ImprimirImprimir

Muito boa tarde amados irmãos e amigos aqui na Colônia o Sol. É para mim um privilégio muito grande estar com vocês nesta ocasião para compartilhar uns momentos de companheirismo ao redor da Palavra de Deus e Seu Programa correspondente a este tempo final.

         Para o qual teremos o tema: “RECOLHENDO COM O SÉTIMO SELO”.

         “RECOLHENDO COM O SÉTIMO SELO” é nosso tema; para o qual vamos ler em Apocalipse, capítulo 14, versículo 14 ao 20, e São Marcos, capítulo 4, versículo 26 ao 29. Diz assim a Escritura... vejamos primeiro São Marcos, diz São Marcos, capítulo 4, versículo 26 ao 29:

“E dizia (este é Jesus falando): O reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente a terra.

E dormisse, e se levantasse de noite ou de dia, e a semente brotasse e crescesse, não sabendo ele como.

Porque a terra por si mesma frutifica, primeiro a erva, depois a espiga, por último o grão cheio na espiga.

E, quando já o fruto se mostra, mete-se-lhe logo a foice, porque está chegada a ceifa”.

         Apocalipse, capítulo 14, versículo 14 ao 20, diz:

E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um, semelhante ao Filho do homem, que tinha sobre a sua cabeça uma coroa de ouro, e na sua mão uma foice aguda.

E outro anjo saiu do templo, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a tua foice, e sega; a hora de segar te é vinda, porque já a seara da terra está madura.

E aquele que estava assentado sobre a nuvem meteu a sua foice a terra, e a terra foi segada”.

         Até aí vamos ler nada mais.

         Que Deus abençoe nossas almas com a Sua Palavra e nos permita entendê-la.

         “RECOLHENDO COM O SÉTIMO SELO”.

         Cristo falando da colheita, ou seja: da ceifa, onde se faz a colheita do trigo, dos filhos e filhas de Deus, nos ensina que o trigo passa por diferentes etapas: primeiro é semeado, depois nasce, depois cresce, depois produz a espiga, depois produz o grão, e depois — quando já está maduro — se mete a foice, porque a ceifa chegou, a hora de ceifar chegou.

         E em Apocalipse o ministério para ceifar, para colher, vejam vocês, o tem este Anjo que tem a foice afiada, tem uma coroa de ouro, portanto é rei; e vejam vocês, diz: “... e sobre a nuvem um sentado semelhante ao Filho do Homem…”.

         E agora, aqui está nesta nuvem, é este que está aqui quem vem nessa nuvem; e vejam vocês, vem nessa nuvem de glória como foi vista e foi anunciada por Cristo em São Mateus, capítulo 24, versículos 30 em diante, onde diz que será visto o sinal do Filho do Homem no céu. E vejamos aqui para que o tenham tal e como está dito. Diz:

         “Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória”.

         Aqui em Apocalipse, capítulo 14, também o mostra vindo em uma nuvem, como também em Apocalipse, capítulo 10, o mostra vindo em uma nuvem ou nas nuvens. Vejam vocês, diz Apocalipse, capítulo 10:

“E vi outro anjo forte, que descia do céu, vestido de uma nuvem; e por cima da sua cabeça estava o arco celeste, e o seu rosto era como o sol, e os seus pés como colunas de fogo;

E tinha na sua mão um livrinho aberto. E pôs o seu pé direito sobre o mar, e o esquerdo sobre a terra;

E clamou com grande voz, como quando ruge um leão; e, havendo clamado, os sete trovões emitiram as suas vozes”.

         Como clamou? Como quando ruge um leão, porque vem como Rei dos reis e Senhor dos senhores, como o Leão da tribo de Judá.

         E agora, aqui traz na Sua destra, na Sua mão, um Livrinho aberto; e em Apocalipse, capítulo 14, traz uma foice afiada, que é a Palavra; e aqui o Livrinho aberto também é a Palavra.

         Agora podemos ver com o que Ele vai colher no Último Dia o grão que já está maduro: vai colher os filhos e filhas de Deus em que era? Na Era da Pedra Angular.

