda de Cristo para o Último Dia.

         Estas coisas somente podem ser conhecidas através da revelação que Jesus Cristo em Espírito Santo estará nos dando neste tempo final através desse profeta mensageiro, desse Anjo Mensageiro que Jesus Cristo diz que envia para dar testemunho de todas estas coisas.

         E assim é como o mistério do Sétimo Selo, que é a Segunda Vinda de Cristo, a Vinda do Filho do Homem, será revelado, aberto a cada um de nós neste tempo final. E poderemos ver a vinda de Elias por quinta ocasião, como uma das Duas Oliveiras. E ao ver a vinda de Elias por quinta ocasião não vamos estar buscando literalmente ao profeta Elias, o qual se foi em um carro de fogo.

         Disse o precursor da Segunda Vinda de Cristo na mensagem de Os Selos em espanhol, página 399, quando lhe fizeram a pergunta seguinte a respeito de Elias, o Elias que pregará ao povo hebreu, perguntam-lhe:

         “11. O Elias que vem pregar aos judeus é o verdadeiro Elias que esteve nos dias de Acab, ou será somente o espírito de Elias em outro homem?

         (Ele, em parte da resposta que deu aqui, diz:)

         Eu pensei que será um homem deste tempo ungido com esse espírito; porque lá, quando Elias já tinha subido (ou seja, foi-se no disco voador ou carro de fogo, quando Elias já tinha subido) e Eliseu se encontrou com os filhos dos profetas, eles disseram: ‘O espírito de Elias repousou sobre Eliseu’. É que Eliseu atuou igual a Elias”.

         Agora vejam como o profeta que vem como um das Duas Oliveiras de Apocalipse, capítulo 11 e Zacarias, capítulo 4, para pregar ao povo hebreu, será um homem deste tempo ungido com o mesmo espírito que estava no profeta Elias, será um homem ungido com o Espírito de Deus operando o ministério do profeta Elias, operando-o por quinta ocasião. Esse é uma das Duas Oliveiras.

         O outro das Duas Oliveiras é o profeta Moisés. E será um homem deste tempo no qual estará o mesmo espírito que esteve no profeta Moisés, o Espírito de Deus operando o ministério do profeta Moisés; e o ministério do profeta Moisés era um ministério Dispensacional, que trouxe a Mensagem da Dispensação do Reino, que foi a Mensagem do Evangelho da Lei, ou seja, a Mensagem da Lei.

         E o povo hebreu passará da Dispensação da Lei à Dispensação do Reino, por conseguinte necessita que venha novamente o ministério do profeta Moisés; e virá em outro homem, e essa será a segunda ocasião em que o ministério de Moisés estará manifestado no planeta Terra.

         Agora podemos ver este mistério dos profetas que Deus prometeu enviar para o Último Dia. Será o Espírito de Deus em outro homem operando aqueles ministérios que operou em Elias e em Moisés.

         Também temos a promessa da manifestação do Filho do Homem, de Jesus Cristo, que será a Vinda de Jesus Cristo em Espírito Santo em um homem do tempo presente, no qual estará manifestado e através do qual estará nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer. E esse profeta é o Anjo do Senhor Jesus Cristo, o qual é um profeta enviado do Céu, do Paraíso, da sexta dimensão, para estar no meio do povo de Deus em carne humana, nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer; e nele estará Jesus Cristo em Espírito Santo manifestado, revelado, manifestando-se no meio do Seu povo e nos falando através desse profeta.

         “Porque não fará nada o Senhor sem que antes revele os Seus segredos aos Seus servos Seus profetas”.

         Agora, vimos o mistério do Sétimo Selo, o mistério da Segunda Vinda de Cristo com Seus Anjos; mistério que está prometido para ser revelado à Sua Igreja pelo Anjo do Senhor Jesus Cristo.

         Na Mensagem do Anjo do Senhor Jesus Cristo é que a Igreja do Senhor Jesus Cristo obterá o conhecimento do Sétimo Selo aberto; ou seja, da Segunda Vinda de Cristo, da Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos, onde Deus estará manifestado nesta Terra nos revelando todos estes mistérios através do Seu Anjo Mensageiro.

         “Profeta como eu levantará o Senhor seu Deus; a ele ouvireis, ou a ele ouvis”.