         Vejam vocês, é onde vem o chamado da Grande Voz de Trombeta, do recolhimento de todos os escolhidos de Deus; e por isso foi que em São Mateus, capítulo 24 e versículos 30 ao 31, nos fala da Vinda do Filho do Homem vindo nas nuvens do Céu, como também em São Lucas diz: “Vindo em uma nuvem”, porque é uma nuvem formada por oito anjos.

         Se contarmos cada um desses anjos individualmente, pois são oito nuvens; vem “nas nuvens” que formam uma só nuvem: que é a nuvem que forma o rosto do Senhor Jesus Cristo. Assim vem nas nuvens e vem em uma nuvem, como também vem em um cavalo branco em Apocalipse, capítulo 19.

         Agora, podemos ver o que isso significa para a Igreja de Jesus Cristo no Último Dia. Desse momento em diante, desde o momento em que aparece o sinal do Filho do Homem no céu, vejam vocês o que acontece, diz:

         “Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão…”.

         Desde aí em diante vem lamento para as tribos da Terra até que chegam ao grande lamento da grande tribulação.

         Por isso podemos ver a situação a nível mundial desde 1963 para cá, onde há muito lamento; muita dor e muita tristeza e muitos problemas no meio das nações, tanto politicamente, economicamente, socialmente; em todos os campos as nações estão cheias de problemas e de lamentos neste tempo final, desde 1963 em diante. E estiveram surgindo enfermidades que em outro tempo talvez houve, mas que não estavam tão marcadas na sua manifestação como neste tempo final; e isso que ainda não começaram os juízos divinos da grande tribulação, onde tudo o que houve em tempos passados se manifestará em forma plena sobre a raça humana. Agora diz:

         “... e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória”.

         Aí estava um Anjo diferente dos demais, aí estava o Filho do Homem, o Anjo que tem o Sétimo Selo; aí estava no céu, nessa nuvem, vindo nas nuvens do Céu com os anjos mensageiros das sete eras da Igreja gentia.

         E para o tempo final, na Terra, vejam vocês, assim como se manifestaram os sete anjos mensageiros das sete eras, estará manifestado este Anjo que era diferente dos demais realizando a Obra da Colheita, do recolhimento de todos os filhos e filhas de Deus do tempo final, chamando-os e juntando-os onde? Na Era da Pedra Angular, na Dispensação do Reino.

         Por isso diz em Apocalipse, capítulo 4, versículo 1, com essa Voz de Trombeta diz: “Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer”. E em seguida em Apocalipse, capítulo 22, versículo 6 em diante, diz: “E me disse: Estas palavras são fiéis e verdadeiras. E o Senhor, o Deus dos espíritos dos profetas, enviou Seu Anjo, para manifestar aos Seus servos as coisas que em breve hão de acontecer”. Ou seja: as coisas que depois destas hão de acontecer. Vamos ler direto aqui da Escritura, diz:

         “E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos espíritos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer”.

         Para que envia Seu Anjo Mensageiro? Para mostrar à Sua Igreja as coisas que em breve devem acontecer. E por que Cristo, o qual prometeu revelar estas coisas, por que Ele mesmo não as revela? Pois Ele mesmo as revela, mas por meio de carne humana, por meio do Seu Anjo Mensageiro. Essa é a forma em que Jesus Cristo esteve manifestado de era em era, na primeira era, segunda, terceira, quarta, quinta, sexta e sétima, e também é assim para a Era da Pedra Angular.

         E por isso é que por meio do Seu Anjo Mensageiro é que são reveladas todas estas coisas que em breve devem acontecer; porque sempre Cristo usou um ser humano, um homem, desde que Ele, do Dia de Pentecoste para cá, esteve manifestado na Terra em Espírito Santo, no Novo Testamento, durante a Dispensação da Graça, e assim é para a Dispensação do Reino também.

         Como também fez na Dispensação da Lei e em Dispensações anteriores à Lei, sempre esteve velado e revelado por meio de um ser humano, de um homem, e por meio desse homem cumpriu o que Ele prometeu para cada tempo.

         Por exemplo, temos a promessa de Deus a Abraão e ao povo hebreu descendente de Abraão, de uma liberação, porque estariam cativos em terra estranha, escravos em terra estranha por quatrocentos anos, mas depois dos quatrocentos anos Deus os libertaria, depois da escravidão de quatrocentos anos sairiam livres. Deus disse: “Eu os libertarei com mão forte”. E quando cumpriu essa promessa, a cumpriu por meio de um homem chamado Moisés, porque sempre estará utilizando um homem do tempo em que cumpre o que Ele prometeu.

         Por isso é que para o Último Dia o que Ele prometeu: “Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer”, terá um homem aqui na Terra; e tem que ser um profeta mensageiro, porque é aos profetas que vem a revelação de Deus; e por meio desse homem será que Cristo em Espírito Santo estará manifestado nos mostrando todas estas coisas que em breve devem acontecer.

         E para que possa estar manifestado em um homem, nos revelando todas estas coisas, esse tem que ser um mensageiro de Deus, um mensageiro de uma era ou de uma Dispensação; e este mensageiro é o último profeta mensageiro de Deus, de Jesus Cristo, é o Anjo Mensageiro da Era da Pedra Angular e mensageiro da Dispensação do Reino; e é a primeira ocasião em que Deus envia à Sua Igreja um profeta Dispensacional.

         Desde os dias de Pentecostes para cá, a Igreja do Senhor Jesus Cristo não teve um profeta Dispensacional, somente teve anjos mensageiros das sete eras da Igreja gentia; e teve antes a Pedro e a São Tiago, a João, a estes discípulos de Jesus Cristo através dos quais Cristo se manifestou; mas um profeta Dispensacional nunca a Igreja de Jesus Cristo tinha tido.

         Agora, Deus tem somente sete profetas Dispensacionais: o primeiro foi Adão, para a Dispensação da Inocência; o segundo Sete, para a Dispensação da Consciência; o terceiro; encontramos que foi Noé, para a Dispensação do Governo Humano; e o quarto foi Abraão, para a quarta Dispensação, a Dispensação da Promessa; o quinto foi Moisés, para a quinta Dispensação, a Dispensação da Lei; o sexto foi Jesus, para a Dispensação da Graça; e o sétimo é o Anjo Mensageiro de Jesus Cristo para a sétima Dispensação, que é a Dispensação do Reino, com a Mensagem do Evangelho do Reino, dando testemunho de todas estas coisas que em breve devem acontecer neste tempo final, onde a Dispensação do Reino se está entrelaçando com a Dispensação da Graça.

         Por isso tem que aparecer o profeta mensageiro da Dispensação do Reino; não pode começar a Sua Dispensação sem Ele abrir essa Dispensação. E nesse Anjo Mensageiro é que estará Jesus Cristo em Espírito Santo manifestado, nos revelando por meio dele todas estas coisas que em breve devem acontecer; e por meio dele estará Jesus Cristo realizando a Colheita, o recolhimento do fruto maduro na copa da Árvore Noiva, estará recolhendo aos filhos e filhas de Deus, estará recolhendo os escolhidos com a Grande Voz de Trombeta do Evangelho do Reino, revelando o mistério da Sua Segunda Vinda, revelando o mistério da Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos neste tempo final, onde Jesus Cristo o Filho do Homem estará manifestado no Seu Anjo Mensageiro, operando os ministérios de Moisés por segunda vez, de Jesus por segunda vez e de Elias por quinta vez.

         E assim estará Jesus Cristo realizando a Obra da Colheita, do recolhimento dos escolhidos de Deus do Último Dia, para assim dar a revelação, a fé para serem transformados e raptados neste tempo final e irem à Ceia das Bodas do Cordeiro.

         Agora nós estamos no tempo mais glorioso de todos os tempos, no tempo da colheita, o tempo do recolhimento de todos os escolhidos de Deus dentre os gentios primeiramente e depois será no meio do povo hebreu.

         Agora, assim como em cada era da Igreja gentia Deus enviou um mensageiro com a Mensagem correspondente a cada era, para chamar e juntar os escolhidos de cada era..., e foram chamados e juntados por meio da Mensagem de Deus através do mensageiro; e junto a esse mensageiro houve ministros que estiveram trabalhando nesse trabalho do recolhimento dos escolhidos de cada era, e houve muitas pessoas (mesmo que não eram ministros, mas irmãos das diferentes congregações) que também estiveram braço a braço com esse mensageiro e também com os ministros desse tempo, trabalhando nessa Obra de Deus correspondente à era em que eles viveram; e eles estiveram trabalhando no trabalho de Cristo correspondente a cada era, na Obra do recolhimento dos filhos e filhas de Deus de cada era.