         Isto se cumpriu parcialmente nos profetas do Antigo Testamento, depois em Jesus Cristo em toda sua plenitude, depois nos apóstolos parcialmente e nos sete anjos mensageiros; e para este tempo final será cumprido novamente no Anjo do Senhor Jesus Cristo, para assim nós obtermos esta bênção prometida para este tempo final, onde Deus estará colocando a Sua Palavra na boca desse profeta chamado Seu Anjo Mensageiro; e ele estará nos falando todas estas coisas que em breve devem acontecer, estará nos falando todas estas coisas que Deus lhe dá para que as fale com Seu povo neste tempo final. E por quanto toda pessoa tem livre-arbítrio, fica da parte das pessoas receberem a Sua Mensagem ou rejeitar a Sua Mensagem.

         Vimos a bênção que há para os que recebem a Palavra de Deus: “quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida”.

         Mas o que diz para aqueles que não escutarão? “Mas a qualquer que não ouvir tudo o que ele falar em meu nome eu lhe pedirei conta”, ou seja, que não é um assunto de que a pessoa diz: “Eu não quero escutar e não terei nenhuma consequência”.

         É melhor que seja humilde e diga: “Senhor, me fale neste dia. Eu quero compreender todas estas coisas que devem acontecer neste tempo final. Eu te amo e eu sei que Tu me amas; portanto, me fale diretamente ao coração na forma que tu prometeste falar com o Seu povo neste tempo e revelar todas estas coisas que em breve devem acontecer, através do Seu Anjo Mensageiro. Fale-me através do Seu Anjo Mensageiro todas estas coisas que devem acontecer. E abra meu entendimento e meu coração para entender e crer em tudo o que Tu estiver falando através do Seu Anjo Mensageiro”.

         E assim Deus lhe ajudará, lhe abrirá o entendimento, e você compreenderá todas estas coisas, e você será a pessoa que receberá a bênção de Deus; e os que rejeitaram; lá que as arrumem com o Senhor quando Deus lhe peça conta.

         Em apocalipse capítulo 22 versículo 12 Jesus Cristo diz:

“E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra”.

         Veem que Jesus Cristo vai recompensar a cada um conforme seja a sua obra?

         Assim queremos que todos recebam as bênçãos de Deus e obtenhamos o conhecimento de todas estas coisas que estão prometidas para acontecer neste tempo final, e estejamos assim preparados para sermos transformados e obter a imortalidade prometida para este tempo final; e os mortos em Cristo obterão também a imortalidade ressuscitando em um corpo eterno, e nós sendo transformados; e depois iremos à Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu.

         Cristo disse: “… vou, pois, preparar lugar para vós. E se me for e lhes preparar lugar, virei outra vez, e tomarei para mim mesmo, para que onde eu estou vós também estejam”.

         Para isso é a Sua Vinda neste tempo final, para isso está prometida a Vinda do Filho do Homem com os Seus Anjos: vem buscar aos Seus escolhidos, para levá-los a Casa do nosso Pai celestial à Ceia das Bodas do Cordeiro.

         E por isso Jesus Cristo envia o Seu Anjo Mensageiro, para nos dar testemunho de todas estas coisas que devem acontecer neste tempo final. “Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas nas igrejas”. Apocalipse, capítulo 22, versículo 16.

         Foi para mim um privilégio muito grande estar com vocês nesta ocasião dando testemunho do Sétimo Selo, ou seja, da Segunda Vinda de Cristo, da Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos.

         Que Deus lhes ajude e lhes abra plenamente o entendimento para compreender todas estas coisas, e receber assim as bênçãos que Jesus Cristo tem para cada um de vocês e para mim também.

         Muito obrigado pela sua amável atenção e continuem passando uma noite maravilhosa, cheia das bênçãos do nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         Boa noite. Conosco o reverendo Carlos Oliva para continuar.

         O reverendo Oliva estará lhes dando os endereços e telefones aos quais poderão telefonar ou escrever cada um vocês, amáveis radiouvintes e os aqui presentes; também há literatura lá fora para todos os que estão aqui presentes.

         Deixo com vocês ao reverendo Carlos Oliva para continuar. Que Deus lhes abençoe e guarde a todos.

         “O SÉTIMO SELO: A SEGUNDA VINDA DE CRISTO”.

Encontre-nos

Carretera No.1 Km 54.5
Barrio Monte Llano
Cayey, Puerto Rico
00736

Twitter