         E agora para o recolhimento dos filhos e filhas de Deus do tempo final, com o Anjo Mensageiro de Jesus Cristo, onde estará Cristo manifestado realizando a Obra do recolhimento dos escolhidos de Deus com a Mensagem da Grande Voz de Trombeta do Evangelho do Reino, revelando o mistério da Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos, com ele estarão também os ministros do tempo final, da Era da Pedra Angular e da Dispensação do Reino; e com esses ministros e com o Anjo Mensageiro de Jesus Cristo estarão os irmãos das diferentes congregações que terão recebido a Palavra de Deus e terão sido recolhidos, e agora trabalham a favor dos que faltam por serem recolhidos, e trabalham também a favor dos que já foram recolhidos, para que tenham o alimento espiritual sempre à sua disposição em vídeos, em fitas cassete e em folhetos; e assim a Obra do recolhimento dos filhos de filhas de Deus, que Jesus Cristo realiza em Espírito Santo por meio do Seu Anjo Mensageiro, se realize essa Obra em forma correta, e Cristo obtenha o resultado prometido para este tempo final; ou seja: sejam recolhidos todos os escolhidos, até o último dos escolhidos, e em breve ocorra à ressurreição dos mortos em Cristo, e nós os que vivemos, todos sejamos transformados.

         Agora podemos ver este mistério de estar RECOLHENDO COM O SÉTIMO SELO. O Sétimo Selo é Cristo na Sua Segunda Vinda, o Sétimo Selo é Cristo vindo em Espírito Santo manifestado em Seu Anjo Mensageiro, vindo a Palavra, o Verbo encarnado em um homem, no Anjo Mensageiro de Jesus Cristo, e realizando a Obra do recolhimento de todos os escolhidos de Deus; e os que trabalham braço a braço com ele, ministros e irmãos das diferentes congregações, estão recolhendo com o Sétimo Selo.

         “RECOLHENDO COM O SÉTIMO SELO”.

         E os que já foram recolhidos dão graças a Deus que houve pessoas recolhendo com o Sétimo Selo, que foram instrumentos para vocês também serem recolhidos; e agora vocês se unem aos que estão recolhendo com o Sétimo Selo para que outros também sejam recolhidos neste tempo final e se complete a Obra do recolhimento de todos os escolhidos de Deus.

         “E enviará Seus Anjos com Grande Voz de Trombeta, e juntarão (ou seja: recolherão) a todos os escolhidos…”. E com esses ministérios de Cristo manifestados no Seu Anjo Mensageiro, os ministérios de Moisés e Elias e de Jesus, todos trabalhamos recolhendo com o Sétimo Selo.

         Foi para mim um privilégio muito grande estar com vocês nesta ocasião dando-lhes testemunho de como estar RECOLHENDO COM O SÉTIMO SELO.

         Chegou a hora da colheita, a hora de ceifar veio, diz Apocalipse, capítulo 14, e foi dito: “Mete tua foice e ceifa”; a foice da Palavra de Deus, da Mensagem do Evangelho do Reino, para recolher o fruto porque já está maduro.

         E agora estamos em pleno verão espiritual. O verão representa o tempo da colheita e representa a Vinda do Reino de Deus. “O verão está perto”: em São Lucas significa e em São Marcos significa: “o Reino de Deus está perto”, e isso é no tempo (de que?) da colheita, no tempo do recolhimento, porque são recolhidos (onde?) no Reino de Deus.

         E agora, estamos em plena Colheita: o trigo ou os filhos e filhas de Deus sendo recolhidos e armazenados no Celeiro de Deus, e em breve seremos transformados e levados à Ceia das Bodas do Cordeiro.

         São Mateus também dá testemunho, em uma das pregações, de João Batista; diz, começando no versículo 10 (do 10 ao 12), diz João Batista pregando... vejamos... um pouquinho antes: o 8, daí em diante diz [capítulo 3]:

       “Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;

E não presumais, de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que, mesmo destas pedras, Deus pode suscitar filhos a Abraão.

E também agora está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo.

E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo.

Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará (está falando também do tempo da colheita, onde recolherá o trigo no Seu celeiro e queimará em seguida a palha no fogo que nunca se apagará)”.

         Agora podemos ver como nós chegamos ao tempo da colheita, ao tempo do recolhimento dos escolhidos de Deus; e por quanto chegamos a esse tempo, ao tempo do recolhimento dos escolhidos de Deus, chegamos ao tempo onde estamos recolhendo com o Sétimo Selo.

         E temos um Campo Grande para recolher: Deus nos deu toda a América Latina e o Caribe.

         Deus tem muito povo, muito trigo, muito fruto para ser recolhido na América Latina e no Caribe, por isso é que vocês, a cada ano que passa; vocês encontrarão que cada ano que passa, ao invés de terminar o trabalho há mais trabalho para realizar. Por quê? Porque Deus tem muito fruto na América Latina e no Caribe, muitos filhos e filhas de Deus. Essa é a causa pela qual, cada ano que passa, ao invés de ter menos trabalho, temos mais trabalho, mas essa é uma bênção grande que Deus nos deu na América Latina e no Caribe.

         Em outros continentes podem dizer: “Levamos um ano aqui neste local e começamos com dez e já temos cinco nada mais, restam cinco”. Mas nós podemos dizer: “Não levamos um ano ainda em tal lugar e começamos com três pessoas (quem fez a apresentação da atividade, quem lidou com os equipamentos e o quem trouxe o automóvel com os equipamentos), começamos com três nada mais e já há uma congregação em tal forma que já nem cabem no lugar”.

         Mas qual é o milagre? Alguém perguntou uma vez: “Qual é o segredo que têm?”. Bom, o segredo que temos é simples: que estamos recolhendo com o Sétimo Selo; e Ele tem muito fruto; muitos filhos e filhas de Deus na América Latina e no Caribe; e por isso é que começamos com dois ou três e ao ano já há uma congregação, e ao outro ano já nem cabem às pessoas em algum dos lugares, e vai se multiplicando a congregação; e essa congregação continua trabalhando e vai trabalhando com o Sétimo Selo, vai recolhendo com o Sétimo Selo, e se enche o lugar e têm que abrir outros lugares; e dessa congregação, pois saem outros líderes e vão e abrem outros lugares; e continua crescendo assim a Obra de Cristo do tempo final sob o Sétimo Selo, porque estamos recolhendo com o Sétimo Selo.

         Já não estamos recolhendo nem com Paulo, nem estamos recolhendo com Irineu, nem com o Martin, nem com Colombo, nem com Lutero, nem com o Wesley, nem com William Marrion Branham; estamos recolhendo com o Sétimo Selo na Era da Pedra Angular e território latino-americano e caribenho.

         Podem dizer aqueles que ficaram nessas eras passadas: “Que não se metam aqui em nossa nação ou em nosso território”. Não se preocupem, temos muito trabalho aqui, temos muito trabalho aqui e Deus nos deu a bênção de estar recolhendo com o Sétimo Selo na América Latina e no Caribe; e é para a América Latina e o Caribe a Mensagem do Evangelho do Reino para a Dispensação do Reino e para a Era da Pedra Angular; daí se estenderá a outras nações, mas estamos no chamado dos escolhidos de Deus do Último Dia.

         Mas deixem que se complete o número dos escolhidos de Deus e vocês verão como a Mensagem sairá para outras nações e outros idiomas, e então muitas pessoas despertarão e, sobretudo o povo hebreu, e dirá: “Isto é o que nós estávamos esperando!” Mas enquanto isso estamos recolhendo o fruto dos escolhidos, dos filhos e filhas de Deus neste Último Dia, na América Latina e no Caribe com o Sétimo Selo; e se alguém foi para outra nação, até lá chegamos para recolhê-lo no Reino de Deus.

         Agora, podemos ver que o que estamos recolhendo é o fruto para a Era da Pedra Angular; e tudo o que pertencer a essa era, mesmo que que tenha ido para outra nação, aí chegaremos com a Mensagem, porque pertence a nossa era e a nossa Dispensação, e o amamos com toda nossa alma e com todo nosso coração mesmo que tenha ido do território latino-americano e caribenho. Que Deus o abençoe em qualquer lugar que se encontre qualquer filho de Deus em outro território fora da América Latina e do Caribe.

         Quando chegar o momento, onde quer que se encontrem, verão certas coisas, e Deus seguramente fará algo onde seguramente virão para ver o que está acontecendo na América Latina e no Caribe.

         Assim não os incomodamos; se estão bem, que continuem por lá, mas que recebam a Palavra, que tenham todas as coisas que necessitam; os vídeos, os equipamentos, tudo, para que assim se alimentem bem e levem a Mensagem a outras pessoas também, para que também colham onde se encontrem, recolham com o Sétimo Selo onde quer que se encontrem.

         E nós (Miguel e eu) os visitaremos também em outras nações se se encontram em outras nações; e não estaremos brigando com eles por que estão por lá e não aqui; isso já é assunto deles e não vamos nos metes nisso com eles; os amamos, os visitamos e os ajudamos em tudo o que nós pudermos; e todos na América Latina os ajudaremos onde quer que se encontrem, são parte nossa também.

         E agora, todos onde quer que se encontrem, seja na América Latina ou em outras nações, estejamos recolhendo com o Sétimo Selo; e isso é o que estamos fazendo por mais de vinte anos neste tempo final: estamos recolhendo com o Sétimo Selo.

         Foi para mim um privilégio muito grande estar com vocês nesta ocasião, dando testemunho do trabalho do recolhimento dos escolhidos de Deus sob o Sétimo Selo; e lhes mostrei que o trabalho que estamos realizando neste Último Dia é o trabalho de estar recolhendo com o Sétimo Selo.

         Que as bênçãos de Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, sejam sobre cada um de vocês e sobre mim também, e continue nos usando grandemente neste trabalho do recolhimento dos escolhidos de Deus do Último Dia na América Latina e no Caribe; e em qualquer nação onde se encontrem os escolhidos de Deus. E que prospere este trabalho do recolhimento dos escolhidos de Deus.

         “Aviva a Sua Obra no meio dos tempos e no meio dos tempos a faze-a conhecida” [Habacuque 3:2]. Aviva a Sua Obra, lhe dê vida! A vida do Seu Espírito, essa Vida de Deus! Que Tua Vida, que é a vida do Espírito Santo, esteja manifestada na Obra de Deus deste Último Dia na Era da Pedra Angular, e em cada um de vocês e em mim também, e nos use em toda Sua plenitude recolhendo com o Sétimo Selo. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

         Que Deus continue abençoando a todos, que Deus os guarde; e deixo conosco novamente a Miguel Bermúdez Marín, um dos que está recolhendo conosco, está recolhendo com o Sétimo Selo.

         E quem mais estão recolhendo com o Sétimo Selo? Todos nós estamos recolhendo com o Sétimo Selo; porque quem não recolhe com o Sétimo Selo, espalha; e quem não é com o Sétimo Selo, pois é contra o Sétimo Selo; mas quem é com o Sétimo Selo: é com Cristo em Sua Vinda como Filho do Homem e Filho de Davi, como o Filho do Homem com os Seus Anjos neste Último Dia.

         “RECOLHENDO COM O SÉTIMO SELO”.

         Bom, nos acabou o tempo, mas na América Latina e no Caribe ainda continuaremos recolhendo com o Sétimo Selo, porque o tempo que acabou foi o tempo aqui (de estar aqui), mas continuaremos em Tizayuca. Continuaremos com que tema? Vejamos por aqui: “Perseverando com o Sétimo Selo”.

         Agora, qualquer pessoa poderá perguntar: “E por que quase todas as mensagens para esta gira e para outras giras estão relacionadas com o Sétimo Selo?”. Há algumas coisas das que Deus fará neste tempo final que não tenham a ver com o Sétimo Selo? Se você encontrar alguma então poderá ter motivo para perguntar por que em todas as mensagens ou em quase todas se menciona o Sétimo Selo. É que tudo o que Deus estará fazendo neste tempo final gira ao redor (do que?) do Sétimo Selo, da Segunda Vinda de Cristo com os Seus Anjos como o Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores na Sua Obra de Reclamação, recolhendo o fruto, recolhendo Seus filhos e filhas dentre os gentios primeiramente e depois do povo hebreu.

         Que Deus os abençoe e guarde a todos.

         “RECOLHENDO COM O SÉTIMO SELO”.

         [Revisão dezembro 2018]

Encontre-nos

Carretera No.1 Km 54.5
Barrio Monte Llano
Cayey, Puerto Rico
00736

Twitter